Portugaltunas - Tunas de Portugal

CIRTAV 2011
Notícia 0/5 (0 votos)

CIRTAV 2011...

Reportagem e Comunicado da Organização...

ler mais

JModesto Real Tunel Académico

Leia-se instalaram em vez de "(...)instaram(...)".

Hugo Gonzalez *mimo*

Infelizmente noutros locais da web li varios comentários de desagrado em relação ao CIRTAV 2011, Pergunto eu que decisão tomariam numa situação destas as pessoas que teceram tais comentários... como Tuno e principalmente como amante de Tunas tenho que dar os Parabéns ao Real Tunel Académico pela dificil decisão bem como a todas as tunas a concurso.

R T

Caro Hugo, aquele abraço! Eu só vi comentários depreciativos apenas de um fantasma, pois ninguém sabe quem está por trás desse nome em causa. Aliás, fantasma esse que diz ser fã - e citei-a - e que para fã sabe mais do que a Irmã Lucia sabia quando estava viva. Enfim, adiante. Mas falando do essencial, apenas agradecer à Organização pelo acolhimento e dizer que, nestas coisas, não basta dizer que andamos cá para o convivio; volta e meia convém ser-se coerente e com isso focarmo-nos no essencial. Foi pena mas seguramente os mais penalizados com a situação foram os elementos da organização e da tuna organizadora. Forte abraço a todos!!

Sir Giga

Então cá fica mais um comentário depreciativo, mas que saliento ser de cariz pessoal. Não tendo estado lá, e assim se poder argumentar que não posso falar com a devida propriedade, não irei cair na tentação do politicamente correcto e saudar a organização por uma solução que, notoriamente, foi de desenrasque, o que não se entende por parte de quem já tem uma considerável experiência na organização de certames. Reconheço o quão difíceis são as contingências de organizar um evento ao ar livre, mas interrogo-me como se pode organizar um evento ao ar livre sem consultar a previsão meteorológica para esse dia? Como pode ser que, independentemente do prognóstico meteorológico, não houvesse um "plano B", ou ao menos um que fosse concretizável em tempo útil? Se no cartaz dizia haver um lugar alternativo, porque razão o mesmo não estava preparado? Já organizei eventos ao ar livre. Umas vezes o tempo ajudou, noutras recorreu-se ao plano B, accionado em tempo útil. É hoje dificílimo justificar que se não se previam as condições climatéricas e, consequentemente, que não pudesse estar tudo pronto para deslocar o local do festival. PS- Miminho, por ocasião do I FI, tínhamos um palco montado em frente à Capela nova ao qual não demos uso (que nos custou 1000€, na altura), ainda que não estivesse a chover de tarde. Isto porque, pasme-se, já naquela altura havia o boletim meteorológico (ainda que não acessível e actualizado 24h/dia online) e decidimos, e bem, deslocar tudo para a Aula Magna. Ou seja, não obstante estarmos em Junho, não ter chovido durante toda a semana (inclusive na tarde do 1º dia de festival), previmos a imprevisibilidade da Natureza. E essa, caro amigo, é sempre previsível...

R T

Ilustre Giga, como calcularás, não sendo eu advogado de defesa da Organização - e no caso - não me competirá seguramente fazer a mesma defesa. Contudo, ressalvo que e pela óptica do participante, a única coisa que lamentamos foi não ter podido fazer aquilo a que nos proposemos da melhor forma; quanto ao resto, nada a asinalar, fui bem tratado como sempre, a única coisa que mudou foi precisamente o local do espectáculo e não ter havido atribuição de prémios, no resto tudo rigorosamente igual ao de sempre. Compreendo pelo publico, seguramente, mas repito, a defesa cabe a quem de direito e se assim entender proceder. Pela óptica do participante - que no caso é a que me interessa - nada mais a acrescentar, até porque o fiz sentir junto de quem de direito, a seu tempo útil e da forma conveniente. Já me "choca" - ou talvez não - juízos de valor apressados, precipitados ou do cima da ignorância que fui lendo algures no FB, onde a preocupação foi apenas e só criticar negativamente e não no limite perceber-se o que aconteceu: é que uma coisa é o que os intervenientes no processo sabem e, por tal, dominam; outra é o que um simples potencial espectador do evento não sabe porque não tem de saber. Acho estranho que haja quem dizendo-se "do público", "espectador", "aficionado", saiba tanto ou mais (julgue saber, aliás) que a própria organização/participantes. Quanto ao que dizes do plano B ou C, a organização é que deverá responder porque razão não o acionou, não eu, tu ou quem quer que seja excepto a única entidade que o poderá fazer e no caso. Abraços!

