Portugaltunas - Tunas de Portugal

XI Fartuna, o rescaldo...
/5 ( votos)

XI Fartuna, o rescaldo...

Mais Uma Edição Do FARTUNA Que Se Caracterizou Pelo Enorme Convívio Entre As Tunas Presentes....

A Desertuna - Tuna Académica da Universidade da Beira Interior - foi a grande vencedora de mais um Fartuna – Festival de Tunas Académicas da Cidade de Faro, organizado pela Versus Tuna – Tuna Académica da Universidade do Algarve, este ano na sua décima primeira edição. Foi sem dúvida um grande festival, não só pelas tunas presentes, mas por todos os amigos e antigos tunos que se deslocaram ao Algarve para o convívio que um festival deste cariz proporciona.

Na sexta o festival teve início com a tradicional serenata no Largo do Carmo. O ambiente era de festa, e deu para ver um “cheirinho” do que seria um grande fim-de-semana. A festa entrou pela noite dentro no Bar da Associação.

Já o Sábado à tarde, depois de uns poucas horas de sono, pelas ruas de Faro, teve lugar o Pasacalles, bastante animado e divertido, permitindo o contacto com a população e assim publicitar o certame que iria acontecer mais à noite, no Teatro das Figuras.

Um teatro praticamente cheio foi o que aguardava as tunas nessa noite. O espectáculo começou a Feminis Ferventis - Tuna Académica Feminina da Universidade do Algarve, que nos presenteou com duas músicas, o instrumental do filme de Che Guevara e “Molhar o Pé”.

A primeira tuna a concurso foi a Tuna de Medicina da Universidade de Coimbra. Iniciaram a sua actuação com “Sonho” seguido de uma música dedicada à cidade de Coimbra “Coimbra dos Amores”. Seguiram com o seu hino “Cantar de Estudante”, onde se destacaram as suas pandeiretas e o seu instrumental “Às Vezes” e ainda “Praxis Tuna” dedicado à Académica de Coimbra. Terminaram com “Balada”.

Logo de seguida esteve em palco Desertuna - Tuna Académica da Universidade da Beira Interior. Iniciaram a sua actuação com “Toninho” seguido de “Covilhã” onde se destacaram as suas pandeiretas e o seu estandarte. Seguiram com uma composição dedicada aos Lusíadas “Odisseia” que contemplava, entre outras, o seu instrumental “Praia Lusitana” e “Adamastor”.

Depois de um curto intervalo veio a Tusófona – Real Tuna Lusófona. Com uma entrada bastante original, semelhante ao fantasma da ópera, iniciaram a sua actuação com “Vultos Negros” seguido de “Mea Culpa”. Prosseguiram com a sua serenata “Às Dez” destacando-se o seu solista, e “Histórias e Memórias”. Terminaram a sua actuação com “Varina em Lisboa”.

Seguiu-se para terminar a ESTuna – Tuna de Engenharia da Escola Superior de Tecnologia de Setúbal. Iniciou a sua actuação com “Vida de Tuno” seguida de “Outra Vez”, ambos originais. Seguiu com a sua serenata “Sereia do Sado” e a “A Cabra" terminado com uma interpretação das “Meninas da Ribeira do Sado”.

Por fim a tão esperada actuação da tuna da casa Versus Tuna - Tuna Académica da Universidade do Algarve. Como já vem sendo tradição da Versus Tuna, foi uma actuação dedicada à nossa cidade de Faro, à nossa “Cidade de Cetim”. Foi uma actuação cheia de alegria, boa disposição e grande Espírito Académico.

Assim o júri decidiu...

Melhor Pasacalles - Desertuna
Melhor Serenata - TMUC
Tuna + Marafada - Tusófona

Tuna + Tuna - Estuna

Melhor Instrumental - Desertuna
Melhor Solista - TMUC
Melhor Pandeireta - Desertuna
Melhor Porta Estandarte - Desertuna

Melhor Tuna - Desertuna


A festa seguiu noite dentro até de madrugada na discoteca "Millenium"…

À Versus resta agradecer pela hospitalidade, pelo carinho, alegria e dedicação com que sempre nos recebem… e por simplesmente nos fazerem sentir em casa. Obrigado por tudo, dos mais velhos aos mais novos! E muitos parabéns!

Parceiros