Portugaltunas - Tunas de Portugal

CELTA 2010
Notícia 0/5 (0 votos)

CELTA 2010...

A Reportagem do XVII CELTA...

ler mais

senaitas bonitas

"CELTA afirma-se como o melhor festival de tunas" ?? AHAHAH...anedotas a esta hora É suposto isto ser uma reportagem ou um artigo de opinião? Se em vez de divulgarem o orçamento, fossem transparentes quanto aos resultados do festival (bem como relativamente ao facto de o evento ser considerado um festival de tunas e convidar agrupamentos musicais diversos para irem a concurso...mas são outros pormenores...) Um bem haja e, por favor, para se dar opinião basta o fórum do site, aqui as notícias devem ser isentas e declarações do género são extremamente dispensáveis. Cumprimentos

R T

A reportagem acima não é da responsabilidade do PTunas, apenas cita a reportagem do Jornal Correio do Minho, como se constata acima.

Festival de Tunas de Mogadouro
Notícia 0/5 (0 votos)

Festival de Tunas de Mogadouro...

Festival de Tunas de Mogadouro: Os resultados...

ler mais

Simao Araujo

Mais um belo festival de tunas que chega ao fim. Desde já parabéns as tunas e também a organização pelo espectáculo que nos ofereceram. O frio é que foi algo que poucos sentiram ao ver estas maravilhosas tunas. Tenho de dar os meus parabéns directos a Estudantina de Braga. Não só por este festival, mas também pelo de Castelo Branco, onde eu os voltei a ver. Nota-se aqui uma tuna a crescer bastante bem e parece-me que todos estão unidos. Ter-vos visto cá no Porto foi algo que amei e só por isso é que me desloquei uma vez mais para um festival para os ver. Sem querer retirar o brilho as outras tunas claro, os meus parabéns a todos.

FITU Castelo Branco: A Reportagem
Reportagem 0/5 (0 votos)

FITU Castelo Branco: A Reportagem...

FITUCB 2010: Reportagem...

ler mais

R T

Á Estudantina de Castelo Branco, suas gentes, público e demais tunas presentes, apenas duas palavras: Muito Obrigado!

Joni

Amigo Ricardo, obrigado nós pela vossa presença em Castelo Branco, por abrilhantarem o nosso FITUCB!

R T

De todo, meu Caro! O sucesso deste fantástico evento deve-se a todos os seus intervenientes, a começar por vós, organização! Uma vez mais, Muito Obrigado!

João De Sousa

parabéns à estudantina de Castelo branco pelo festival. Cumprimentos

Bruno Garra

Excelente recepção e organização deste evento!! Muitos parabéns à Estudantina Académica de Castelo Branco !!! Cumps

A Aventura das Melodias Gastas
Opinião 0/5 (0 votos)

A Aventura das Melodias Gastas...

Por que razão andam as nossas Tunas sempre a tocar o mesmo anos a fio?...

ler mais

Gato Preto

Podes preparar a botelha. " Numa noite de luar" da minha autoria. POrtus Calle 10. " Adeus Minho Encantador - versão" , elencado para o CIdade Berço. Abraço

João Gomes

Discordo.

João Gomes

Discordo.

Quarentuna de Coimbra com estreia marcada
Notícia 0/5 (0 votos)

Quarentuna de Coimbra com estreia marcada...

Em Viseu, no próximo dia 11 de Dezembro...

ler mais

R T

Tal como informado no fórum atempadamente, segue aqui nas NOTÍCIAS a informação fornecida pelo Quarentuno de Coimbra. Essa alteração deve-se ao cumprimento das regras de utilização do Forum. Qualquer comentário à notícia acima deve seguir abaixo. Aproveito para saudar, a titulo pessoal, a estreia da Querentuna de Coimbra no próximo dia 11 de Dezembro, no XIX FITU Viseu. Abraços!

Quarentuno de Coimbra

Antes de mais, os meus mais sinceros pedidos de desculpa por ter feito a publicitação da estreia no forum. Depois, aproveito para agradecer os simpáticos votos. Termino, agradecendo publicamente a oportunidade que nos foi concedida pela Infantuna Cidade Viseu, a qual tentaremos honrar. Abraços.

R T

Caro Quarentuno, não tem porque pedir desculpa. Aliás, trata-se de uma - feliz - notícia de facto, logo, deve estar no sitio próprio, com o devido destaque até. Abraços!

Gato Preto

Aproveito para endereçar a todos que fazem parte desta jovem instituição, os votos das maiores venturas e o desejo sincero que honrem a Cidade que de ora avante irão representar. Felicidades.

O Conquistador

De um tuno veterano do Porto, um forte abraço com os mais sinceros votos de felicidades! BOA MÚSICA!

Quarentuno de Coimbra

Caros Gato Preto e Conquistador: em nome da Quarentuna, agradeço as vossas simpáticas palavras.

Barão Vermelho

Votos de felicidades à Quarentuna de Coimbra! Saudações Académicas!

J.Pierre Silva

Uma boa notícia, de facto. Ainda não sei se poderei estar, mas tudo farei para tal, pois a presença da Quarentuna é mais um aliciante. Muitas felicidades!

Tiago Nogueira

Desejo as maiores felicidades à Quarentuna de Coimbra. Com certeza que irão representar condignamente a nossa cidade. Muito boa sorte!