R T

E não se tome o que vou escrever de seguida como uma desculpa e face ao que aconteceu, que não o é: Tomara alguns certames de tunas terem a coragem - e a capacidade - de perceberem que, e para o que fazem, mais valia de longe fazerem um encontro de tunas....

Luís Felgas

Meus caros… Interrogo-me se a indignação estará, maioritariamente, centrada no facto de se ter realizado o espectáculo, excepcionalmente, no local mencionado… Luís Felgueiras - RTAV

J.Pierre Silva

Caro Giga, De facto, mandaria a cautela, porventura, não correr riscos. Mas porque anteriormente se teve essa cautela e a previsão não se concretizou, certamente que a organização optou pr arriscar, dado que até praticamente à hora prevista, nada indicava um tromba de água como a que se abateu sobre a cidade. Uma coisa são aguaceiros previstos, intermitentes, outra é o que sucedeu e foi notícia nos telejornais e tudo (onde várias localidades do distrito forma fortemente afectadas). Que eu, pessoalmente, não teria arriscado, quiçá não, mas é fácil,, a posteriori, tecer prognósticos. Quando o plano B (auditório) tinha um limite temporal para ser solicitado, e o mesmo foi ultrapassado (porque estava um tempo ameno e que não indiciava temporal), percebe-se que a mudança súbita das condições tenha deixado a organização sem grande margem de manobra. Obviamente que o local escolhido é de recurso, que todos, a começar pela organização, sabem não ser o adequado a tunas, e,também por isso é que a vertente competitiva foi anulada (transformando-se o certame num encontro), continuando em regime informal e de salutar convívio. Foi uma solução de recurso, forçada, é certo, mas mediante as alternativas possíveis, aquela que todos acharam ser a melhor, dentro do mal menor. Se os protagonistas não se queixam, como se aceita que alguém, unilateralmente, venha falar de desrespeito pelas tunas e pelo academismo, pelo traje envergado ou pelo público? O que não se entende, de facto, é que haja quem se averbe unilateralmente de representante de massas ultrajadas, fale pelas tunas participantes, fale pela população e pelo público, atirando acusações de desrespeito, de dolosa infracção à comunidade tunante e ao espírito académico. Não se percebe a crítica e acusação gratuita de apenas uma pessoa que mais parece querer promover um movimento cívico a ver se pega, falando por dezenas de anónimos que não existem, ultrapassando competências, denegrindo terceiros, e tendo a presunção de falar por muitos, quando tal não é facto, não foi, nem será. Não me cabe o papel de me sobrepor à organização (eu que nesta edição nem pude estar, infelizmente), mas para os mais atentos ao FB, é fácil de perceber o que aqui digo. O CIRTAV não cumpriu o que pretendia, por motivos alheios à sua vontade, mesmo que se possa anuir que muitos de nós não teríamos corrido certos riscos, mas que se correram. Nesse ponto, Giga, até que tens alguma razão. Mas pergunto, afinal, quem foi mais penalizado com isso? Terá sido um qualquer fantasma que nem sequer foi ao Ice Club? Alguém que diz que o público foi desrespeitado porque não foi devidamente informado ou foi induzido em erro, apesar de esse(a) espectador(a) afinal saber da alteração e ter optado por regressar a casa? Haverá assim tanto dano pecuniário (num certame de entrada livre, diga-se) e moral a dever ao público? Se os protagonistas não tiveram essa reacção, antes se solidarizando (e mostrando grandeza tunante) com a organização, se não há registo de massas inquietas a querer imitar o Magreb ou os movimentos de contestação em Madrid e Paris, se não há razões, de facto, por que carga de água é que há quem presuma poder mandar certo tipo de bitaites de forma e conteúdo tão despropositados? Bem diferente, meu caro Giga, desta tua intervenção, onde apontas um dedo sem fazer crítica gratuita, sem atacar ou denegrir. E não acho que o fizesses, mesmo que tivesses ido propositadamente a Viseu ver o certame. Havendo falhas, tendo havido, porventura, um excesso de fé em S. Pedro, penso que não é razão, como alguém quis promover (por ressabiamento ou por interposto recado, não sei) para colocar em causa a idoneidade, credibilidade e respeito que merece o Real Tunel e o seu certame. Groupies e arrivistas são isso mesmo e nada mais subsidiam, nesta altura, do que animar aqui as hostes, numa época tão paradita (hehehe) Porque situação excepcional, obviamente que não pode servir de bitola. Para o ano haverá mais, mantendo a qualidade de um festival que é, por todos, reconhecida, na sua forma de bem receber e na seriedade daquilo que faz. Termino saudando os organizadores do V CIRTAV e todo o Real Tunel que, nesta altura, devem estar desalentados por tanto trabalho que foi literalmente por água abaixo. Forte abraço, Giga.

