Portugaltunas - Tunas de Portugal

J.Pierre Silva

Manifesto Tunante

Ele aí está.
O(s) seu(s) autor(es) não é(são) conhecido(s), mas importa a mensagem constante.
Apesar de ser uma extensa declaração de princípios, deve merecer enorme atenção de todos.

Esperamos que possa, também, meter algum juízo nas 3 tunas que, neste momento, e comprovadamente, roeram a corda.

O Manifesto aqui: manifestvm-tvnae.blogspot.com/2011/10/manifesto-pela-salvaguarda-da.html#comment-form

Quem nele se revir; quem é Tuno, de facto, e recusa ingerências descabidas que visam abrir fraticidas guerras entre tunos e Tunas.......pois subscreva.

 

[ordenar tópicos dos mais recentes para os mais antigos ] [voltar aos tópicos principais] [responder a "J.Pierre Silva"] [mostrar fórum em arvore] [denunciar abusos]

J.Pierre Silva
responde a J.Pierre Silva:

Entretanto, uma das Tunas denunciadas, deu sinal de vida para, segundo a mesma, demonstrar solidariedade para com as suas congéneres da Portucalense, alegando que a sua recusa não se prende com pressões praxísticas, embora não nega a existência dessas mesmas pressões, afirmando, igualmente, que as Tunas se véem na contingência de tomar decisões contra a sua vontade.

Pena é que a suposta vontade contrafeita dê a ideia de falta de vontade e, de certo modo, de falta de verticalidade tunante.

V. comentários em notasemelodias.blogspot.com/2011/10/notas-de-denunica-parte-ii.html

 

[responder a "J.Pierre Silva"] [denunciar abusos]

EUC_Capacete
responde a J.Pierre Silva:

Tentei subscrever o documento. O comentário ficou para aprovação. Entretanto já vi alguns comentários aprovados, pelo que peço que aprovem o meu ou caso não tenha dado entrada que me comuniquem para o publicar novamente.

Cumprimentos

 

[responder a "EUC_Capacete "] [denunciar abusos]

R T
responde a J.Pierre Silva:

Boa Tarde.

Depois de ler a resposta dada por uma das Tunas Femininas no blog "Notas & Melodias", por momentos fiquei a perceber como se faz um discurso "politicamente correcto" onde, dizendo-se muita coisa se acaba, concluí-se, por não responder a questão alguma.

Fiquei na mesma, confesso. O que mantém a mesma tuna na mesma situação anterior ao que "politicamente correcto" escreveu.

Sabemos que dizer nada escrevendo muito é uma Arte. Mas não é esta a Arte que a Tuna é e tem.

Aguardo.....

 

[responder a "R T"] [denunciar abusos]

J.Pierre Silva
responde a R T:

Tal como já o disse, e para quem nada teme e não quer a sua imagem manchada, qualquer Tuna que, de facto, não pôde aceitar o convite da Portucalense deveria, de imediato, para não deixar dúvidas, manifestar a sua posição quanto a esta questão.

Ora, até ao momento, e no caso da TeSuna, só respostas pouco claras, mas nenhuma subscrição ao Manifesto Tunante ou declaração pública e inequívoca (no seu Facebook, por exemplo, ou aqui no pTunas) de repúdio contra a ingerência da Praxe.

Isso, para mim, e para já, é esclarecedor.
Os actos sobrepõe-se, neste momento, às desculpas dadas!

 

[responder a "J.Pierre Silva"] [denunciar abusos]

R T
responde a J.Pierre Silva:

Queira-se ou não, há medo. E é nesse medo, instigado, acarinhado, regado com uns berros dos "Senhores da Praxe" que assenta muita coisa, não sejamos ingénuos.

No entanto, esse medo - que não deve existir porque estamos aqui, todos, a malta das tunas, para o que der e vier, como já está mais do que claro! - não pode servir de justificação para trair, para saltar fora, para alinhar com esta "paródia", excepto numa de duas circunstâncias: Ou se está claramente a favor do dito pelos "Senhores da Praxe" - e não se trata aqui de medo mas antes de convicção e acordo com os mesmos na matéria de facto - ou então esse medo é tão puramente justificável a ponto de levar uma Tuna a alinhar nisto.

No 1º caso, basta que quem alinhe por convicção se ASSUMA. No 2º o caso é bem mais grave porque PROVA que o medo é o bastão que gere a Praxe, hoje.

