Portugaltunas - Tunas de Portugal

XVII FITISEP
/5 ( votos)

XVII FITISEP

Muito Convívio E Animação Na Cidade Invicta

Foi no passado dia 14 que se deu o início a mais uma edição do Festival organizado pela TAISEP - XVII FITISEP, tendo começado com uma noite de serenatas que decorreu no Cais de Gaia e cuja festa seguiu para a sala de convívio da AEISEP por longas horas.
No dia 15, houve almoço, actividades várias e jantar, tudo sempre no coração da cidade Invicta, a baixa do Porto.

Pelas 21h15 minutos e com o público apanhado desprevenido pelo "cumprir dos horários" abriu-se a cortina do Coliseu do Porto para a Tuna Feminina do ISEP que interpretaram "casa Portuguesa" com entrada de pandeiretas, seguiu-se "Nossa Serenata com solista e a finalizar o seu animado "Hoy".

A 1ª Tuna a concurso deslocou-se da Figueira da Foz, a Imperial Neptuna Académica. Começaram com o original "Broncos by the mountain gandarez" com bom jogo de bandeira, "Estou além"; o seu tema Instrumental acompanhado por mais um jogo de Bandeiras; para solista o tema dos Clã: "Problemas de expressão" e terminaram com o seu "Mix Figueirense" com espectáculo de pandeiretas e bandeiras. Boa prestação vocal e instrumental.

Em seguida, e vindos de Guimarães, a Afonsina entrou no palco do Coliseu com a sua rábula do Super Tuno. Interpretaram "A Lenda da Fonte" com destaque para o show de bandeiras; o tema "Há Dias" com o solista a puxar pelos galões, em seguida o seu tema Instrumental com mais um jogo de bandeiras; "Siga a Marinha" com uma breve passagem por "Chico Fininho" proporcionou muita alegria e mais um espectáculo de bandeiras e pandeiretas e terminaram a actuação com o seu hino "Afonsina".

Novamente com Tunas de fora do Porto, subiu a palco a Copituna d'Oppidana - Tuna Académica da Guarda que se apresentou com alguns medleys que incluiam "A Morte Saiu a Rua", "Playback" com direito a bandeiras e pandeiretas; em seguida "O Barco vai de Saída" com solista e o tema "Entrudo" passando de imediato para o Instrumental com performance de pandeiretas, bandeira e estandarte. Para finalizar, mais uma interpretação para solista, desta feita com o tema "Senhora do Mar" e o seu FRA característico.

Da cidade Invicta surgiu em palco a Tuna Académica da Universidade Portucalense que iniciaram com o seu instrumental "The Typewritter", em seguida a serenata "Moçoila" com direito a solista e "A Balada da Rita" de Sérgio Godinho. "Cavalo a Solta" com nova prestação do seu solista e o tema popular "Rouca vai a Campaínha" com Estandarte e pandeiretas encerraram a sua actuação.

A finalizar as Tunas a concurso veio a Tuna Académica de Enfermagem do Porto que interpretaram "Trovador", tema original e com espectáculo de bandeiras; como tema Instrumental "Dança Húngara"; "Catraia do Porto" com mais um espectáculo de bandeiras, estandarte e show de pandeiretas. "De mais Ninguém" como tema de solista e com mais uma prestação do seu Estandarte e finalizaram com mais um tema original "Auto-cuidado" com mais uma performance de pandeiretas e Estandarte.

Enquanto o júri deliberava entrou em palco a TAISEP que se fez acompanhar da ATITUNA para o tema "Razon de Vivir". Em seguida e apenas com engenheiros em palco interpretaram o original "Mulher Tripeira" com pandeiretas e estandarte a puxar o público, em seguida e com entrada de vários elementos antigos da TAISEP interpretaram o tema "Mãe Negra" com o solista a brilhar; "Vocês Sabem Lá" com solista e bom jogo de vozes antecedeu a última música antes da entrega de prémios "Porto Vinho e Lugar", mais um original que fez o público vibrar.

o Júri deliberou:


Melhor Solista - Tuna Académica da Universidade Portucalense
Melhor Interpretação Musical - Copituna d'Oppidana
Melhor Pandeireta - Afonsina
Melhor Bandeira - Afonsina
Melhor Estandarte - Tuna Académica da Universidade Portucalense
Melhor Serenata - Copituna d'Oppidana
Tuna mais Tuna - Afonsina
3ª Melhor Tuna - Copituna d'Oppidana
2ª Melhor Tuna - Imperial Neptuna Académica da Figueira da Foz
Melhor Tuna - Afonsina

Depois da entrega de prémios encerrou-se o espectáculo com "Amores de Estudante".
A festa seguiu novamente para a sala de convívio da AE ISEP por longas horas e muita animação.


De salientar que o som estava de boa qualidade, apresentações engraçadas e sem entrar na brejeirice. Apesar do pouco público no início do espectáculo, a sala do Coliseu foi-se compondo mas devo dizer que mais vale poucos, mas bons. Sempre animados e entusiasmados com as Tunas em palco.

Parabéns a TAISEP por mais um Festival e pelo convívio, foram muito esforçados mas sempre bem dispostos.


Até a próxima!

Parceiros