R T

Meu caro Felgueiras, e questionas muito bem, atrevo-me a dizê-lo até. Todas as tunas participantes, através dos seus legítimos representantes, anuiram em alterar o figurino do evento - antes de ser certame, encontro ou rave, é um evento de tunas - para um encontro. E anuiram previamente, ao que julgo saber, em reunião prévia ao espectáculo. Julgo que bastaria uma a não anuir nessa alteração e muioto provavelmente manter-se-ia o evento com carácter competitivo. Mais, até poderia - e porque consta do Regulamento até, aceite por todas as participantes e no acto da mera aceitação do convite (lá está, coisas que só os intervenientes sabem e aos mesmos dizem respeito) a Organização não consultar previamente as participantes, deixar correr o marfim tranquilamente e no final não atribuir prémio algum: Está previsto no Regulamento do CIRTAV tal hipótese. Ora, nem sequer foi isso que aconteceu. E muito bem, a meu ver. Abraços a todos!

J.Pierre Silva

Caro Felgas, Poderia até ser, mas pode ser mero pretexto, lol.

R T

Por ultimo, uma pequena reflexão: Não gostaria - eu pelo menos - que este CIRTAV ficasse na memória por - e num paradoxo sem qualquer precedente - se ficar a discutir prémios (ainda que veladamente) quando os mesmos, pasme-se...não foram sequer atribuídos. Seria, no minimo, um marco histórico na nossa recente actividade tuneril que em nada abona a nosso próprio favor. De todos. Quero acreditar que não, que é uma mera impressão minha....

Luís Felgas

Pela amizade, pelo convívio, pela amabilidade, pela compreensão..todas ganharam e assim sendo foram, de novo convidadas para o CIRTAV 2012...assim o queiram!

Tiago Nogueira

Gostava de começar por saudar o Real Tunel, lamentando que o seu Certame não tenha decorrido como mereciam. Azares acontecem. Aproveito para agradecer a hospitalidade com que nos receberam, em particular ao Modesto e ao Felgueiras, com quem tive oportunidade de passar mais tempo, durante o período do evento. De facto, podemos todos especular se na posição da organização teríamos corrido o risco, mas é fácil falar depois de ver cair a chuva. Pessoalmente, só tenho a agradecer a simpatia. À TMUC não faz diferença nenhuma o certame ter deixado de ser competitivo. Aliás, se quiserem manter o formato não competitivo, estou certo que só não repetiremos a ida a Viseu se não nos for possível. Logicamente, actuar no IceClub não é um paraíso, mas atendendo às circunstâncias foi uma forma agradável de pelo menos podermos mostrar um pouco do que tínhamos preparado, pelo que não tenho nada a apontar à solução encontrada. Resta-me, mais uma vez, agradecer a recepção e a amizade, e lamentar que as coisas não tenham corrido como o Real Tunel merecia. Quanto a nós, é um bom pretexto para regressarmos a Viseu no próximo ano! Muito obrigado, mesmo! Um grande abraço a todos e que apareçam por aí mais encontros de tunas, já agora! Não em discotecas, bem entendido! =:oD Boa música! Adémia (TMUC)

Faleceu Filipa Santos
Notícia 0/5 (0 votos)

Faleceu Filipa Santos...

