Portugaltunas - Tunas de Portugal

Tudo sobre o XV FARTUNA
/5 ( votos)

Tudo sobre o XV FARTUNA

Festa Em Tons De Azul E Com Sabor A Mar...

Foram três dias de grande festa pelo Algarve, no passado fim-de-semana: a Versus Tuna - Tuna Académica da Universidade do Algarve, organizou a 15ª edição do FARTUNA. O pedido feito a São Pedro funcionou, tendo proporcionado um sol radioso durante todo o tempo em que decorreu o evento, ajudando a proporcionar às tunas convidadas, e a outros amigos da Organização, um ambiente bastante acolhedor e de grande divertimento.

A festa iniciou na quinta-feira com um arraial académico na Universidade do Algarve, seguido, na sexta-feira do acolhimento às tunas a concurso e a realização do Concurso de Serenatas. Tendo por cenário a Igreja do Carmo, situada no Largo do Carmo, e apesar do vento que se fez sentir, muitas pessoas se juntaram para ouvir as Serenatas realizadas pelas diversas tunas, sendo estas avaliadas pelas guias do Festival. A Tuna Académica Afonsina de Loulé fez as honras da casa, com as suas capas de cor bordeaux. Como tuna convidada e extra-concurso, interpretou "Riso de Menina". A Tuna Académica do Instituto de Engenharia do Porto cantou "Tu e só tu", e "Serenata ao luar", seguida da Estudantina Académica do Instituto Superior de Engenharia de Lisboa com o "Fado da Saudade" e "Cortesia Final", dando lugar à Tuna de Medicina da Universidade de Coimbra com "Corre Mondego" e "Balada". Da apresentação da Luz&Tuna ouviu-se "Nostalgia" e "Zorro", terminando a Versus Tuna com "Moura Encantada" e "Cidade Cetim".

No sábado, a anteceder o almoço, ocorreu uma prova de vinhos no museu arqueológico Infante D. Henrique. Após o almoço decorreu o tradicional pasacalles pelas ruas da zona mais antiga da cidade, cuja intensa afluência de transeuntes, ajudou, a que, as tunas, provocassem muita diversão e admiração por parte de quem os viu e ouviu. Com elementos a avaliar em vários pontos, a organização atribuiu o prémio de Melhor Pasacalles à Tuna Académica do ISEP.

O espetáculo principal iniciou por volta das 21:30h, e decorreu no Teatro das Figuras - Teatro Municipal de Faro, cujo público encheu completamente a plateia, e se revelou muito divertido e participante.

De saia rodada e bordada, as Feminins Ferventis - Tuna Académica Feminina da Universidade do Algarve, foram quem iniciou o espetáculo, extra-concurso, com dois temas originais "Hino da Tuna" e "Canto à cidade", passando uma caloira a tunante, a meio da apresentação, oferecendo-lhe um bandolim e provocando-lhe algumas lágrimas de alegria.

A Tuna Académica do ISEP, foi a primeira a concurso da noite, deixando, logo, todos muito bem-dispostos com um tema dedicado à Algarvias, seguido de "Mulher Tripeira", "Milagre dos teus olhos", o instrumental "La rosa y el Vulcano", "Vocês sabem lá", muito bem interpretado pelo solista, terminando com original "Porto vinho e Lugar". Uma actuação muito animada, com coreografias de pandeiretas muito bem organizadas.

A Estudantina Académica do ISEL, abriu a cortina com três temas dos Madredeus "Sonho", "Vem" e "Andorinha", numa sequência graciosa. Continuaram com o fado "Gaivota", o instrumental "História da Música", "Rua do Gato Preto", findando com o Hino, e sempre com muita animação de pandeiretas e estandartes.

A Luz&Tuna foi a tuna seguinte, da qual se ouviu "A guerra é a guerra" de Fausto, "Alentejo", na marcante voz do solista, "Variações em Ré-" de Fontes Rocha, "Senhores da Guerra" e "Canta Lisboa". Uma apresentação bastante marcada, por arranjos musicais e vocais, muito próprios, que lhes valeram os prémios de Melhor Pandeireta, Melhor Porta-Estandarte, Melhor Solista, Melhor Instrumental e Melhor Tuna.

A Tuna de Medicina da Universidade de Coimbra, invadiu o palco com a sonoridade típica do Fado de Coimbra em "Balada da Despedida", interpretanto também "Coimbra dos amores", "Canção do Mondego", o instrumental "Ás vezes", "Voltar atrás" e "Balada", tendo sido este último tema, o que arrecadou o prémio de Melhor Original. Levaram também a Melhor Serenata, atribuída pelas guias, e Tuna mais Tuna, atribuído pela organização.

Por último, antes da atribuição dos prémios aos vencedores, a tuna anfitriã subiu a palco para encantar a sua Cidade com temas como "Tsenera", "Faro e o Estudante", o instrumental "O Piano", "Ao largo do amor" especialmente dedicado às mães e às namoradas. Concluíram com "O Pastor", dos Madredeus, o "Hino da Tuna" e grito académico, deixando nos olhos o brilho azul das suas capas, e nos ouvidos a vontade de querer mais.

Após o espectáculo, as tunas seguiram para a "rua do crime", onde foi disputado o prémio de Tuna mais Bebedora, ganho pela Tuna Académica do ISEP. Houve ainda mais um prémio, ganho pela Estudantina do ISEL - Bigode mais Tuna, por terem trazido o exemplar masculino com bigode mais farto. A festa continuou muito animada até o primeiros raios de sol aparecerem no horizonte, num ambiente aconchegante, e familiar.

A Versus Tuna está de parabéns pela magnífica organização deste evento, e por todo o trabalho desenvolvido nestes dias. Para o ano que vem, que o FARTUNA seja mais um encontro de amigos.

O PortugalTunas presta um agradecimento à organização e à Cláudia, pelo acolhimento e por toda a ajuda proporcionada.
 
 
 
by Kati, Sandy e Ste

Parceiros