Portugaltunas - Tunas de Portugal

Portuscalle 2010: A Reportagem
/5 ( votos)

Portuscalle 2010: A Reportagem

Toda A Reportagem

Era com muita ansiedade que se esperava a abertura das portas do Coliseu para disfrutar de mais um PortusCalle. Já no interior e com casa praticamente cheia, com as já normais e sempre presentes claques, como é habitual no Porto, a puxar pelas suas respectivas Tunas e animando aqueles que esperavam pelo início do espectáculo.

A apresentação do Festival ficou a cargo de um grupo bem animado, os AMEN, também conhecidos como os Apresentadores Medíocres de Engenharia. Estes entre a apresentação de vídeos, focando temas como os mineiros presos no Chile, o sempre presente Sócrates e até um episódio especial de CSI, e de sketch’s ao vivo, encarnando várias personagens tais como os Teletubies ou até mesmo um concurso intitulado Quem Quer Ser Licenciado na Independente (em quatro perguntas) sempre com muita animação e alguma sátira à mistura.

A abertura do Festival ficou a cargo dos Batucada Radical, um grupo dedicado à percussão, com pequenos e graúdos, ritmos bem marcados e animados, com grande interacção com o público presente na sala, fazendo com que estes se sentissem parte integrante do espectáculo.

Depois coube à TUNAFE – Tuna Feminina de Engenharia da Universidade do Porto as honras de ser a primeira Tuna a pisar o palco do Coliseu,  como Tuna convidada, brindando os presentes com temas como “Poco a Poco”, “Hora de Fechar”, o seu instrumental “Tamacum” e “Eu Sei” de Sara Tavares, acabando a sua actuação com “Tudo isto é Tuna”.

A primeira Tuna a concurso a pisar o palco foi a Azeituna – Tuna de Ciências da Universidade do Minho, com aquele típico espírito minhoto e animado, que não deixa ninguém indiferente. Iniciaram a sua actuação com “Percursos” o seu instrumental, “Dá-me Lume” um tema imortalizado por Jorge Palma, o original “Os Suevos”, “Marcha dos Desalinhados” e finalizando com “Passeio ao Minho”.

Seguiu-se a TAFEP – Tuna Académica da Faculdade de Economia do Porto, que se apresentaram em grande número em palco, interpretando o seu original “Segredos e Memórias” “Fado do Ladrão Enamorado” de Rui Veloso, o seu instrumental, seguido por “Troca Pingas” e terminado com um medley de músicas portuguesas “ Retratos de Portugal”.

De seguida sobe a palco a EUC – Estudantina Universitária de Coimbra, a terceira Tuna a concurso com um fado “Coimbra Menina e Moça, “Ronda das Mafarricas” de José Afonso, “Capa Negra, Rosa Negra”, o seu instrumental “Bachmedley”, seguidamente um tema italiano conhecido de todos “O Sole Mio” terminando a sua prestação com “Numa Noite de Luar”.

Após o intervalo foi a vez da TUP – Tuna Universitária do Porto, subir a palco como Tuna convidada, presenteando o público presente com a já muito conhecida “Madalena”, seguido de “Alfonsina Y el Mar”, “Mar Azul” e terminaram com outro tema conhecido de todos “Timor”.

Coube à EUL – Estudantina Universitária de Lisboa, um tanto ou quanto desfalcados, abrir a segunda parte do Festival como quarta Tuna a concurso, apresentando os temas “Tourada” de Fernando Tordo mais “Bandolinata” de Júlio Pereira, seguindo-se a típica “Desfolhada”, o original “Em Viagem” finalizando com “Os Sinos da Sé”.

Para finalizar o role de tunas a concurso, subiu a palco a TUCP – Tuna da Universidade Católica Portuguesa – Porto. Deliciaram a audiência com a “Desfolhada”, “Avé Maria no Morro”, seguindo-se o seu instrumental, “Maria Lisboa” e terminando com “La Cartera”.

Era a vez da Tuna da casa subir a palco e brindar todo o público ali presente. A TEUP – Tuna Engenharia da Universidade do Porto brindou-nos com “Porto na Memória”, o seu instrumental “Czardas”, “Pásion”, seguindo-se “Hoy” de Gloria Estefan com a participação dos Batucada Radical que subiram a palco novamente para ajudar a TEUP neste tema. Finalizaram com o seu hino “Engenharia”.

Eis que chega o momento em que os Jurados são chamados a palco, sendo este constituído por Paulo Neves como Presidente do Júri, Professor António Augusto de Sousa, Paulo Ratanji e Élio Fonseca.

Prémios:

Melhor Solista: EUC – Estudantina Universitária de Coimbra

Melhor Instrumental: EUC – Estudantina Universitária de Coimbra

Melhor Pandeireta: TAFEP – Tuna Académica da Faculdade de Economia do Porto

Melhor Estandarte: TAFEP – Tuna Académica da Faculdade de Economia do Porto

Tuna + Tuna: TAFEP – Tuna Académica da Faculdade de Economia do Porto

Melhor Tuna: TUCP – Tuna da Universidade Católica Portuguesa – Porto

Com o término do espectáculo, as Tunas foram encaminhadas para o After-Festival realizado numa casa nocturna onde não faltou animação, convívio e a boa disposição entre todas as Tunas presentes.

Um muito obrigada à TEUP, em especial ao Cocas, pelo acolhimento e disponibilidade, muitos parabéns pela qualidade e fantástico evento realizado e boa sorte para o próximo PortusCalle.

 

 

 

Parceiros