Não tenham medo. A sério que não. Tenham medo antes e sim de..ter medo; porque quem tem medo a ponto de fazer aquilo em que NÃO ACREDITA então não vive de forma digna. Anda para aí, aos tombos, a fazer o que outros querem. Uma triste existência que, afinal, de VIDA nada tem. Totalmente sem sentido. Desprovida de carácter, amor próprio e convicção. Para isso mais vale de facto ser-se eternamente praxado.

Julgava tal não ser possivel em pleno Século XXI. É triste que haja quem vá contra o que é natural, óbvio, o correcto, a sua convicção, apenas porque alguém "MANDOU" e sem mais delongas. Não há nada pior que uma cobardia excepto uma cobardia imposta por terceiros. Quem caí nisso não merece ser, sequer, estudante universitário. Sequer.

Abraços, na convicção de que tudo tem remédio e todos/todas vão a tempo de voltar atrás. A não ser que NÃO queiram fazê-lo por convicção - outros "500".

 

[responder a "R T"] [denunciar abusos]

R T
responde a R T:

Reflictamos todos, principalmente as Tunas que caíram e/ou cairão nisto:

Olhem bem para o que é hoje a Tuna em Portugal. Pensem que, ao tomarem tal decisão de "alinharem " - seja porque razão seja - nesta "paródia", o que sobra é infinitamente maior do que a opção que tomaram/tomarão. O que renegam é infinitamente maior e melhor do que a escolha - imposta ou não, é-me igual - que acabaram por fazer.

Quem alinhou/alinhar nisto vai pagar uma factura. Enorme. Maior do que possam porventura imaginar. Não vale a pena, por muito que me custe tal discurso, negar tal. Pior, deixarão triste legado a quem vos suceder na vª própria Tuna. Para lá da vergonha.

 

[responder a "R T"] [denunciar abusos]

O Novessetum
responde a R T:

Permite-me acrescentar o seguinte...

A tempestade vai passar... passa sempre!!! E no fim, quem vai ficar com as mãos manchadas são as Tunas que estão alinhar nesta paródia.

 

[responder a "O Novessetum"] [denunciar abusos]

R T
responde a O Novessetum:

Ora nem mais. Até por isso é que, de facto, é um tremendo disparate alinhar por fora.

 

[responder a "R T"] [denunciar abusos]

Gato Preto
responde a R T:

Quanto a isso, não restam qualquer tipo de dúvidas.

Quem deixar alguém para trás por questões que excedam o Universo tunante, pode ter a certeza que terá que nadar atrás do barco.

Sejamos claros. É que o cais é aqui tão perto...

 

[responder a "Gato Preto"] [denunciar abusos]

R T
responde a Gato Preto:

Precisamente.

O que nos faz derivar em outra questão:

Já li algures insinuações da parte de alguém - anonimamente e no caso - que a simples denúncia da situação, com nomes aos bois, acaba por ser a mesma denúncia um colocar de tunas contra tunas. Qualquer coisa como "mate-se o Carteiro!" (pode ser aquele, o que surge das nove prás dez...) ou em versão mais rebuscada "só nós dois é que sabemos, guitarra toca baixinho, nem ás paredes confesso".

Santa Tecla nos valha e nos dê força para teclar o...óbvio:

Das duas uma, ou se trata de mais uma pueril parvoíce - que não distingue a beira da estrada da Estrada da Beira - ou é uma manobra de excelente parvoíce pacóvia para dispersar atenções face ao assunto substantivo. Aposto que quem diz tal disparate ou é um(a) chavalo(a) a precisar de uns tabefes da vida bem dados ou então faz parte de uma das 3 tunas(?) que alinhou nesta paródia...

Ou seja, resumindo a "teoria": O Tone dá um tiro no irmão Manel. O Quim assiste a tudo e conta à malta toda da paroquia, naturalmente. Para a família do Tone o assassino é....o Quim, ora pois claro, esse facínora, meliante e desbocado que, se não fosse ele, ainda hoje o Tone estava aos abraços ao Manel. Bestial. Não fosse coisa de besta. E das quadradas.

Colocar o ónus desta questão na publicidade do acto grave cometido é de uma parvoíce, parolice, chico-espertice atroz, que nem sequer é digna de gente de bem, que fará de um Tuno.