Quarentuno de Coimbra

O nosso obrigado a todos quantos nos têm incentivado nos últimos dias. Esse facto só faz aumentar a nossa responsabilidade em representar a Lusa Atenas condignamente, bem como em divulgar a canção de Coimbra de forma séria, sendo esse um dos nossos principais objectivos.

Portuscalle 2010: A Reportagem
Reportagem 0/5 (0 votos)

Portuscalle 2010: A Reportagem...

Toda a reportagem...

ler mais

Gato Preto

Estranho... Uma Tuna que ganha o Solista e o Instrumental...não ganha o Festival. Talvez por só haver prémio para a Melhor Tuna. Infelizmente não estive presente, para poder julgar.

Diogo Carvalho

Concordo contigo gato preto... Eu fui ao Festival e devo dizer-te que a EUC entrou com um fado lindíssimo e com excelente musicalidade no decorrer da sua presença. Extremamente boa! A TAFEP também era uma candidata vencedora a Tuna Mais Tuna, portou-se muito... Mas devo dizer-te que, a meu ver, a Católica (sem lhe tirar o devido valor) não merecia a renovação do título. Sim é uma tuna excelente, extremamente bem organizada, mas foge ao tradicionalismo que é uma Tuna. Ao contrário da TAFEP e da EUC

Barão Vermelho

Meus senhores, Eu estive presente no evento. Vi uma Estudantina que em ano de Lançamento do CD dos 25 anos e do XX Festuna se apresentou ao seu mais alto nível. Achei bastante estranho o facto de não terem vencido o primeiro prémio do PortusCalle 2010 depois de terem vencido o melhor solista e o melhor instrumental, peças já vistas anteriormente. No meu entender ainda há algum receio e desconforto em atribuir à Estudantina e a Coimbra no seu todo os grandes prémios dos Festivais. Claramente houve compadrio neste festival. No entanto, parabéns pela organização. Para quem, como eu, esteve na plateia foi um espectáculo muito bonito... Até para o ano!

Jose Daniel

Só queria fazer alguns reparos! Primeiro ponto, a Católica não renovou nenhum título! Foi a primeira vez que a Católica ganhou o PortusCalle! Quem estava lá para renovar o título seria a Estudantina de Lisboa, logo não há nenhum receio nem desconforto em atribuir prémios, uma vez que já o tinham recebido o ano passado! Em relação ao comentário de ter havido compadrio, se forem ver quem era o júri qualquer desse tipo de comentários seriam evitados!

Rei Rock

Estes comentários são claramente de pessoas que de Tunas percebem muito pouco! Para vos esclarecer: Num festival de Tunas estão vários prémios a concurso, solista,instrumental,pandeireta e estandarte. Coimbra, de facto, tocou muito bem, mas a Católica está ao mesmo nível e embora até possa ter tocado pior, o que é certo é que a Estudantina de Coimbra não tem pandeiretas nem estandartes, tal como a de lisboa!Portanto, entre duas ou 3 Tunas da mesma qualidade o juri optou pela mais completa!Espero que nem se lembrem de tentar atribuir a vitória à TAFEP para não cairem no ridiculo....

Barão Vermelho

a sua mensagemCaro José Daniel, Quando me referia à "Estudantina" (que fez 25 anos e que lançou o CD dos 25 anos) referia-me à Estudantina Universitária de Coimbra. Pelo que escreve, posso concluir que interpretou mal aquilo que escrevi relativamente ao receio e desconforto em atribuir prémios, assim como, observo que é novo por estas andanças... Quanto ao júri, conheço-os bem: Paulo Nunes (Faculdade de Eng. do Porto), Paulo Ratanji (Faculdade de Eng. do Porto), António Sousa (Faculdade de Eng. do Porto) e por fim Élio Fonseca (membro do da Tuna Universitária do Porto). Compadrios?? Quem falou em compadrios?! Caro Rei Rock, Conheço há tempo suficiente este "Universo das Tunas" e já fui a mais festivais do que muitos dos que por aqui andam a comentar... Sei, portanto, que nos festivais há diversos prémios e sei também que se deve premiar a tuna mais completa. Quando diz que "... a Estudantina de Coimbra não tem pandeiretas nem estandartes, tal como a de lisboa!Portanto, entre duas ou 3 Tunas da mesma qualidade o juri optou pela mais completa!" significa que se deve premiar a melhor pandeireta e o melhor estandarte em detrimento da melhor música e da melhor voz? Não é este um festival de música?! É totalmente absurdo aquilo que diz! Gostaria que me explicasse porque é que a Tuna da Universidade Católica é vencedora se não ganhou nenhum prémio? Pelos prémios ganhos, as tunas mais completas foram a Estudantina Universitária de Coimbra e a Tuna Académica da Faculdade de Economia do Porto. Por razões óbvias, não descartando a qualidade artística da Tuna da Universidade Católica, esta deveria ir extra-concurso como foi a Tuna Universitária do Porto... E mais não digo!

R T

Caro Barão Vermelho, apenas para lhe dizer que a pergunta que faz na 6ª linha da sua última intervenção tem resposta.... na 5º e 6ªs linhas da sua 1ª intervenção, precisamente. Quanto ao resto não vou comentar, sequer, porque 1ª) não estive presente e 2º) não é meu hábito fazê-lo sequer. Abraços a todos, em especial ao amigo Gato^Preto!