Membro da Tuna Maria......

ler mais

R T

O PortugalTunas vem por este meio endereçar as suas sentidas condolências à familia e amigos da Filipa, bem como à Tuna Maria.

Vincent "25" "25"

Não posso deixar de, num momento como este, apresentar as minhas sentidas condolências a toda a familia e à Tuna Maria

Sir Giga

As minhas sentidas condolências aos familiares e amigos da Filipa. Que descanse em paz.

Nuno Fontes

Os meus sentimentos à familia, amigos e Tuna Maria

Mais Valia

é de lamentar a perda de alguém tão jovem, em meu nome e nome da In vinus Tuna de Mirandela, deixo desde ja as minhas condolências à familia, amigos e também a Tuna Maria, por tamanha perda. Um grande bem haja.

Luis Mário Gonçalves Martins

Querida Filipa, descansa em paz! Que o Amor, a Paz e a Luz de Deus, esteja sempre contigo. Só no dia 13 deste mês de agosto de 2012, soube da tua partida. Vives e viverás sempre, mas sempre no meu coração! Luis M.G. Martins

XIII FITAB
Notícia 0/5 (0 votos)

XIII FITAB...

Os resultados......

ler mais

Macieira .

A cartola é uma tuna??

Bruno Serra

http://rtub.alunos.ipb.pt

Menina Kati

Pois, Macieira, pelo menos eles dizem que não são!

Menina Kati

Pois, Macieira, pelo menos eles dizem que não são!

X Festa Ibérica
Reportagem 0/5 (0 votos)

X Festa Ibérica...

Todos os momentos de um grande Festival organizado pela Transmontuna......

ler mais

Pedro Miguel Sousa Marques Boda

Excelente Festival. desde já os meus parabéns. em nome da Tuna de Medicina do Porto, à Transmontuna pelo excelente Festa Ibérica. Quanto ao prémio de melhor original, no final da entrega dos prémios dirigimo-nos ao Magister da Transmontuna e devolvemos o prémio uma vez que o tema "Noites de Ronda" não é um original da Tuna de Medicina do Porto (apenas a letra é nossa). No entanto passados alguns momentos voltamos a encontrar o magister da Transmontuna que nos devolveu o prémio pois tinha havido um erro na entrega e o tema premiado com o prémio de melhor original foi "Conquista" esse sim original da TMP. Obrigado, Saudações Académicas.

Sir Giga

Uma correcção. De facto, a Tuna de Medicina ganhou o prémio de Melhor tema original, mas tal foi pelo tema "Conquista". Tal se deveu a um lapso na entrega do prémio.

R T

Parabéns à T.M.P. pela nobreza de carácter demonstrada; é que - infelizmente e no que toca à autoria de facto dos temas - não é de todo vulgar, 1º o assumir de facto e 2º indicar-se a real autoria dos temas que se interpretam quando são de outrem. Um exemplo, portanto, a seguir por todos aqueles que tocam temas da autoria de terceiros. Uma vez mais, parabéns Tuna de Medicina do Porto, pela postura correcta, elevada e frontal que tiveram! Bravo!

Menina Kati

A TMP, teve realmente uma atitude exemplar. Além disso, é de louvar que nos espaço de duas semanas em plena Queimas da Fitas do Porto, tenham participado em 3 festivais, e no final do 3º (Festa Ibérica), tenham saído de palco e continuado a animar as pessoas cá fora.

Maia TAUTAD

Só um pequeno reparo. "Transmontuna - Tuna Académica da UTAD", isto nao é verdade, Tuna Académica da UTAD é uma coisa, a Transmontuna, se nao me engano, é a Tuna Universitária de Trás-os-montes e alto douro. É diferente, mas nada demais.