Fizeram-nas? Atravessem-se!!! Simples!!! Chama-se a isso...crescer. Atirar as culpas da bosta que fizeram aos que denunciaram a mesma bosta por vós feita não cola, não pega, é absurdo, nem caloiros fazem tal. Querer dizer mais, afirmando que quem colocou a "boca no trombone" é que está a dividir as Tunas só diz da falta de carácter de quem o fez. E claro, é mais uma factura que vão pagar.

Abraços & Beijos!

 

[responder a "R T"] [denunciar abusos]

EUC_Capacete
responde a R T:

Meus caros:

Eu sei que as "Ondas do Douro" estão transformadas na Praia Supertubos. Mas por favor atendam ao pedido que vos fiz humildemente. É que, nesta espécie de "vírus", tenho para mim que os glóbulos brancos nunca são de mais!

Abraços

Capacete

 

[responder a "EUC_Capacete "] [denunciar abusos]

R T
responde a EUC_Capacete :

Caro amigo Capacete, que pedido formulaste, que me está a escapar algo....??

Abraços!

P.S.- Palpita-me que as "Ondas do Douro" vão, afinal, transformar-se nas "Calmas Águas da Foz", não sem antes - e esperando que não sincera e frabncamente - poder transformar-se nas "Marés Vivas da Afurada"....

Abraços!

 

[responder a "R T"] [denunciar abusos]

O Novessetum
responde a R T:

A mim parece-me mais um fado... olha, o fado do 31.

É p'ro fado nacional
P'ro pagode e p´ro banzé
Como este não há nenhum,
Tudo bate em Portugal
Oh larila ó pistaré
O fado do 31.

À porta da Brasileira, 2 tipos encontram dois
Juntam-se os 4 e depois lá começa a cavaqueira
Agrava-se a chinfrineira, vai aumentando o zum-zum
Vai pum, arrebenta de boom.
Depois e agora vereis
24 e 26, 29 e 31.

Ai, ó larilólela, como este não nenhum
Tudo bate em Portugal, o fado do 31
Ai, ó larilólela, como este não nenhum
Tudo bate em Portugal, o fado do 31

Um homem que quer sarilhos
Por um motivo qualquer
Discute c'o a mulher e dá porrada nos filhos,
E a sogra nos mesmos trilhos, p'ra não ficar em jejum
Leva depois um fartum.
Desata tudo ao biscoito
24 e 28, 29 e 31.

 

[responder a "O Novessetum"] [denunciar abusos]

EUC_Capacete
responde a R T:

Caro RT:

Como em todas as tempestades, a seguir vem a bonança. E na Academia do Porto vai-se fazer história (independentemente do número de "mortos" e dos "custos" do "armamento"). Eu fui dos primeiros a subscrever o manifesto, mas para espanto meu não aparece lá o meu comentário. Mas como o material tem sempre razão e antes que me matriculem à força num curso de informática na "óptica do utilizador" (aqueles que ensinam os avós perguntar pelas chaves do carro no mural do Facebook dos netos) vou repetir o processo!

Aquele abraço


Capacete

P.S:: Novessetum, não me parece que estes tiranetes saibam cantar à desgarrada, mas agora que a puxaram vão ter que se aguentar "à bronca". Até logo!

 

[responder a "EUC_Capacete "] [denunciar abusos]

O Conquistador
responde a EUC_Capacete :

Caros Gato e Capacete:

ou hoje à noite ou amanhã a gente encontra-se para um abraço e um copo.

Abraço e

BOA MÚSICA!

 

[responder a "O Conquistador"] [denunciar abusos]

R T
responde a O Conquistador:

Bom dia.

Denota-se e com praticular regozijo o eco que teve este Manifesto principalmente junto de históricos "Jurássicos" da tuna no Porto, conforme se pode constatar pelos subscritores e isto sem menosprezo seja por quem seja que se tenham, igualmente, unido a este documento.

Afinal, estão atentos muito0s que se julgavam "noutras andanças". Afinal, todos comungamos da mesma cartilha. Afinal, há união entre quem sempre a promoveu e em melhores condições históricas se encontra para a continuar a promover. Afinal, há História viva na Tuna portuense -e não só escrita e/ou documentada.

Continue-se, pois, na mesma senda.

Abraços a todos!

