Portugaltunas - Tunas de Portugal

Augustuna - Tuna Académica da Universidade do Minho
5/5 (1 votos)

Augustuna - Tuna Académica da Universidade do Minho

Portugal / Braga > Tunas

Historial


"Once upon a time or maybe twice..."

No ano de 1996 a Augustuna nasceu sob a designação de Augustuna - Tuna Mista da Universidade do Minho.
Foi pela vontade e persistência de um grupo de amigos que se gerou a primeira, Tuna Mista da Universidade do Minho. O nome AUGUSTUNA deriva do nome Romano da mui nobre cidade de Braga - Bracara Augusta e foi uma forma da formação da Augustuna homenagear a cidade dos Arcebispos.
Durante sete anos a Augustuna - Tuna Mista da Universidade do Minho encantou por todo o país, percorreu quilómetros a promover a cidade de Braga e a Academia que a acolhia. Foram muitos os encontros e festivais em que a Augustuna participou.
Sob o lema multi sunt vocati pauci vero electi (muitos são chamados, poucos verdadeiramente escolhidos) a Augustuna abriu horizontes e enfrentou desafios sempre com o espírito académico que tanto a caracteriza.
A Augustuna - Tuna Mista da Universidade do Minho irmanou-se à grande Tum'Acanénica da ESE de Leiria em 2000 após terem confraternizado e descoberto uma verdadeira amizade entre os elementos destas duas Tunas Mistas.
Em 2003, e sob o mesmo lema, a Augustuna - Tuna Mista da Universidade do Minho fez a transição para Augustuna - Tuna Académica da Universidade do Minho tendo a partir de então uma composição exclusivamente masculina.
Os elementos da Augustuna - Tuna Académica da Universidade do Minho honraram, no seu VIII aniversário, as suas moçoilas com o título de Tunas Honorárias. Por seu lado o irmanamento com a Tum'Acanénica manteve-se e os laços que unem estas duas Tunas continuaram
A Augustuna - Tuna Académica da Universidade do Minho recebeu desde a sua transição inúmeros convites para participar em encontros e festivais de Tunas. Com a participação nestes eventos, a Augustuna tem como objectivo principal contagiar o maior número de pessoas com o seu espírito e a sua música, elevando sempre bem alto o nome e o prestigio da cidade e Academia que a acolhem.
No seu repertório a Augustuna conta com vários temas originais como: "Fingimento", "Loucura", "Porque é que tudo é tão triste", entre outros e também adaptações de alguns clássicos da música portuguesa como: "Nem às paredes confesso", "Vinho do Porto", "Verde Vinho".
A Augustuna pretende apenas continuar o seu esforço de há dezassete anos e o seu papel é o de não deixar esmorecer o espírito académico, a essência musical e o "Ser" Tuno.

 

Saudações Tunantes

 

[1] Do filme The Wallrus’ dos Beatles.

Ô AUGUSTUNA is a Trademark. All rights reserved.

-----------------

URL Portugaltunas: http://www.portugaltunas.com/augustunatunaacademicadauniversidadedominho

Facebook: www.facebook.com/augustuna96
Email: ****** (visível apenas a users registados/autenticados)

Directório

pesquisa alfabética:

A B C D E F G H I J K L M N O P Q R S T U V W X Y Z

Parceiros