Portugaltunas - Tunas de Portugal

Lello Avelino

Trobadorum Musicae

Caros amigos, tal como prometido há alguns meses, aqui fica a novidade.
Os Trobadorum Musicae vão estrear-se em palco pela primeira vez, no Encontro de Tunas promovido pelo ROTARY CLUBE DE ERMESINDE, no próximo sábado à noite,13 de Março, pelas 21h00, no Forum Cultural de Ermesinde.
Desde já agradecemos a todos o vosso apoio e presença.
Saudações Tunantes.

 

[ordenar tópicos dos mais recentes para os mais antigos ] [voltar aos tópicos principais] [responder a "Lello Avelino"] [mostrar fórum em arvore] [denunciar abusos]

Lello Avelino
responde a Lello Avelino:

Por razões que nos transcendem por completo, no cartaz do dito encontro de tunas e precisamente no nosso nome, que para além de se encontrar mal escrito, resolveram colocar que somos a Tuna Masculina da Universidade Lusíada.
Queremos frisar que não somos nem temos qualquer ligação com essa universidade, nem com qualquer outra. Somos uma Tuna académica, mas não universitária, uma vez que os membros que a compõem são de diversas origens. Assim sendo, o Rotarac Club de Valongo, (que as informações que possuíamos era que este encontro seria realizado pelo Rotary Clube de Ermesinde, que também existe)para além de nos chamar Trovadorum Musicae, em vez de o correcto "TroBadorum Musicae" ainda nos quer atribuir Universidade...
Esperamos que o assunto seja esclarecido na devida altura, ou então começamos bem....
Saudações académicas.

 

[responder a "Lello Avelino"] [denunciar abusos]

R T
responde a Lello Avelino:

Antes de mais e de tudo, sejam Bem Vindos e que muitos sucessos alcançem neste Negro Magistério mantendo sempre a Nobre Tradição!

Apenas uma questão/reflexão gostaria de deixar e no seguimento de uma frase acima que supostamente distingue uma Tuna Académica de uma Tuna Universitária - pelo menos assim o entendi.

Citando o Dr. Jean Pierre no seu - excelente - blogue, deixo as seguintes palavras insertas no mesmo, que eu corroboro por completo porque absolutamente correctas e objectivas: "Seja como for, é tão "Académica" a Tuna composta por estudantes, como a composta só por antigos estudantes (ou maioritariamente composta por estes últimos), aliás porque o termo "Académica" não diz respeito apenas a estudantes (englobando a noção geral de estudo, os docentes, o contexto, o próprio património físico e imaterial). O mesmo dizer das "Universitárias", embora, neste caso, 2 condições sejam imperativas para o seu uso: ter alfobre universitário e ter elementos que frequentam, ou frequentaram, uma Universidade - isto porque a denominação "académica" tanto se aplica ao ensino superior como ao restante ensino, ao contrário do termo "Universitária" ou " Politécnica".

É que a distinção feita não é em rigor correcta e face ao dito acima. Se composta por estudantes universitários exclusivamente então pode ser Académica mas é sempre Universitária; já uma Tuna Académica em claro rigor pode não ser exclusivamente composta por estudantes universitários, como o Dr. Jean Pierre clara e cabalmente afirma e que corroboro por completo, alicerçada que é factualmente pela História a distinção entre Académica e Universitária. Não sendo um preciosismo pode induzir em erro a incorrecta interpretação dos termos em questão.

O uso do termo Académico/Académica numa tuna é da viragem do século XIX para o de XX e precisamente não significava a exclusividade de estudantes universitários na sua composição, antes composta também mas não só por estudantes universitários. Resgatou-se no "boom" dos anos 80/90 o termo muito por força do ressurgimento das Tradições Académicas (cá estará porventura a confusão, direi eu) e da Praxe Universitária, que também elas resgataram a Tuna como forma de expressão das mesmas. Mas note-se que uma Tuna pode não ser sequer universitária, basta ver exemplos das tunas populares, tunas de freguesias, tunas de liceu. Se uma Tuna é composta exclusivamente por universitários e ex-universitários então a mesma é uma tuna universitária, em claro rigor; se não, não o é, podendo ser popular, liceal, popular ou também académica. Pode uma tuna universitária ser também académica - atente-se às denominações p.ex. de várias existentes, a começar logo pela Tuna Académica da Universidade de Coimbra (TAUC). A Tuna Académica do Porto de idos de 1890 não era composta exclusivamente por estudantes universitários - tal só ocorre em 1937.

Peço porventura perdão pela extensão do post, mas parece-me pertinente clarificar os termos em questão e suas concretas aplicações, ajudando assim a descodificar equívocos, como p.ex. os que ocorrem entre os termos Tuna e Estudantina, que basicamente, em Portugal, são a mesmíssima coisa e querem dizer rigorosamente o mesmo; na viragem do Século XIX para o de XX os termos eram usados indistintamente para se reportarem ao mesmo grupo, conforme comprovam alguns jornais e relatos da época (Tuna Santiaguesa ou Estudiantina de Santiago eram precisamente o mesmo grupo, por exemplo e assim sucessivamente e também em Portugal o foi).


Espero, de alguma forma, ter sido útil. Fica a reflexão.


Abraços e votos de uma longa e feliz actividade no Negro Magistério!


 

[responder a "R T"] [denunciar abusos]

R T
responde a Lello Avelino:

Renovo o pedido de desculpas acima feito pela extensão do post, bem como renovo os meus votos de melhores sucessos.

Abraços.

 

[responder a "R T"] [denunciar abusos]

Parceiros