Gato Preto

Meus caros, fui eu que dei início às hostilidades, com uma singela pergunta. Não foi intenção semear a querela. No entanto cumpre~me dizer que pelos considerandos do Rei Rock,a TUIST, a TUP, a TAL, a EUL, a própria EUC nunca teriam ganho nenhum festival. Na minha qualidade de júri em muitos festivais, sempre julguei as postura e musicalidade como fatores determinantes para a atribuição dos grandes prémios. Os outros são prémios de especialidade, altamente específicos, que na verdade podem ter acção importante na atribuição dos restantes, mas nunca determinantes. Em relação ao argumentário do Barão, não me parece muito elegante entrar em processos de intenção. Quando aceitamos um convite para ir a um Festival, já deveremos saber onde vamos. Tendências, preferências, acredito que haja. Compadrio, sinceramente não me passa pela cabeça. Abraço. Caro R.T. aquele axiomático abraço.

J.Pierre Silva

Algumas achegas: Caro Barão Vermelho, o senhor, no seu 2º post pergunta quem levantou a questão dos compadrios. o que não deixa de ser caricato, pois é precisamente o senhor que o faz no final do seu 1º post. Parece-me muito deselegante a forma como ajuiza e levanta suspeições, para depois dar o dito pelo não dito. Depois, seria de bom tom que, de uma vez por todas, se percebesse que um certame de tunas não é apenas música. Só muita falta de bom-senso e frieza impedem de perceber que uma Tuna pode não ganhar nenhum prémio parcelar, mas contudo vencer o certame (bastando ter sido a mais regular). Uma coisa é premiar especificidades - todas elas com a sua importância, outra é o todo. O 1º prémio não é o somatório de prémios parcelares (mesmo tendo em conta estes). Quanto ao afirmado pelo Diogo Carvalho, ainda gostava que me dissesse o que é isso de "fugir ao tradicionalismo do que é uma tuna". Então peças corais em inglês são tradição? Tocar com clarinetes, saxos e afins é tradição? Uma tuna sem pandeiretas (bailadas ou não) é tradição? Penso ser necessário algum cuidado quando atiram a posta da tradição, poisme parece que são muitos, mas muitos mesmo, que pouco sabem, de facto, de tradição tunante. Não estive no certame, por isso nem sequer estou a fazer a defesa seja de que senhora seja, mas apenas me causam alguma apreensão a forma como se rotulam e esgrimam certas "verdades". Uma coisa é certa: nomes não ganham certames. Assim, meus caros, não se estranhe aquilo que nada tem de estranho. O Gato Preto fica admirado por uma tuna que vença melhor solista e instrumental não vencer, mas esquecer-se-á que há outras componentes que são avaliadas, seja do lado do espectáculo completo, seja por outros apartados que também sãotdos em conta. Não sei o que dizia o regulamento e critérios de avaliação, mas seria bom não atirar pedras sem conhecer o fundamento em que se baseou o júri, porque certamente que o fez com base em critérios bem determinados. Se quisesse ser mauzinho, recordaria, por exemplo, os muitos membros da EUC que ainda hoje afirmam que não são uma Tuna, mas uma Estudantina - dando ideia de serem coisas distintas (uma palermice, obviamente, como demonstrado, inclusive, aqui, no PTunas, num artigo constante da secção "opinião", mas pronto). Ora, se quisessemos ser mauzinhos, também poderíamos dizer que a EUC não podia ganhar porque, afinal, nem os próprios se revéem como Tuna - e seera um certame de Tunas, natural que não ganhasse. Exagero? Claro, até certo ponto - na exacta medida dos juizos feitos sobre compadrios e sobre opinativos que nem sequer terão sido feitos com conhecimento dos critérios que ditaram os resultados deste festival. Se reflectirem bem, realizarão que essa primeira impressão (que me parece a quente) de que não ganhou qualquer prémio, logo não podia ter ganho o certame, tem um tanto ou quanto de pueril conclusão e lógica. Numa prova de decatlo, pode o vencedor (porque a prova é propontos), nem ter vencido qualqueruma das 10 provas, bastando ter sido o mais regular nos lugares cimeiros (muitos 2ºs e 3ºs lugares). X pode ter vencido o prémio de salto e lançamento, mas correu-lhe mal o resto (ou menso bem), enquanto Y venceu na disciplina A e B, mas nas demais também foi muito irregular. A Tuna mais completa não é aquela que é muito boa ali ou acolá, mas boa no todo. Para alguns que ainda se gabam de ter muitos anos disto, era de esperar outra forma d eolhar as coisas, com maior equidistância e razoabilidade. Sobre avaliação e prémios: http://notasemelodias.blogspot.com/2008/06/notas-sobre-avaliao-de-festivais.html

Barão Vermelho

Meus caros, Confesso que possa ter sido deselegante como referiu o Gato Preto. No entanto, continuo a defender que a Tuna da Universidade Católica do Porto não deveria ter sequer estado a concurso neste certame. Quando falei em "compadrios" neste meu último post estava a ser irónico! Talvez umas aspas tivessem mudado todo o significado e sentido da frase... Achei, continuo a achar que, com espectador, a decisão final foi injusta. É somente a minha opinião e, vale o que vale! Caro J. Pierre Silva, por saber tanto de tunas (ou não) o seu texto torna-se tão confuso, chato e complicado! E mais não digo!

