Portugaltunas - Tunas de Portugal

V FAST' À NOITE
/5 ( votos)

V FAST' À NOITE

TAIL Vence Em Coimbra

Decorreu no passado dia 29 de Abril em Coimbra, o V FAST’ À NOITE, Festival de Tunas Mistas da Escola Superior de Tecnologia da Saúde de Coimbra, organizado pela Tu Na D’ESTES.
O festival teve início pouco depois das 21h30 no Auditório Santa Clara nas instalações da Escola Superior de Tecnologia da Saúde de Coimbra teve como tema “A Volta ao Mundo” e contou com a presença das seguintes Tunas a concurso:


• Tuna Papasmisto, Tuna Académica Mista do Instituto Politécnico de Portalegre
• ESTATUNA, Tuna Mista da Escola Superior de Tecnologia de Abrantes
• TAEB, Tuna Académica de Enfermagem de Beja
• TAIL, Tuna Académica do ISLA de Leiria

Com cerca de três quartos dos lugares ocupados teve início o Festival, subindo ao palco a Tuna Papasmisto que iniciou a sua actuação com o seu instrumental seguindo-se o tema “Canção de Portalegre”. Foram ainda interpretados temas como “Flor da Murta”, um original “Capote” ou ainda o conhecido tema “Vejam Bem” de Zeca Afonso. Uma actuação agradável da Papasmisto embora demonstrando alguma dependência do ritmo imposto pelo seu bandolinista.

A segunda tuna a pisar o palco foi a Estatuna, vencedora da última edição do FAST’ À NOITE, que iniciou a actuação com uma serenata – “Menina que não disse nada” original dos seus padrinhos da Tuna Templária de Tomar, seguindo-se os temas “Prima da Chula” dos Trovante e o tema sul-americano “Viajera”, o instrumental “Caipirinha”, “O que faz falta” e “Canção de Embalar”, temas de Zeca Afonso. O último tema apresentado foi a adaptação do poema de Bocage “Marília Ausente”. A saída foi feita ao som do hino da Estatuna. Uma actuação marcada bela boa prestação dos seus habituais solistas “Ernesto” e “Pepas”, pela presença de muitos “chospras” em palco marcando a fase de renovação da Estatuna e o maior destaque foi para a prestação do seu porta-estandarte que conseguiu empolgar o público a arrancar muitos aplausos.

Após um breve intervalo subiu ao palco a TAEB que iniciou a sua actuação com o duplo tema de originais “Vamos Cantar/Azul da Capa” seguindo-se o instrumental composto por excertos dos temas “J’y suis jamais allé” de Amélie e “A Quai”de Yann Tiersen. Foram ainda apresentados os temas “Secretamente” de Rita Guerra interpretado em dueto por Soraia Marques e Eurico Silva, os originais “Vida de Estudante” e “Real Intenção te Apaixonar” este último interpretado a solo uma vez mais pelo Eurico Silva. O último tema apresentado foi “Vou-me embora”. O principal destaque vai para a prestação do solista embora a actuação de uma forma geral tenha sido agradável.

A última Tuna a concurso a pisar o palco foi a TAIL que iniciou a sua actuação com o tema “Olhos Negros” de Teresa Salgueiro. Seguiram-se apenas temas originais, a saber, “Tuno não morre”, “Balada do Adeus” interpretado pelo seu solista Marco Fernandes, “Corvos à Espreita”, terminando a actuação com o seu hino “ISLA meu”. O maior destaque na actuação da TAIL foi sem dúvida a forma original como enquadraram a apresentação do seu espectáculo com o tema do Festival, apresentando curtos vídeos alusivos à época dos descobrimentos acompanhados de leitura de textos/legendagens antes de cada música interpretada, conseguindo por vezes arrancar umas risadas ao público.

Por fim subiu ao palco a tuna anfitriã. A Tu Na D’ESTES iniciou a sua actuação com o tema “Fado Portugûes” (Amália Rodrigues) na voz da sua solista Sílvia Vaz. Seguiram-se “Canção de Embalar” de Zeca Afonso e o original “Eterno Beijo” alusivo à história de amor de Pedro e Inês. Com uma pequena homenagem aos finalistas pelo meio, terminaram com o tema “Ressaca” que a Tu Na D’ESTES descobriu no presente ano, ser um tema original da extinta Tuna Académica da Associação Académica da Universidade Católica Portuguesa de Viseu. Uma actuação em bom plano com destaque para intensidade demonstrada, realçando desta forma os bons arranjos vocais.

No final do Júri do V FAST’ À NOITE decidiu:
* Melhor Caricas (Pandeireta): TAIL
* Melhor Pau (Porta-Estandarte): TAIL
* Melhor Cordas Vocais (Solista): TAEB
* Melhor Dedos de Oiro (Instrumental): TAIL
* Tuna mais Mista: TAIL
* Tuna Mais Tuna: Tuna Papasmisto (atribuído pela Tu Na D’ESTES)
* Prémio Volta ao Mundo (temático): TAIL
* Prémio FAST’ À NOITE (Melhor Tuna): TAIL

Esta 5ª edição do FAST’À NOITE teve um nível razoável em termo de actuações das tunas, destacando-se pela positiva a qualidade do som tanto na captação como nos retornos e som emitido para a plateia. Nota positiva também para a iluminação e para o entusiasmo revelado pelo público durante todo o espectáculo. Menos positivo, a alta temperatura que se faz sempre sentir no Auditório Santa Clara sobretudo para quem pisa o palco e algumas decisões do júri, no mínimo discutíveis, sobretudo no que diz respeito à atribuição do prémio de melhor instrumental que foi atribuído à TAIL sem que tivesse sequer interpretado um instrumental.

Parabéns à Tu Na D’ESTES pelo seu V FAST’ À NOITE e às tunas presentes que fizeram um grande esforço para marcarem presença em Coimbra num festival que decorreu a uma 5ª feira à noite.
Venha o VI FAST’ À NOITE...

Parceiros