Portugaltunas - Tunas de Portugal

IX ARCAFESTUNA - Festival de Tunas Mistas
/5 ( votos)

IX ARCAFESTUNA - Festival de Tunas Mistas

Tuna Médica De Lisboa Vence Pelo 2º Ano Consecutivo

No passado dia 7 de Dezembro, realizou-se o IX ARCAFESTUNA - Festival de Tunas Mistas de Arneiro de Tremês e Carvoeira em pleno coração do Ribatejo.

Esta edição Festival dedicada ao "Festival da Canção" contou com a presença das seguintes Tunas a concurso:

- Tuna Médica de Lisboa, Tuna de Medicina da Faculdade de Medicina da Universidade de Lisboa e da Faculdade de Ciências Médicas da Universidade Nova de Lisboa

- Phartuna, Tuna de Farmácia de Coimbra

- TMIST, Tuna Mista do Instituto Superior Técnico

- Tu Na D'ESTES, Tuna Académica da Escola Superior de Tecnologia da Saúde de Coimbra

A primeira Tuna a concurso a apresentar-se em palco foi a Tu Na D'ESTES que iniciou a sua atuação com "Fado Português" de Amália Rodrigues/Alain Oulman/José Régio, interpretado pela solista Sílvia Vaz "Leoa". Seguiu-se um excerto de "Desfolhada" de Simone de Oliveira com nova interpretação da solista Sílvia Vaz "Leoa". Prosseguiram com um 2 em 1 de temas de "Zeca" Afonso, Balada do Outono e Canção de Embalar com uma interpretação inicial do solista Gonçalo Santos. A Tu Na D'ESTES apresentou ainda o seu mais recente original "Sonhar", terminando com "Ressaca", tema da extinta Tuna Académica da A.A. da UCP de Viseu.

Em palco, seguiu-se a Tuna Médica de Lisboa que começou por apresentar o seu instrumental original "Cavalgada" seguido do tema original "Cachopa" na voz do solista Rui "Mamalha" Malha. Prosseguiram com a adaptação do tema popular "Tomates" e terminando com  a adaptação de temas da "Canção de Lisboa" com interpretações a solo de Renata "Docinho" Ribeiro, "Bagaceira", José "Nocaute" Machado e Rui "Mamalha" Malha, imediatamente seguido do "Fado do Estudante" na voz de Lénio "Kravitz" Couto.

Após o intervalo, subiu a palco a TMIST que apresentou a cappella "Canção da Vindima" e "Acordai", dois temas de Fernando Lopes Graça, seguindo-se o "Medley do Festival da Canção" com interpretações a solo de Mariana "Oompa Loompa" Vargas e Pedro "BT" Martins. Seguiu-se um excerto da "Festa da Vida" de Carlos Mendes e de "A Lenda Instrumental" de Greensleeves. A TMIST apresentou ainda um excerto de "Amor de Água Fresca" de Dina, seguido de "Criatura da Noite" dos Entre Aspas e de mais um excerto de "Um Grande Grande Amor" de José Cid. Terminaram a atuação com "Vinho do Porto" de Carlos Paião, saindo de palco ao som de "A Luta é Alegria" dos Homens da Luta.

 

A última Tuna a concurso a pisar o palco deste IX ARCAFESTUNA foi a Phartuna que apresentou "Vocal" de Jeremy Soule seguido do original "Farmacêuticos" e do instrumental "Medley de Yann Tiersen". Apresentaram ainda o original "Balada Intemporal" na voz do solista Pedro "Jolie" Santos, "Desfolhada" de Simone de Oliveira/Ary dos Santos na voz da solista Joana "Lisélia" Esteves, terminando com mais um original "Rua do Norte".

Enquanto o júri se retirava para deliberar, subiu a palco o grupo de animação Tuna Universitária Os Filhos di Maputo que trouxe ao IX ARCAFESTUNA sonoridades africanas. Iniciaram a sua atuação com um excerto do "Hino da Eurovisão" imediatamente seguido do tema "Matumbina" (adaptação de Yolanda dos Irmãos Verdade) e de "Amor de Hoje" de Juvencio Luiz. Prosseguiram com "Filhos di Maputo Remix 2015", medley composto pelos temas "Na Ri Na" (Lura), "Sodade" (Cesária Évora), "É Melhor Não Duvidar" (B4 Los Compadres), "Já decidi" (Dj Ademar & Boy Teddy), "Jajão" (Master Jake feat. Edy Flow), "Não me toca" (Anselmo Ralph), "Pai da Criança" (José Lito Maia), "Bem Gostosinho - Mulher Solteira" (Hallux & Nuno Fernandez feat. Marcus), "Ela quer Dançar, Ela quer Mexer" (Hallux feat. Marcus) e "Bara Bara Bere" (Michel Telló"). Terminaram a sua prestação com "Fitiço di Funana" de Lura

Procedeu-se de seguida à entrega dos prémios cuja deliberação coube ao júri composto por João Videia (ex-escstunis - fundador), André Pinto "Harry" (Estatuna - ex-magister e ex-ensaiador), Maria Margarida Gaspar "M&M" (Tum' Acanénica - ex-magister) e Miguel Marques (Presidente da TAGES).

- Melhor Solista: Tu Na D'ESTES

- Melhor Pandeireta: Tuna Médica de Lisboa

- Melhor Porta-Estandarte: Tu Na D'ESTES

- Melhor Instrumental: Phartuna

- Melhor Original: Tuna Médica de Lisboa (pelo tema "Cachopa")

- Melhor Adaptação: Phartuna (pelo tema "Desfolhada")

- Tuna Mais Mista: Tuna Médica de Lisboa

- Melhor Tuna: Tuna Médica de Lisboa

 

Após o término do Festival, o recinto rapidamente se transformou, dando lugar à festa ao som de Dj Alameiras que terminou já bem próximo das 7h.

Parabéns à Tuna Médica de Lisboa pela segunda vitória consecutiva no ARCAFESTUNA e às restantes Tunas pelo espetáculo que proporcionaram.

 Vincent Domingos "25"

Parceiros