EUC_Capacete

Estava a rezar para não ter de intervir, mas… Jean Pierre: Começo por si porque foi o que me despertou mais apreensão. Pela razão simples que continua a "confundir" aquilo que o Estudantino x ou y diz com tomadas de posição oficiais do próprio grupo. Alguma vez viu um órgão directivo da EUC defender o que quer que seja relativamente aos assuntos que aborda? Viu a Estudantina cantar algum tema em inglês à excepção do espectáculo no XII TUIST? Tocar com clarinetes e saxos de forma regular? Não, não viu. Mas continua a insistir nesta tecla apenas e só para criar uma base de argumentação fictícia com que pensa demolir qualquer argumentação. Não precisa de se escudar no "poderia ser mauzinho", porque não "poderia": já o foi, e sabe perfeitamente que já o foi, porque utiliza estes argumentos jurando a pés juntos que não os utiliza, "mas que até poderia utilizar". Mas não é o seu post que me trás a este debate. Caro Rei Rock: Para dizer que a Estudantina não tem estandarte nem pandeiretas é porque deve estar cego. Não tem nenhum pano da loiça a esvoaçar, decerto, mas tem um que pesa 11,5 Kg. Na minha modesta opinião, isto é que é um estandarte, que, caso não tenha reparado, fez umas acrobacias com os nossos pandeiretas (não nos estará a confundir com a TUP, o que até abona contra si já que apesar de não ter nem estandarte, nem pandeireta, continua a limpar tudo o que há para limpar? Serão piores por causa disso? "Menos completos?" Não me parece.)? Caro Barão e RT: Ao contrário do que é defendido (pelo Barão) não acho minimamente que tenha havido compadrio. Falámos (pela primeira vez, talvez, desde que estou na Estudantina) em ensaio sobre os prémios e chegámos à conclusão que havia alguma necessidade de "distribuir os males pelas aldeias", pelo que resultou no seguinte: nenhuma outra tuna podia ganhar os prémios "sectoriais", já que estes eram flagrantes, mas seria injusto mandar a Católica "de mãos a abanar", já que teve, de facto, uma boa prestação. Posto isto, não acho que tenha havido compadrio nem me sinto - até como direcção artística - minimamente injustiçado. O próprio Élio Fonseca, do júri, congratulou-nos individualmente. A reacção do público também serviu de barómetro. Ainda nem a segunda parte tinha começado e já tínhamos "ganho", posso garantir. Agora mais em relação ao RT e ao Jean Pierre, sobre as suas teses, repito que a TUP há muito que limpa tudo o que é festivais - e bem - sem pandeiretas e sem panos da loiça a esvoaçar. Nunca ninguém considerou isto injusto nem escandaloso. Por que razão agora é argumento? Um grupo afirmar-se pela musicalidade e pelo impacto que esta causa nas pessoas é a melhor arma que pode ter. Tudo o resto é show of. Acho também piada que se critique de forma tão acesa a perda de "espontaneidade" no fenómeno e se gaste tanto tempo a falar de júris, jurados e de "critérios". E acho também piada que o próprio Jean Pierre fique tão surpreendido com o uso de expressões "futebolísticas" e que o melhor termo de comparação que consegue arranjar seja uma prova de… decatlo. Há 13 anos que a EUC não ganha um primeiro prémio num festival. Ao longo desses 13 anos já tocou muito bem, já tocou muito mal, mas… caramba. São 13 anos! Deixem-nos ficar ao menos com os nossos motivos, já que como diz o Saramago: "para quê falar de motivos? Às vezes basta um, outras vezes nem juntando todos…" Boas gaitadas! Deixo, para não variar, o seguinte "disclaimer": tudo o que escrevi é uma opinião pessoal minha e não vincula a instituição "Estudantina", já que esta possui meios próprios de tomada de posições oficiais. Só para que mais tarde não venha a ler que "a Estudantina pensa x ou y".

R T

Caro Capacete: Não faço a mais pálida ideia porque sou chamado \\"a palco\\" no seu post, deverá certamente haver algum equívoco da sua parte, dado que não fiz qualquer comentário sobre o certame em causa, a EUC ou outra qualquer tuna participante no evento em epígrafe. Apenas me limitei a dizer ao Barão Vermelho que a resposta à pergunta que ele fez foi dada por ele mesmo antes ainda da questão feita.... por ele próprio. De resto, nem mais uma palavra minha, considerando, juízo de valor ou/e afins. Por força de tal, peço penhorado que não se coloque na minha boca opiniões/juízos de valor/whatever que não fiz, de todo. Porque não o fiz expliquei já na minha 1ª intervenção: Por regra só opino sobre o que sei, conheço e vi, para não arriscar a figuras menos próprias, digamos assim. Continuem, pois, com o vosso diálogo, certamente interessante mas não me envolvam em algo que, de todo, tenho a ver; não vi o certame, desconheço os seus critérios avaliativos, ou seja, não posso em consciência sequer opinar. Abraços a todos, esperando e desejando que não se volte a citar-me sem que para isso tenha dado algum motivo concreto e/ou objectivo.

