Portugaltunas - Tunas de Portugal

Mistuna 2010
/5 ( votos)

Mistuna 2010

TAISCTE Vence Com Distinção

Decorreu no passado dia 17 de Abril em Faro, o MISTUNA 2010, IX Festival de Tunas Mistas da Universidade do Algarve, organizado pela Real Tuna Infantina.


O festival teve início pouco depois das 21h30 no Grande Auditório das Gambelas e contou com a presença das seguintes Tunas a concurso:
• escstunis, Tuna Académica Mista da Escola Superior de Comunicação Social (Lisboa)
• Tuna Iscalina, Tuna do Instituto Superior de Contabilidade e Administração de Lisboa
• Tu Na D’ESTES, Tuna Académica da Escola Superior de Tecnologia da Saúde de Coimbra
• TAISCTE, Tuna Académica do Instituto Superior de Ciências do Trabalho e da Empresa

Com menos de metade dos lugares ocupados na plateia, subiu ao palco a escstunis que iniciou a sua actuação com o original “Sonhando”, seguido da adaptação do conhecido tema de Carlos Paião “Playback” e da sua serenata original “Sentença”. Seguiu-se o instrumental “Padrinho” e terminaram com mais um tema original “Silêncio do Tom”. A escstunis apresentou-se em bom plano com principais destaques para a dinâmica imposta em palco pelas múltiplas coreografias dos seus pandeiretas e porta-estandartes e também pela apresentação do seu espectáculo na forma de entrevista a 3 personalidades algarvias (Aníbal Cavaco Silva, Zézé Camarinha e o poeta António Aleixo) que consegui arrancar algumas gargalhadas no público.

A segunda tuna a pisar o palco foi a Tuna Iscalina que iniciou a sua actuação com o tema original “Lisboa sou eu”, seguindo-se o conhecido tema de Zeca Afonso “Vejam Bem”. Seguiu-se o instrumental original “Tasca do Mendes” e mais um original “Valsa Lusa” desta vez interpretado pela solista Susana Santos – “fofinha”. Para finalizar a sua actuação foram interpretados os temas Zacarias (hino da Iscalina) e o tema popular dos Adiafa “Oh Ana”.

A Tu Na D’ESTES foi a tuna seguinte subir ao palco, iniciando a sua actuação com o tema “Fado Português” celebrizado por Amália Rodrigues e mais tarde por Dulce Pontes, desta vez interpretado de forma superior pela solista de serviço Sílvia Vaz. Seguiram-se os temas “Canção de Embalar” de Zeca Afonso, o original “Eterno Beijo” e a adaptação do tema “Homenzinho” da Banda do Casaco (1974). A Tu Na D’ESTES encerrou a sua actuação com o animado tema “Ressaca” original da extinta Tuna da Associação Académica de Viseu da Universidade Católica Portuguesa.

Após o intervalo, subiu ao palco a TAISCTE, a última Tuna a concurso que iniciou a sua actuação com o seu habitual “Instrumental Celta”. Seguiu-se o original “Ode Lusitana”, o tema “O Renascer do Trovador” e uma adaptação de um poema de Sofia de Mello Breyner intitulado “Quando”. Seguiu-se o original “Alma” e para finalizar a actuação com um cheirinho a Lisboa interpretaram o tema “Marcha da Noite de Stº António” interpretado pela sua solista Carla Mendes. Foi uma actuação de grande qualidade com a particularidade de todos os elementos em palco envergarem um instrumento e com principais destaques para a qualidade dos arranjos vocais e para a dinâmica rítmica imposta pelas suas excelentes percussionistas.

Enquanto o júri se retirava para deliberar teve lugar uma actuação do Cancioneiro do Grupo Folclórico de Faro que interpretou vários temas musicais algarvios.

Para finalizar as actuações subiu ao palco a tuna anfitriã. A Real Tuna Infantina apresentou o tema “Cavalo à Solta” de Ary dos Santos, o instrumental “Bandolinata” de Júlio Pereira interpretada de forma exímia pelos seus bandolins BB e Jorge. Seguiu-se uma adaptação do tema “Manhã de Carnaval” de Luís Bonfá e António Maria (1959), finalizando a actuação com o tema “Luar Algarvio”.

No final do Júri do Mistuna 2010 decidiu:


* Melhor Arranjo Vocal: TAISCTE
* Melhor Pandeireta: escstunis
* Melhor Solista: Tu Na D’ESTES
* Melhor Adaptação: TAISCTE
* Melhor Original: TAISCTE
* Melhor Porta-Estandarte: escstunis
* Melhor Instrumental: TAISCTE
* 2ª Melhor Tuna: escstunis
* Tuna Mais Tuna: Tuna Iscalina (atribuído pela Real Tuna Infantina)
* Melhor Tuna: TAISCTE

De realçar as boas condições físicas proporcionadas pelo Grande Auditório das Gâmbelas e a excelente organização do Festival. Quanto ao som: muito boa qualidade na captação e no som de retorno e também nota positiva para o som emitido para o público. Destacar ainda o acto de generosidade da parte da Real Tuna Infantina que vai atribuir os lucros do Festival ao Serviço de Pediatria do Hospital de Faro. Pena, o auditório ter apresentado uma lotação tão baixa tendo em conta o bom espectáculo a que se assistiu.
Falta apenas felicitar a Real Tuna Infantina pelo seu Mistuna 2010, as tunas que estiveram presentes em Faro e em especial a TAISTCE pela sua vitória indiscutível.

Parceiros