Portugaltunas - Tunas de Portugal

XIX TÁGIDES : As incidências da edição deste ano.
/5 ( votos)

XIX TÁGIDES : As incidências da edição deste ano.

A Reportagem De Mais Uma Excelente Edição Do Tágides...

Almada celebrou a 19ª edição do Tágides - Festival Internacional de Tunas Universitárias no passado fim-de-semana, 11 e 12 de Março. Entre as presenças já conhecidas em Almada, a Tuna de Medicina da Universidade de Coimbra, a Tuna de Engenharia da Universidade do Porto e a Tuna Académica de Lisboa, o festival contou ainda com a estreia de duas tunas na sua história: a Copituna d'Opiddana e Infantuna da Cidade de Viseu.

O dia 11 (sexta-feira) iniciou-se com a noite das serenatas nos Paços do Concelho, que contou com as actuações da TMUC, Copituna, Infantuna e TAL.

A tarde do dia 12 (sábado), começou com as brilhantes actuações em Pasacalles, das quais se destacou o espírito animado da vencedora Infantuna.

A noite seguiu com o corolário do certame na Academia Almadense, onde não faltou toda a pompa habitual e claro, casa cheia. Iniciou-se o espectáculo com a actuação da Tuna Maria (Tuna Feminina da Faculdade de Ciências e Tecnologias da Universidade Nova de Lisboa),

Seguiu-se a primeira tuna a concurso, a TAL- Tuna Académica de Lisboa - que marcou a actuação com  "Sol de Inverno", passando depois o testemunho à TEUP, que nos brindou com o seu espectáculo de estandartes e mais uma interpretação arrebatadora de "Hoy". Seguiu-se a actuação da TMUC que encantou com a plateia com o seu "Voar", encerrando a primeira parte do espectáculo.


A 2ª parte abriu com a actuação da Copituna, que conquistou o palco com a sua actuação de pandeiretas e que surpreendeu os anfitriões e os presentes com uma adaptação de homenagem da "Senhora do Mar". A última tuna em palco foi a Infantuna Cidade de Viseu, que nos trouxe os tons latinos de Astor Piazola em "Balada para um Louco" e "Primavera Porteña", arrebatando assim público e juri.

O Tágides 2011 encerrou com a tuna anfitrã, numa belíssima actuação da anTÚNiA, premiando os presentes com uma estreia de um novo instrumental - de W.A. Mozart -  a "Flauta Mágica".
Esta edição do Tágides, fadada ao sucesso por tradição, revelou-se mais uma noite de orgulho musical do mundo tunante.

Parabéns aos anfitriões e aos concorrentes que garantiram o brilhante espetáculo de mais um  inesquecível Tágides.


Os Júris do certame foram: Sérgio Peixoto, Nuno Sá, José Mesquita Lopes, Martim Vicente e João Castro.

Os resultados:


Melhor pasacalles: Infantuna Cidade de Viseu
Melhor pandeireta: Copituna D'Opiddana
Melhor Serenata: Tuna de Medicina de Coimbra
Melhor instrumental: Infantuna Cidade de Viseu
Melhor Estandarte: TEUP
Melhor Solista: Tuna de Medicina de Coimbra
Tuna mais tuna: Tuna de Medicina de Coimbra
3ª Melhor Tuna: Copituna D'Opiddana
2ª Melhor Tuna: TAL
Melhor Tuna: Infantuna Cidade de Viseu

Que venha mais um Tágides com tanto sucesso como foi o deste ano.

 

Parceiros