Gato Preto

Caro J.Pierre, achei excelente a comparação com o Decatlo. De facto, essa prova de regularidade pode ilustrar bem o que é vencer sem deslumbrar. Mas, e pegando no exemplo em concreto, devo dizer que um atleta que vença 5 das 10 provas, dificilmente não chegará ao ouro. É a matemática. A soma das parcelas decidirá quem é o Citius, Altius, Fortius. Concordarás que outro que seja melhor em 2 de 4, embora mantendo a mesma percentagem face ao das 5 em 10, aumenta as suas probabilidades devido ao que deixa para os outros. Foi esta a razão pela qual escrevi o primeiro post desta diatribe. Depois é tudo uma questão de ideologia. Aquilo que tu possas relevar eu poderei elevar. Critérios, meu caro, pura e simplesmente. No meu caso o primado de uma actuação de uma qualquer Estudantina/Tuna assenta em pressupostos musicais. Ab inicium. Confesso que não sou muito apreciador de apresentações, graçolas, dichotes, teatradas, saltimbanquices, confeteis e estandartes que são trapinhos agarrados a um pau. A espinha dorsal de uma qualquer Tuna/Estudantina é a música. Se não foi por ela que se formaram, então o parto foi de forceps. Este é um dogma do qua não abro mão, nem abrirei. Abraço

joao Moura

a sua mensage Queria começar por congratular a TEUP pelo excelente festival que proporcionaram ao publico e a muito boa recepção a comunidade tunante. Queria também dizer que opiniões ha muitas e que nem sempre podemos estar todos de acordo, mesmo assim, não se deverá retirar o mérito a uma tuna que se apresentou numa grande forma e com um espectáculo bom, completo e com grande resposta por parte do publico. Como já foi explicado nem sempre tunas que se destacam em alguns pontos são a vencedora e estou certo que será esta a política mais acertada e que mais é usada nos festivais. Ainda de lembrar que nem todas as tunas são iguais ou se regem pelos mesmos princípios, se assim foce perderiam toda a piada. Congratulo por fim todas as tunas pelo excelente espectáculo e por terem tornado a escolha das melhores tão difícil, pelo menos para alguns. Cumps

R T

Em todo o caso -e porque não o disse na mensagem anterior - qualquer questão mais genérica que porventura possa existir e que não no âmbito especifico desta notícia sobre este evento, estou à Vª inteira disposição. Abraços!