Sir Giga

A designação correcta é "Transmontuna - Tuna Universitária de Trás-os-Montes e Alto Douro". Há uma ligação, de facto, à UTAD, mas a mesma é somente do foro afectivo, sendo a Transmontuna absolutamente autónoma de qualquer outra entidade, na sua génese e gestão. No entanto, as duas instituições têm vindo a colaborar recentemente, como aconteceu no último Festa Ibérica. É o desígnio da Transmontuna representar, além de si mesma, toda a região e a sua academia. Por inerência, poder-se-á dizer que representa a UTAD, mas nunca a nível oficial. E não tenho a certeza que o actual Reitor nunca tenha ido ao Festa Ibérica. Na condição de Reitor, é certamente a primeira vez que o faz, mas apenas porque apenas o é há pouco tempo. O seu antecessor é que era conhecido por deixar a sua cadeira sempre vazia, mas no 9º Festa Ibérica lá descobriu o caminho para o Teatro de Vila Real e apareceu na primeira noite. Algo que o G.A.I.J.U.S. aproveitou amplamente...

Pedro Miguel Sousa Marques Boda

Apesar de tocarmos a música "Noites de Ronda" desde a nossa formação e de esta ser o nosso hino ela não é de facto um original da nossa Tuna. Concordo plenamente com a opinião do RT e agradeço mais uma vez o elogio feito à nossa Tuna tanto aqui como no fórum. Quanto a esta semana de loucos que tivemos foi uma experiência incrível e nunca deixaremos de cantar e encantar por todo os locais que passemos..até que a voz doa!! Saudações Académicas.

Putin EAISEL

Gostava de agradecer à Transmontuna por nos ter dado a oportunidade de estarmos presentes em mais um fantástico (a todos os níveis) Festa Ibérica, assim como ao autor da Reportagem (5 estrelas). Já agora aproveitava só para fazer uma pequena correcção, a 1ª música dos Madredeus interpretada pela EAISEL chama-se "Vem" e não "Nem" ;) Grande abraço ao pessoal da Transmontuna e continuação do bom trabalho! Venha o XI! =D

Hugo Gonzalez *mimo*

Mais uma vez, desde que por motivos profissionais fui obrigado a afastar-me da familia TransmonTuna, não consegui estar presente, mas o relatório foi-me todo feito por amigos(as) presentes. Continuem com o bom trabalho amigos ...maninhos

XXIV FITA: Todas as incidências
Reportagem 0/5 (0 votos)

XXIV FITA: Todas as incidências...

Num Coliseu quase cheio.......

ler mais

Luís Magalhães

Obrigado à PTunas pela cobertura do evento. São sempre bem-vindos ao festival! E para o ano com certeza irão haver novidades, visto tratar-se da vigésima quinta edição.

R T

De todo, meu caro, o PTunas é que agradece a disponibilidade e cordialidade das várias organziações do FITa e ao longo dos anos para que possa desenvolver o seu trablaho que, afinal, é em prol de todos nós. É para nós o fundamental, assegurar as melhores parcerias possiveis que possibilitem a informação. Uma vez mais, muito obrigado!

VII CITADÃO
Notícia 0/5 (0 votos)

VII CITADÃO...

O resumo completo de mais um grande festival organizado pela Tunadão...

ler mais

XXVI Semana Académica do Algarve
Notícia 0/5 (0 votos)

XXVI Semana Académica do Algarve...

Comunicado Versus Tuna...

ler mais

O Conquistador

Caros Amigos: aplaudo de pé a dignidade da vossa postura, tanto no que ela significa para a vossa tuna em concreto como para a defesa de todas as tunas. Bem hajam. Parabéns, força e BOA MÚSICA!

R T

Um comunicado com cabeça, tronco e membros, sem dúvida. Não posso, até por isso mesmo, deixar de me solidarizar com a Versus Tuna e endereçar daqui um forte abraço de amizade e profundo respeito pela atitude mais do que digna que tomaram. Abraços a todos!

Páginas: 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 14 15 16 17 18 19 20 21 22 23 24 25 26 27 28 29 30 31 32 33 34 35 36 37 38 39 40 41 42 43 44 45

Parceiros