Portugaltunas - Tunas de Portugal

VIII – FAST’ À NOITE
/5 ( votos)

VIII – FAST’ À NOITE

A Reportagem

Coimbra acolheu este fim-de-semana o VIII FAST' À NOITE - Festival de Tunas Mistas organizado pela Tu Na D' ESTES, Tuna Académica da Escola Superior de Tecnologia da Saúde de Coimbra.

Nesta edição do FAST´À NOITE participaram as seguintes Tunas a concurso:
* TMIST - Tuna Mista do Instituto Superior Técnico
* Quantunna - Tuna Mista da Faculdade de Ciências e Tecnologias da Universidade de Coimbra
* SemperT'unos - Tuna Mista Académica da Escola Superior de Saúde de Setúbal
* Tum' Acanénica - Tuna Mista da Escola Superior de Educação e Ciências Sociais de Leiria

O Festival teve início na 6ª feira com a noite de serenatas que teve lugar na Praça 8 de Maio à porta da Igreja de Santa Cruz.

O Festival propriamente dito decorreu no Sábado no Pavilhão Centro de Portugal, à beira do Rio Mondego e teve início por volta das 22h com casa cheia. A abertura do festival ficou a cargo da Tuna Universitária "Os Filhos di Maputo", recriação de grupo musical africano que interpretaram "Matumbina" (adaptação do tema Yolanda dos Irmão Verdade), seguido de "Filhos di Maputo Remix 2013" uma sequência de 12 músicas cabo-verdianas, pimba e hits brasileiros. Terminaram com uma adaptação de "Fitiço di Funana" de Lura.

A primeira Tuna a concurso a pisar o palco foi a TMIST que iniciou a sua actuação a capella com "Acordai" de Fernando Lopes Graça, tema que cativou o público. Seguiu-se a "Criatura da Noite" dos Entre Aspas, o instrumental original "A Lenda", o original "Noites d' Arraiais" na voz dos solistas Carlos "Tostinha" Costinha e Inês "Pigmeu" Pinho. Terminaram com mais um original "Noites de Folia".

A Quantunna foi a 2ª Tuna a pisar o palco iniciando a sua actuação com o original "Festa das Latas", seguido do instrumental original "Viagem". Apresentaram ainda uma adaptação de um tema da Disney "De Zero a Herói", o excelente original "Um Lugar Diferente" com uma sonoridade diferente e muito interessante. Terminaram com o tema de solista "Voltar" de Rodrigo Leão na voz da solista Teresa Lino. De destacar ainda o excelente desempenho dos seus pandeiretas nomeadamente de Maria Rita Nogueira.

Após um breve intervalo, subiram a palco os SemperT'unos que apresentaram os originais "Unidos pelo Traje" e "Berço de Bocage", seguido do instrumental "Caixinha de Música de Beethoven", "Amar" adaptação musical de um poema de Florbela Espanca na voz da solista Catarina Carvalho e terminando com os originais "Saudade em Setúbal" e "Se os Teus Olhos".

A última Tuna a concurso a actuar foi a Tum' Acanénica que apresentou os originais "Fonte das 3 Bicas" e "Minha Saudade" na voz da solista vinhateira "Toris". Prosseguiram com o instrumental "Celtibera" de Júlio Pereira, o original "Só por Amor" e terminando com "Festa da Vida" de Carlos Mendes, tema do Festival da Canção em 1972. De destacar o bom desempenho com bandeiras.

Finalmente, subiu a palco a anfitriã Tu Na D'ESTES que apresentou "Alegria" do CIrque du Soleil na voz da solista Dora Simões "Doritos, "Canção de Embalar" de "Zeca" Afonso, "Retrato d' Homenzinho Pequenino com Frasco" da Banda do Casaco (1976) e "Ressaca" da extinta Tuna Académica da UCP de Viseu.

Após a deliberação do júri composto pela Diretora da Orquestra Clássica do Centro Emília Martins, "Tozé" Dias, Magister da Tunífica - Tuna Católica de Mafamude, Flávio Costa, Solista da Desconcertuna e dos Trovadores do Mondego e Jorge Papel, Professor do Conservatório de Música de Coimbra e membro da Orquestra Clássica do Centro; procedeu-se à entrega dos prémios:

* Melhor Serenata: Quantunna (atribuído pela Direcção da Tu Na D'ESTES)

* Melhor Pau (estandarte): Tum' Acanénica
* Melhor Caricas (pandeireta): Quantunna
* Melhor Cordas Vocais (solista): Quantunna
* Prémio Dedos de Ouro (instrumental): Quantunna
* Melhor Original: Quantunna
* Melhor Adaptação: TMIST
* Tuna mais Mista: Tum´Acanénica
* Prémio Super Heróis (temático): Tum' Acanénica

* Tuna Mais Tuna: Quantunna
* Prémio FAST À NOITE (Melhor Tuna): Quantunna

A Tu Na D'ESTES encerrou a noite com "Entrudo" tema popular da Beira Baixa, celebrizado também por "Zeca" Afonso.

Parceiros