J.Pierre Silva

Por partes, então, mais uma vez: Caro Barão Vermelho (nome que me transporta aos saudosostempos de adolescência em que lia as BD do Capitão América), Como espectador, tem toda a legitimidade de achar o que acha. Eu nem concordo nem discordo, pois não estive. E por isso me abstive de falar concretamente sobre isso. Se, por outro lado, nos considerandos gerais, acha serem muito confusos, chatos e complicados, pois é uma opinião sua que respeito, obviamente. Percebo perfeitamente que nem todos têm o condão de achar fácil o esforço intelectual de saber de muitas coisas sobre o fenómeno, achando, por isso, complicada a matéria, quando se aprofunda a coisa. Não percebo por que razão a Tuna da UCP não deveria estar a concurso. Pode explicar essa sua visão, pois não percebi os motivos que alega para tal. Caro Capacete, A EUC é uma instituição que muito respeito, mas uma coisa é questionar-me sobre aposição oficial da EUC sobre a matéria, e outra é a falta dessa mesma posição que transparece, consequentemente nos seus tunos a título individual ou em pequenos colectivos. Eu jamais afirmaria que a minha Tuna é uma rondalla, se a própria tuna e sua direcção (bem como suapraxise conceitos vividos e legados) dissesse que não o era. Os tunos são expressão da tuna, eo que afirmam, a estar errado, já deveria ter sido clarificado. Por outro lado, parece que é o meu amigoa confundir algumas coisas. A questão do inglês, clarinetes e afins (baterias, bombardins, etc.) foi levantada para contrapor a uma afirmação feita pelo Diogo Carvalho, sobre o "tradicionalismo que é uma tuna", acusando a cat´lica de não o seguir. Não percebi, pois, a pertinência, dado que não foi aqui explicitado a razão dessa acusação, quando temos tunas a que ninguém aponta o dedo, quando no entanto enverdam precisamente por sair do formato. Não afirmei que tal sucedeu neste certame, que a EUC ou outra qualquer cantou em inglês, croata ou tocou com carilhão. Ma so facto é que seja em regime de excepção ou pontualmente, quando temos uma EUC a entrar por esse caminho, mesmo que excepcionalmente, não acho poder servir estoicamente representar o paradigma da tradição. Só isso. Aliás, jamais afirmei que esses desvios fossem regulares (em lado algum o afirmei, certo?). O facto é que já o fez, logo não julgo que o Diogo tivesse utilizado um bom termo comparativo, e muito menos sido feliz, ao levantar a questão do tradicionalismo (que eu não levantei, note-se, mas a que apenas respondi, genericamente). Concordo consigo que o estandarte da EUC é realmente um estandarte - preferível no seu agitar lento e característico do que os muitos malabarismos com bandeiras do circo chen a que vamos assistindo. Quanto ao resto, jamais me viu defender que a musicalidade não era importante ou que o era menos do que o resto. Tudo nas devidas proporções. O facto é que o espectáculo de uma Tuna não é apenas música: é principalmente, mas não apenas. Jamais aceitaria que uma tuna inquestionavelmente superiro em termos musicais fosse preterida pro uma cujas únicas valias são artes circenses e scketches. O espectáculo cénico e visual deve estar em conformidade com o musical e ser um adorno potenciador, jamais substituto. Não seio que se passou no Porto. O que tenho vindo a falar é sobre apreciações e conceitos genéricos: questões de princípio. Até dou de barato que a EUC tenha sido injustiçada (não seria a 1ª vez : lembro-me, há uns largos anos, em Viseu, onde isso sucedeu). Sou contra o show-off também, mas não me comprometo pelo estrito âmbito musical - isto, pelo menos, se o certame não se resumir ao palco. Caro Capacete, jamais me viu admirado po ruso de comparações futebolísticas. acho-as até engraçadas, e pro vezes bem empregues. O exemplo do decatlo, para explicar o princípio pelo qual é possível ganhar sem vencer prémio específico parece-me muito ajustado. Venha um dia ao CITAV e verá o que é valiar a sério, com toda a transparência. Mas, obviamente, foi apenas um exemplo de uma possibilidade, nuam questão de princípio. Não sei como foi desenhado o Portuscalle e como foi o certame, pelo que nem sequer está em causa se isto se aplica seja a que tuna que lá esteve. Como disse, não são os resultados que estou aqui a discutir - jamaiso faria, porque nem estive sequer (sou chato, mas não sou estúpido). Se a EUC não ganha há 13 anos, teremos também de anuir que aluns desses 13 foram uma travessia no deserto e que só mais recentemente a EUC "reapareceu" ao nívela que nos tinha habituado no passado. Estranho não ganhar? Claro, também acho, mas porque não tenho dados para suposições inócuas, também não vou já deduzir que existe uma malapata ou qualquer "compadrio" nacional contra a EUC. Como disse já, o nome não é tudo. Nada disos retira a valia que hoje se reconhece à EUC. Apresenta, de facto, enorme qualidade, mas também não posos ajuizar porque há já muito que não vejo a EUC em certames e, por isso, nem sequer posso dizer se tem sdo, ou não, injustiçada perante as demais. Se me permite um último comentário, e em tom jocoso e bem dsposto: obviamente que fala a título individual, como todos nós aqui, masporventura seria, então, digo eu, deevitar usar, precisamente, o logotipo da EUC. Se o capacete é, aindapor cima, da direcção artística. pode sempre haver quem julgue que o que diz é o que oficialment alguém não quer dizer. Não veja isso como provocação, mas apenas um reparo feito sem belicosas intenções. Caro GatoPreto, Obviamente que podeser como diz. nem eu afirmei o contrário, apenas disse que era possível o caso que ilustrei (e que não é inédito). Se foi, ou não, o que aconteceu noPorto, não sei- nem sequer é isso que estou a discutir. Tanto poderia ser este certame como outro qualquer - até porque a questão não é nova. Abraço a todos!

Tiago Nogueira

Penso que há algo de muito positivo no meio disto tudo. Conhecendo todas as tunas que estiveram a concurso bastante bem, esperava que tivesse sido um bom espectáculo. Para se levantarem questões desta natureza, penso que, então, deve ter sido um espectáculo óptimo. Só assim se justifica que possam existir tantas discussões sobre quem deveria ganhar. Gostava de lembrar que a EUL e a Azeituna, tunas com muito valor, também, não ganharam prémio algum e não acredito que tenham decepcionado ninguém, ainda assim. Com isto tudo, tenho pena de não ter podido estar presente. Fica para outra oportunidade. Cumprimentos a todos. Adémia - TMUC

R T

Gostaria somente de - e de uma forma genérica e abstrata - citar o meu bom amigo Gato^Preto, naquela que para mim é a frase mais importante de todas as intervenções aqui. Cito-o: "Quando aceitamos um convite para ir a um Festival, já deveremos saber onde vamos." (fim de citação). Forte abraço a todos!!

Gato Preto

Cara Maria Perestrelo, permita-me só uma pequena correcção. Segundo as informações devidamente confirmadas pela EUC, esta encerrou a sua prestação no Portuscalle 10, não com o tema que refere "Estudantina Passa", original do grupo da autoria dos seus membros António Vicente e Pauço Saraiva, mas sim com o tema "Numa Noite de Luar" igualmente original mas desta feita elaborado por Paulo Reis e Paulo Martins. Fica aqui a correcção e fico certo que pelo menos um dos autores vai gostar. Cumprimentos e continuação do bom trabalho.

R T

Ilustre Gato^Preto, obrigado pela correcção, que será obviamente feita de seguida no artigo. Aproveitando a maré de correcções, o nome da nossa colaboradora é Mara - e não Maria.... Abraços!!

Gato Preto

Caro R.T. peço que por mim peça desculpa à Mara. Calcule que a turvação já me ataca amiúde. Ela não perdoa, a idade. E, como deve imaginar, ainda sou do tempo em que Maria era um nome altamente partilhado. Um nome muito português. Eu próprio, e aqui me confesso, entreguei o meu coração a muitas Marias e continuo a dedicá-lo a outra. Talvez daí a minha infeliz adição do "i". Mas confesso que Mara também é um nome bonito e corresponderá à evolução de todo o processo nominativo, tão comum nas sociedades livres e progressistas. Um beijinho para a Mara e um caloroso abraço para si, meu excelso e vetusto amigo!