 

[responder a "R T"] [denunciar abusos]

R T
responde a R T:

"A vida está cheia de uma infinidade de absurdos que nem sequer precisam de parecer verosímeis porque são verdadeiros." - Luigi Pirandello


Depois do contido no JN do passado dia 19 - ver www.portugaltunas.com/index.php?s=forum&forumid=1&id=31519 - eis que temos, entretanto, uma espécie de Volta à Academia em Bicicleta, com prémio de montanha na Srª da Areosa e tudo o mais. Ora vamos por partes:

1º) A peça do JN de 19 de Outubro.

2º) Uma suposta noticia que nos dá conta da mudança de Dux na Academia - www.praxeporto.com/?p=295#comments - indicando quem será o sucessor.

3º) Continuando a pedalar por esta montanha íngreme e secreta que é tudo isto, a dado passo chego a esta meta volante: esgotoffup.blogspot.com/

4º) Já na descida anterior, chego mesmo ao fim e tenho um artigo que fala do novo "Camisola Amarela" e depois deixa este link absolutamente delicioso:

sigarra.up.pt/ffup/ALUNOS_GERAL.formview?p_cod=950601111


Estamos mais do que conversados, pois. Nem vale a pena dizer mais nada, entre tanto corta mato pelo meio do monte só para chegar 1º ás metas volantes e até ganhar a "Volta". Já nem quero falar, na etapa 3 acima, do que lá está escrito e decorre do que é pelos vistos, factual. A etapa 4 diz tudo.

Querem um conselho? Corridas de "bicla" destas mas feitas com tanta aldrabice são casos de policia. Assim serão tratados se continuarem a tentar chatear a malta.

Abraços.

 

[responder a "R T"] [denunciar abusos]

Sir Giga
responde a R T:

Já é oficial? Ainda ontem ouvi falar no festival da Vibratuna que o Américo se tinha afastado e dado lugar ao dux de farmácia, e na altura até duvidei.Mas agora já há mais que uma fonte a confirmar isto...

 

[responder a "Sir Giga"] [denunciar abusos]

R T
responde a Sir Giga:

Ilustre Giga;

Não sei se é "oficial" ou "não-oficial" e sinceramente estou-me a *agar de alto para tal questiúncula. O que sei é que oficialmente, por aqui, quem se diz ser o que diz pelos vistos não pode sê-lo, de todo, pois é o que manda a Praxe, by the way. Ou se está inscrito ou então....."foste!". Simples.

O resto é-me completamente indiferente; não gosto de "voltas à Sr`da Hora em bicicleta".

Ultima reflexão: tristes de espírito são os que alinham nisto; é que, para somar ao que de mau já era, ainda temos esta paródia a tornar tudo isto ainda mais degradante. Fiquem, pois, a zurrar, sozinhos - mas inscritos na universidade, vá.....

Abraços!

 

[responder a "R T"] [denunciar abusos]

R T
responde a R T:

Finalmente e dedicado a quem nunca cantou um Fado - porque não sabe, sequer....



"ò és tão lindoooooooooooo...."

 

[responder a "R T"] [denunciar abusos]

Walter Lego
responde a J.Pierre Silva:

Alguém me sabe dizer se o blogue com o Manifesto tem vindo a ser actualizado ou afinal de contas o assunto não merece o repúdio que por aqui se achou - eu incluído - que mereceria?

 

[responder a "Walter Lego"] [denunciar abusos]

J.Pierre Silva
responde a Walter Lego:

Não faço a mínima ideia.
Já bastantes foram os subscritores. Se não houve mais foi porque muitos não o divulgaram devidamente.

 

[responder a "J.Pierre Silva"] [denunciar abusos]

R T
responde a J.Pierre Silva:

Ó Pierrísimo, ás tantas os moços não te quiseram tirar o protagonismo, pá!!! Divulga-o tu que até tens jeito e tudo..looll!

Agora mais a sério: Só o peso de alguns nomes que já o subscreveram valem bem mais do que 2.000 assinaturas sabe-se lá bem de quem e de onde, sem ofensa...

Abraços!

 

[responder a "R T"] [denunciar abusos]

R T
responde a R T:

Vamos, ao fim destas semanas e com a poeira mais junto ao chão, tentar perceber, afinal, o resultado prático - até agora - de tão absurda tentativa de ataque à Tuna em sentido lato.

Por ora: 3 antes tunas femininas passaram a trupes musicais por vontade própria e/ou imposta. Por ora, é este o cenário.

