Portugaltunas - Tunas de Portugal

VI FITUIFF , o rescaldo...
/5 ( votos)

VI FITUIFF , o rescaldo...

Mais Uma Edição Do FITUIFF, Que Se Caracterizou Pelo Enorme Convívio Entre As Tunas Presentes.

O FITUIFF, teve o seu início no dia 6, Sexta-feira, no Teatro da Trindade de Buarcos, onde teve lugar a tradicional serenata. A noite de convívio de correu no Império Bar e Discoteca Bergantim, onde a animação foi uma constante. No Sábado, dia 7, a concentração das Tunas deu-se na zona do Picadeiro, ante-câmara para o festival de tunas, que decorreu no Salão Caffé do Casino Figueira, uma sala fantástica com um som e um ambiente muito acolhedor.

O espectáculo começou com a actuação extra-concurso da Imperial Neptuna Académica – Tuna da Cidade da Figueira da Foz. Foi uma actuação bastante animada e muito ritmada. Iniciaram em tom de blues, com o tema “Neptuna tem 10 anos” seguido de “Deus Mar” e “Louco Desejo”, uma llinda serenata dedicada a todas as mulheres. Seguiu com o seu instrumental e terminou com “Mix Figueirense” com todo o auditório ao rubro.

A primeira tuna a concurso foi a Tuna de Medicina da Universidade de Coimbra. Iniciaram a sua actuação com uma música dedicada à cidade de Coimbra. Seguiram com um fado de Coimbra “Adeus” e “Cantar de Estudante”, onde se destacaram as suas pandeiretas. Prosseguiram com o seu instrumental “Às Vezes” e “Briosa” dedicado à Académica de Coimbra. Terminaram com “Balada”.

A segunda tuna a concurso veio da Madeira, a Estudantina Académica da Madeira. Foi um espectáculo muito coerente e animado. Iniciaram a sua actuação com “Funchal de Verde Manto” onde se destacou a performance do seu porta-estandarte, seguido de “Rosa Branca” e do seu instrumental, um tema judaico que significa celebração. Prosseguiram com uma serenata composta por Roberto Neves “Alma”, simplesmente lindo…ah rouxinol! Por fim tocaram o seu hino, “Marcha da Estudantina.

Seguiu-se a actuação do Real Tunel Académico – Tuna Universitária de Viseu. Iniciaram a sua actuação com “Rua Escura 43” seguido de “Viseu Nobre Terra” onde, para além dos excelentes arranjos vocais e instrumentais, se destacou a prestação dos seus pandeiretas. Prosseguiu com o seu instrumental “Trilhos”, com um fantástico solo dos cavaquinhos, seguido da sua serenata, onde o destaque é sem dúvida para o seu solista. Para terminar tocou “Estudante de Viseu” e o seu “Hino Traçado”.

A terminar a ronda das tunas a concurso este a Estudantina Académica de Castelo Branco. Iniciou a sua actuação com “Variações Audicastrenses em Lá Menor” seguido de uma rapsódia de músicas beirãs onde de destacou as suas pandeiretas e porta estandartes. Prossegui com a sua serenata “Amanhecer” e o instrumental “Estranha História de Francesinha e Julieta”. Por fim tocou ”Estudante” e o seu hino, “É por Ti que eu canto”.

A apoteose da noite foi, como não podia deixar de se esperar, com a actuação da tuna da casa: a BRUNA, Tuna Académica da Universidade Internacional da Figueira da Foz, iniciando com o seu “Estrunfurika” seguido de “Navegantes”. Interpretou também numa bonita serenata “Maria” e uma marcha “Marcha da Trindade”. Prosseguiu com um hino à Figueira “Canção da Figueira” terminando com o seu hino “Bruna a Cantar”.

No fim o júri decidiu:

Melhor Serenata: Ex aquo-Tuna de Medicina de Coimbra e Estudantina da Madeira
Melhor Pandeireta: Tuna de Medicina de Coimbra
Melhor Porta Estandarte: Estudantina da Madeira
Melhor Tema Original: Estudantina da Madeira
Melhor Tema Instrumental:Real Tunel Académico de Viseu
Melhor Solista: Real Tunel Académico de Viseu

Tuna mais Tuna: Estudantina da Madeira

2ª Melhor Tuna: Estudantina da Madeira
Melhor Tuna: Real Tunel Académico de Viseu



Por fim resta agradecer a amabilidade do convite à Tuna Bruna e votos de parabéns pelo brilhante espectáculo. "Figueira, linda cidade" até um qualquer dia...

Parceiros