J.Pierre Silva

Queria aproveitar para saudar o facto da reportagem da Mara, fazerreferência aos componentes do Júri. Seria bom que esse exemplo começasse a ser seguido, de modo a fazer-se justiça e dar reconhecimento a quem avalia (pena não serem antecipadamente anunciados nos programas, como o fez recentemente a Tuna de Farmácia de lisboa, no livro/programa do seu XV TAFUL). Este exercício de transparência é altamente positivo, não apenas porque responsabiliza, mas serve de info para que se tenha a exacta noção de quem avalia e das suas competências para tal. Por outor lado, dá-se destaque a quem tem uma tão ingrata tarefa e que quase sempre carece de reconhecimento e "agradecimento" (porque ser jurado e estar sentado horas a fio não é pêra doce). Boa nota, pois, pelas notas.

R T

Ilustre Pierre: Os Colaboradores PTunas têm instruções para, sempre que possivel, indicarem a composição dos Jurados. Entenda-se sempre que possivel o facultar pelas organizações dessa informação, como é óbvio. Sempre que possivel assim será feito, indo ao encontro de sugestões das "massas" leitoras assíduas ou sazonais deste Portal. Fica a informação. Pedia, já agora, que em comentários a notícias se fosse o mais sucinto possível pois o formato técnico destes comentários não é favorável - como o do fórum é, p.ex. - à leitura de textos extensos. Se assim se quiser, transporte-se um debate aqui tido para o fórum, sem problema algum. Obrigado pela atenção!

R T

Ilustre amigo Gato^Preto, certamente que as suas doutas palavras serão atendidas superiormente ou não fosse o nome Maria um ícone ele mesmo de portugalidade... Abraços!

Menina Kati

Meus amigos, o que interessa é participar que todos se divirtam quer em palco quer durante o festival! Vamos deixar de lado as "lavagens de roupa suja" principalmente relacionadas com prémios e prestação das tunas em palco! Já todos sabemos que isso só tráz picardias, o que não é nada saudável. Além disso, o júri decidiu, está decidido! Saudações do coração das beiras

Barão Vermelho

Como se diz na gíria "já se perdeu o fio à meada", nas tudo bem. Já dei a minha opinião, continuo a ter a mesma convicção, já são águas passadas e siga para o próximo festival! Caro J. Pierre Silva, a si nada mais lhe tenho a dizer. Já sabemos que tem o dom da verdade e da razão... Deixemo-nos de demagogias! Se não esteve no evento continuo sem perceber porque tanto clama... mas, mais uma vez, tudo bem! E mais não digo!

J.Pierre Silva

Caro Barão, Se tiver, pelo menos, o cuidado de ler as coisas com atenção, verificará que não demito qualquer juízo ou considerando sobre os resultados do certame, reparando, igualmente, que foi sobre outras questões que me debruçei e que nem são exclusivas (longe disso) deste festival. Uma coisa é certa: parece-me demasiado pueril da parte de alguns tunos já com alguns anos disto, virem aqui "espernear" e fazer processos amuativos de intenção só porque não conseguiram o brinquedo. Que fossem outros tunos a opinar, com toda a imparcialidade..... , mas os próprios a virem levantar questões de compadrio......... Que tenha sido injusta a taribuição de prémios, até dou de barato, mas daí a fazer birra...... num puto de 20 anitos ainda percebo, nos outros não. O Senhor é que vem tal madona ofendida dizer, muito claramente, que há um desconforto em atribuir grands prémios à sua Tuna (como se fosse um "complot" nacional, rematando, e paso sa citar, " Claramente houve compadrio neste festival.". Que dissese estranhar os resultados, que não percebe muito bem, que até discorda.......( mesmo sendo parte interessada e, por isso com visão parcial), agora os tipos deconsiderando que faz é que julgo que não abonaram a uma discussão sadia. Mas, como disse acima, não foram os resultados que moveram as minhas intervenções (se reparar bem), mas certos conceitos e "préjugés" sobre a atribuição de prémios, na generalidade. Abraço.

Morcelas EUL

"Much Ado About Nothing". Apenas tenho a lamentar não ter marcado presença no Portuscalle 2010 já que apesar da distância geográfica entre Lisboa e Porto a TEUP sempre me fez sentir em casa. Um grande abraço à malta da TEUP.

Gato Preto

Meus senhores, atenção aos equívocos. Respeito todos os nicknames dos participantes. Uns sei quem são, donde são e a que Tuna pertencem. Outros obviamente não. Mas atenção ao que veiculam. No caso a que me refiro, até poderá existir neste debate, alguém que eu conheça, que inclusivamente pertença ao meu grupo. Um há, pelo menos. Perfeitamente assumido. A outro está a ser-lhe atribuído uma sede que não sei se a ela pertence. Repito, "que não sei". Até poderá ser verdade, mas em nenhuma altura da conversa tal coisa foi-me dado a ver de uma forma clara. É que independentemente da liberdade de opinião individual, existe a responsabilidade de preservar a imagem do colectivo. Em concreto, não me revejo em opiniões e argumentos trazidos aqui, por alguém que está ser identificado com determinado grupo ao qual eu pertenço. Abraço.

