Portugaltunas - Tunas de Portugal

XXII Festuna - Festival Internacional de Tunas de Coimbra
/5 ( votos)

XXII Festuna - Festival Internacional de Tunas de Coimbra

A Reportagem

Realizou-se em Coimbra nos passados dias 5, 6 e 7 de Outubro a 22.ª edição do FESTUNA - Festival Internacional de Tunas de Coimbra.

O programa iniciou-se com a tradicional receção das tunas participantes na Reitoria da Universidade de Coimbra com Porto de Honra, seguida de visita guiada à Universidade de Coimbra.

Pelo fim da tarde, já no Teatro Académico Gil Vicente (TAGV) realizou-se uma pequena conferência que serviu para a apresentação do livro "Quid Tunae", o primeiro estudo sobre a tuna estudantil portuguesa, com a presença de três dos quatro autores desta obra, nomeadamente Ricardo Tavares, Jean Pierre Silva e João Paulo Sousa. A conferência, seguida de debate serviu para explicar aos presentes quais os objetivos deste livro, os pontos que geraram mais problemas à investigação, e as conclusões mais importantes. Recomenda-se pois a leitura deste documento, a todos os que gostariam de saber um pouco mais sobre a "arte de bem tunar".

Pela noite, também no TAGV, começa o espetáculo. Com a sala praticamente cheia, as tunas a concurso foram a Tuna Universitária do Porto, Tuna de la Universidad de Alcalá de Henares, Estudantina Universitária de Lisboa e Cuarentuna de La Coruña. Extra-concurso tocaram ainda a Estudantina Feminina de Coimbra, e claro a Estudantina Universitária de Coimbra, como tuna anfitriã.

 

A honra de abertura do espetáculo pertenceu à Secção de Ginástica da AAC, que realizou uma bela coreografia ao som de Carlos Paredes.
A apresentação esteve a cabo do "Estudantino Heidi" ao estilo de talk-show com a secretária para o apresentador, e o obrigatório sofá para os convidados, que foram desfilando ao longo da noite, como sejam alguns elementos da Estudantina, os representantes de cada tuna presente, a madrinha da tuna um dos autores do livro "Quid Tunae", nomeadamente João Paulo Sousa, também ele um antigo Estudantino.
 
 
Apesar de ter estendido um pouco o espetáculo para além do previsto, esta apresentação teve o mérito de divulgar todas as atividades da tuna ao longo do ano, desde participação em festivais, eventos solidários, cerimónias e deslocações ao estrangeiro, em representação da academia, para que assim seja possível ao espectador presente ver todo o trabalho (e mérito) em pertencer a uma tuna, neste caso à EUC. "Publicidade" desta também é importante para as tunas, por vezes tão esquecidas.

A primeira tuna da noite foi a Estudantina Feminina de Coimbra, que na sua segunda presença neste certame, e com 23 elementos em palco, nos brindou com uma boa atuação, onde se destacaram o tema Barco Negro ligado ao tema "Resposta" de Luis Cília, para além do "Carteiro em Bicicleta" de João Afonso e "A Gente Não Lê" de Carlos Tê.

 

De seguida, teve início o concurso propriamente dito, com a Tuna Universitária do Porto (28 elementos). "Madalena" e Carvoeiras" foram os primeiros temas, mas o destaque vai para a sentida homenagem ao recentemente falecido cantor coimbrão Luiz de Goes, com a interpretação do tema "Homem só, meu irmão" ligado ao instrumental "Libertango" de Piazzolla. Seguiu-se o sempre aclamado "Timor" dos Trovante, terminando a atuação com o tradicional "Guantanamera" e saída ao som dos "Amores de Estudante".

Uma pausa no concurso para uma sincera homenagem da Estudantina a um dos seus elementos fundadores, recentemente falecido, o Paulo Saraiva, mais conhecido pela alcunha de "Boomy".

A segunda tuna a concurso veio de Espanha e foi a Tuna de la Universidad de Alcalá de Henares, que com 21 elementos, nos brindou com uma atuação divertida, que começou com o seu hino "Alcalá de Henares", com o seu porta-estandarte em bom plano, mas teve como ponto alto a interpretação do tema instrumental "Las Bodas de D. Luis Alonso" para além dos temas "Guadalajara", "Isla Canaria", e o tema final "Bajo el Cielo de Coimbra".

 

Em terceiro lugar, atuou a Estudantina Universitária de Lisboa, que com 23 elementos em palco começaram com o tema "Amor a Portugal" de Dulce Pontes e Ennio Morricone, em que se destacou o seu solista. O instrumental foi o "Carrocel n.º 8" de Júlio Pereira, seguido da "Tourada" de Fernando Tordo, "Em Viagem", original da EUL e por fim os "Sinos da Sé", mais uma vez em homenagem ao falecido cantor Luiz de Goes.

 

A terminar os grupos a concurso, ainda atuou a Cuarentuna de La Coruña, do bem conhecido tuno "Napoleon" que com a sua boa disposição e o seu bem conhecido lema "Alegria, Carallo, Viagra!" divertiu todo o público presente desde a altura da entrevista até ao final da atuação. Com apenas 7 tunos presentes, o seu espetáculo foi dedicada ao tuno Alberto, um companheiro recentemente falecido, com a sua capa e instrumento colocados, em homenagem, na zona central do palco. Foi aproveitado o momento da atuação para efetuar o "Hermanamiento" com a EUC, um momento solene que serviu para troca de placas comemorativas desta data, que assim une as duas tunas. Para além disso, o destaque da atuação vai para o solista, que interpretou de forma sentida o tema "Ojos de España", que levou ao rubro o público presente.

 

A terminar a noite, ainda tocou, como não podia deixar de ser, a EUC, que começa com 23 elemento em palco. Os pontos altos ficaram para o tema "Maria" com que se iniciou a atuação, com o seu solista em grande nível, o instrumental "Medley de Bach" e "Moñequita Linda".

 

Já com os "velhotes" em palco (37), tocaram-se os temas mais conhecidos e tradicionais da EUC, como sejam a "Estudantina Passa" dedicado aos elementos já falecidos da EUC, o "Traçadinho" e a "Meia-noite ao Luar", Dedicado às guias do certame.

 

Seguiu-se a cerimónia de entrega de prémios e agradecimentos, onde foram declarados os vencedores em cada apartado a concurso:

 

Prémio Simpatia - Cuarentuna de La Coruña
Melhor Pandeireta - Estudantina Universitária de Lisboa
Melhor Estandarte - Tuna de La Universidad de Alcalá de Henares
Melhor Desempenho Instrumental - Tuna de la Universidad de Alcalá de Henares
Melhor Desempenho Vocal - Tuna Universitária do Porto
Melhor Solista - Estudantina Universitária de Lisboa
Melhor Tuna - Tuna Universitária do Porto

 

Parabéns à organização, e agradecemos o apoio prestado ao Portugaltunas para a realização da reportagem.

Até para o ano!


Parceiros