Se atendermos ao facto de na Academia do Porto existirem - e de acordo com a ultima contabilidade realizada - cerca de 77 tunas, poder-se-á retirar algumas conclusões desta "paródia":

1º) Um fartote de riso, concluí-se objectivamente. Stand Up Comedy mas de duvidoso gosto e nula pertinência e eficácia, como se constata. Como alguém disse neste fórum, afinal o pretenso dragão não passa de uma sardanisca.

2º) Tiro na água. Fica tudo na mesma, como é óbvio. 3 em 77 nem para amostra serve. Irrelevante. Nem se poderá chamar a tal de danos colaterais, é uma afronta à própria noção de Dano, até.

4º) Ficou claro que em momentos mais, digamos, "animados", a malta, a verdadeira malta que gosta destas coisas de forma saudável aparece, dá a cara, diz presente. Como também ficou claro quem se esconde atrás do biombo vendo nisto tudo a mesma oportunidade que um cangalheiro vê em dia de terramoto com 9.0 na escala de Richter. Sim, porque também os há.

5º) Teremos, com mais ou menos acutilância e até ao FITA - entretanto transformado em Festival Im(provável) de Trupes Académicas - alguns momentos de comédia, aqui e ali, mas nada de especial. Aguarda-se sim e antes cortes de auto-estrada por este país fora, com bidões de gasolina a arder e pitbulls a rosnar presos pela ponta da moca a impedir que as tunas do Porto façam o que vão fazer - porque sempre o fizeram e continuarão, pois, a fazer, goste-se ou não, custe o que custar, doa a quem doer.

Não carece, a meu ver, de muito mais delongas e até dados em oposto. Está tudo claro como água. Sabe-se grosso modo quem é quem. Como também se ficou a perceber claramente quem é que - e incitando por sua vez a essa lógica de confrontação que as tunas não provocaram, frisa-se - quem é que claramente perdeu e quem é que claramente ganhou, nesta imensa paródia que não tem ponta por onde se lhe pegar, afinal de contas. Aliás, tem, uma: Alguém perdeu a pouca credibilidade que ainda tinha. Agora, tem nenhuma. Tal como aqueles - poucos, grotescamente poucos - que a eles se colaram.

Abraços.

 

[responder a "R T"] [denunciar abusos]

O Novessetum
responde a R T:

Caro RT,
Estás a esquecer-te da Tuna Académica do ISEP, que desconvidou a Tuna Adadémica da Portucalense para o seu festival. FACTO!!!

Mais ainda, embora com desculpas ou não esfarrapadas quase todas as Tunas femininas da Academia do Porto, com excepção louvável da Tuna Feminina do Orfeão Universitário do Porto recusaram o convite da Tuna Feminina da Universidade Portucalense. FACTO!!!

 

[responder a "O Novessetum"] [denunciar abusos]

R T
responde a O Novessetum:

Meu caro, de todo! Não estou nada esquecido. Estou é tranquilamente atento.

Apenas e só aguardo pelo facto consumado. Quero acreditar que o bom senso ainda impere, nem que seja na mesma noite e ao jantar de alguns....

Em todo o caso, deixo já o meu FRÁ à Tuna Feminina do Orfeão Universitário do Porto pela sua presença neste certame; é que as grandes instituições não o são somente aquando do anúncio dos prémios proclamados pelos Jurados; acima de tudo, provam se-lo nas alturas certas e quando as circunstâncias o ditam superiormente. Claro que, inversamente, as outras provam ser o que (não) são nas mesmas alturas. Coisa da vida.

Aguardo tranquilamente. Depois cá estarei. Ou não.

Abraços!

 

[responder a "R T"] [denunciar abusos]

R T
responde a J.Pierre Silva:

Eu, no meio disto tudo, interrogo-me é sobre o que realmente pensa e acha a...Tuna da Universidade Portucalense. Seria interessantíssimo saber-se publicamente o que eles entendem de tudo isto.....não?

Não alinho em incontinências verbais ou factos não consumados. Prefiro esperar para ver e no caso. Depois, bom....

Abraços!

 

[responder a "R T"] [denunciar abusos]

R T
responde a J.Pierre Silva:

Meu caro amigo:

Já aqui escrevi - e sobre esta mesma matéria - que esta Academia é mui sui generis. Por vezes, aqui, dois mais dois não são necessariamente quatro, podem ser cinco. Perdoa-me por não entenderes tal mas depois do certame em causa poderei explicar melhor estas contas "à moda do Porto"....

Abraços!

 

[responder a "R T"] [denunciar abusos]

Parceiros