Barão Vermelho

Caro J. Pierre Silva, digo-lhe com sinceridade: Já não há paciência! :( Adianto-lhe ainda que não tenho qualquer ligação com a Estudantina Universitária de Coimbra. É verdade que acompanho o Grupo há já muitos anos mas nada, a não ser o gosto pela música do Grupo, me liga a este. Como diz o Gato Preto "A outro está a ser-lhe atribuído uma sede que não sei se a ela pertence. Repito, \"que não sei\". Até poderá ser verdade, mas em nenhuma altura da conversa tal coisa foi-me dado a ver de uma forma clara. É que independentemente da liberdade de opinião individual, existe a responsabilidade de preservar a imagem do colectivo." Caso, pertencesse ao Grupo jamais poria a imagem do Grupo em causa. Esta é a minha opinião pessoal e a que prevalece. "Uma coisa é certa: parece-me demasiado pueril da parte de alguns tunos já com alguns anos disto, virem aqui \"espernear\" e fazer processos amuativos de intenção só porque não conseguiram o brinquedo." Caro J. Pierre, caro J. Pierre, mesmo que isto fosse verdade, a EUC já tem espólio suficiente. Cacos, esses há muitos! E mais não digo!

J.Pierre Silva

Caro Barão, Se não é, ou foi, da EUC, desde já o pedido de desculpas. Ofacto é que a forma como se pronunciou indiciou, desde sempre, essa ligação (pelo menos no que me foi dado a entender). Uma vez mais as minhas desculpas pela colagem que, afinal, não terá razão de ser. Quanto ao resto, mantenho a firme convicção que há formas menos acirradas de discutir resultados. O modo como teceu os considerandos que refiro me pareceram, e parecem, algo exagerados e pouco simpáticos pelas suspeições que levantam e pela ideia de "malapata encomendada". Como sempr eo disse, jamais discutr a justeza dos resultados do Portuscalle. Como não estive, não o posso fazer, obviamente. Mesmo que estivesse, e concordando com a sua visão e apreciação (legítima), jamais me passaria pela cabeça fazer o tipo de acusações que faz. Só lamento, no meio disto tudo, até por curiosidade, é que a pessoa que opinou sobre a tuna vencedora não ter explicado por que razão não deveria ter estado a concurso. Uma coisa eu gosto: franqueza e honestidade. Podemos esgrimir argumentos, podemos até degladiarmo-nos em sã picardia..... mas custa-me que alguns teçam considerandos sem depois os justificar. Mesmo não concordando consigo, na forma como apontou o dedo (compadrios e afins), caro Barão, pelo menos reconheço-lhe a frontalidade de explicar o que pensa e de debater com elevação. Já o senhor Diogo Carvalho, parece ter-se escusado a explicações que, porventura, não saberia dar. Cump.

V Scientiphicus
Notícia 0/5 (0 votos)

V Scientiphicus...

V Scientiphicus...

ler mais

Miguel Afonso

ESTUDANTINA DE BRAGAAAAAAAAAAAAA!!! Malta, queria deixar os parabens á organização, ao publico, e aos meus camaradas da estudantina!! Porto vive sem a estudantina mas depois deste festival ja n á a mesma coisa :)

Magi Matraka

Já agora uma pequena retificação... Na 1ª noite, dia 22, também estiveram a concurso a Tuna Maria e a Tuna Cavaleiras de Sellium. E os prémios que faltam são: Cantigas da Rua - Legislatuna Tuna mais Tuna - Cavaleiras de Sellium

R T

Já está rectificado, cara Magi Matraka. E pedimos obviamente desculpa pela nossa falta. Jokas!

Magi Matraka

Obrigada =) não são necessárias nenhumas desculpas... era só para que ficassem registadas todas as tunas das meninas que contribuiram para a festa! Tivesse eu passado menos tempo no bar e se calhar tinha informações mais úteis para deixar aqui! ;) Beijinhos

Infantuna Cidade de Viseu de Luto
Notícia 0/5 (0 votos)

Infantuna Cidade de Viseu de Luto...

Faleceu António José Batista membro da Infantuna...

ler mais

R T

Que dizer??? Forte e sentido abraço aos meus Padrinhos....e força, amigos.

Xabregas "EAISEL"

Os mais sentidos sentimentos à familia, amigos e tuna.

D. Pichas

Sei bem o que é perder um membro da Tuna, um amigo. Já perdemos membros da nossa Tuna de forma trágica, pelo que compreendo o que os membros da Infantuna sentem neste momento. Resta-me deixar as condolências à familia, e uma palavra de incentivo à Infantuna. Pichas - TAUP-IDH

Denise Panamá

resta-me uma palavra de apoio a Infantuna, com quem cheguei a privar no fim de semana, e a família do Nobre Tuno. Que descanse em paz e muita força a todos.

Gato Preto

Os mais profundos e sentidos pêsames. Força.

Páginas: 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 14 15 16 17 18 19 20 21 22 23 24 25 26 27 28 29 30 31 32 33 34 35 36 37 38 39 40 41 42 43 44 45

Parceiros