Portugaltunas - Tunas de Portugal

Tuna Académica do Liceu de Évora
5/5 (1 votos)

Tuna Académica do Liceu de Évora

Portugal / Évora > Outros Grupos

 Breve Historial da Tuna Académica do Liceu de Évora:

Em 1890 é criada, por estudantes do Liceu Nacional de Évora, a Associação Filantrópica Académica Eborense, cujo primeiro e grande objectivo era o de, através do recebimento de Donativos, ajudar os mais pobres no pagamento das propinas e compra de livros.

Desta Associação Filantrópica nasce a associação da Tuna Académica fundada por Artur Matias e Júlio Santos(1).

Embora ainda embrionariamente constituída, a Tuna participa nas comemorações do 1º de Dezembro de 1900 e, em 1901, dá alguns espectáculos musicais, cujos ganhos custeavam as despesas de excursões de estudantes (que se realizavam por altura do Natal) e ajudavam a Associação Filantrópica Eborense. Tinha já então o seu estandarte e João Baptista Rodrigues como regente.

Em 1902 é eleita uma Direcção. É a partir daí que podemos considerar que está Lavrada a "certidão de nascimento" da Tuna Académica do Liceu de Évora.

Da Tuna Académica nascerão: em 1942, pelo esforço do maestro João Alves, a Orquestra Sinfónica Eborense, que integrou ex-tunante; em 1959, a Orquestra de Acordeões, pela mão do maestro Dr. Adelino Santos e, em 1969 por iniciativa do Prof. Dr. Manuel Patrício, a Escola de Flautas de Bisel.

Vários Maestros, várias direcções têm presidido aos destinos da TAE mas, ao longo de um século de existência, sempre foi mantido vivo o Espírito Académico.

A Tuna do Liceu é uma Tuna única, devido ás suas características, algumas muito peculiares:

- é uma das mais antigas Tunas do País e a mais antiga do ensino secundário;

- é, em Portugal, a única Tuna apenas instrumental;

- a forma como se apresenta em palco também é diferente das outras tunas porque os seus bandolins tocam sentados (excepto no Hino académico);

-É a única Tuna registada do País com fins não lucrativos;

- Todos os anos a TAE escolhe uma madrinha que lhe oferece o pequeno-almoço na manhã do 1.º de Dezembro e a acompanha nas suas deslocações;

- Os (as) caloiros (as), quando entram para a Tuna escolhem preferencialmente entre os (as) veteranos (as), uma madrinha, no caso dos rapazes e, no caso das raparigas, um padrinho , os quais têm como função proteger e orientar os caloiros e oferecem uma fita verde e branca (cor da TAE e do Liceu aos (ás) seus (suas) respectivos (as) afilhados (as), que a irão usar no braço direito enquanto se considerarem tunos;

-Todos os anos uma semana antes da Semana Académica ( a semana que antecede o 1.º de Dezembro) toda a Tuna se traja par anunciar os festejos Académicos, e é nessa altura que os caloiros se trajam pela primeira vez ;- os caloiros só deixam de o ser quando completarem o segundo 1.º de Dezembro:

- em todas as actuações a TAE toca o Hino Académico;

- onde a TAE estiver está também o seu estandarte, que é constituído por um pau de madeira exótica, por uma bandeira de seda onde está pintado o símbolo da TAE, por uma lira de prata (que lhe foi oferecida por um grupo de senhoras, encabeçado por D. Ignácia Barahona e D. Sofia Coutinho) e por um conjunto de fitas que foram sendo oferecidas à TAE ao longo dos anos.

- A TAE é madrinha da Tuna Universitária do Instituto Superior Técnico, já que os elementos fundadores desta tinham pertencido à Tuna do Liceu de Évora.

A TAE tem participado em numerosos encontros e festivais e em actuações as mais diversas, organiza todos os anos a Semana Académica com numerosos eventos de que se pode destacar, em 25 de Novembro de 1995, o I FITALLE ( Festival Internacional de Tunas da Tuna Académica do Liceu de Évora) que para além de movimentar toda a cidade de Évora, levou o nome desta cidade aos quatro cantos da Península Ibérica, e, atravessando o Atlântico até à América Central.

Pelo seu porte, brio e perseverança por ser um símbolo vivo de Évora e pela convergência internacional que a Tuna Académica do Liceu de Évora Representa, foi-lhe atribuída pela Câmara Municipal de Évora, em 29 de Junho de 2002 a Medalha de Mérito Municipal - classe prata.

O número de elementos que formam a TAE é variável de ano para ano, mas as suas idades são geralmente compreendidas entre os 12 e os 20 anos.

-----------------

URL Portugaltunas: http://www.portugaltunas.com/tunaacademicaliceuvora

Site oficial: http://www.tae.pt/
Email: ****** (visível apenas a users registados/autenticados)
Telefone: ****** (visível apenas a users registados/autenticados)
Fax: ****** (visível apenas a users registados/autenticados)

Directório

pesquisa alfabética:

A B C D E F G H I J K L M N O P Q R S T U V W X Y Z

Parceiros