Portugaltunas - Tunas de Portugal

III MTB: Reportagem
/5 ( votos)

III MTB: Reportagem

O "Delírio" Tunante Com 1200 Pessoas Presentes

Foi na noite de 25 de Março que se realizou a 3ª edição do MTB (música, Tunas e Boémia) organizado pela Tuna TS - Tuna Académica de Tecnologias da Saúde do Porto desta feita dedicado ao tema: Clássicos do Cinema.
E foi um Teatro Sá da Bandeira lotado que recebeu as seguintes Tunas:

A concurso:

Afonsina
TDUP
TAFEP
TAIPAM
Magna Tuna Cartola

Extra-concurso a Tesuna e a anfitriã Tuna TS.

Durante a tarde foram algumas das Tunas participantes recebidas a bordo de um Rabelo, apreciando as vistas que o Rio Douro apresenta, seguindo-se um pequeno Porto D´Honra na Escola Superior de Tecnologias de Saúde onde algumas das Tunas participantes conviveram entre si, dando lugar ao jantar que antecipou a noite no Teatro Sá da Bandeira.

As cortinas abriram-se para a primeira tuna da noite, a Tesuna, Tuna Feminina de Tecnologias da Saúde do Porto, que se apresentava com muitos e novos elementos em palco, em fase renovação mas com muita animação. Em jeitos de estreia "Restolho" com bons arranjos vocais e com O Estandarte a puxar a plateia; seguiu-se os ritmos latinos de "Hoy" e por fim o Hino "Lá Vai Passar a Tuna" com as suas pandeiretas e estandartes a encerrarem grandiosamente a actuação.

A 1ª Tuna a concurso foi a TAFEP que se apresentou com os originais "Segredos e Memórias" e "Amo-te, Quero-te, Adoro-te!" em que se destacaram os seus pandeiretas e estandarte (respectivamente). Seguiu-se o "Instrumental" com um medley de 3 músicas reconhecidas pelo público; seguiu-se "Troca Pingas" e para finalizar "Retratos de Portugal" e "Luz do Teu Olhar". Mais uma vez, e como seu costume, a TAFEP mostrou-se em grande estilo quer em pandeiretas, quer em estandarte/bandeiras.

Em seguida, e da vizinha cidade de Matosinhos, apresentou-se a TAIPAM iniciando com o tema "Canoas do Tejo" com boa interpretação do seu solista; "Funiculi Funicola" novamente com solista e um bom acompanhamento vocal da restante Tuna; "Mente ao Meu Coração" de Paulinho da Viola, "Assim Mesmo é Que É" com pandeiretas, estandarte e bandeira a animar a plateia e para terminar, o mais que aguardado pelo público "Senhor de Matosinhos".

Seguiu-se um breve intervalo e em seguida foi a vez de entrar em cena a Magna Tuna Cartola, iniciando com "Morte do Artista" com bons jogos vocais e cénicos; seguiu-se um refresh do "Macho Português" com espectáculo dos seus pandeiretas e esdtandarte e a vertente instrumental a fazer várias referências cinematográficas.
"Serenata de Amor" com algumas demonstrações de emoções a deixar o público em delírio; o pujante "O Toiro" e finalizando "A Triste História de Um Cartola" com pandeiretas e muitas bandeiras pelo meio encerraram uma actuação que foi ovacionada de pé pelo público tripeiro.

Em seguida, e de volta às origens, entrou em palco a TDUP com o excelente tema interpretado acapella "Navegamos a Cantar", seguiu-se o original "Meu Porto Sem Par" tema com 2 solistas e com bom espectáculo de pandeiretas, seguiu-se " A Capa Negra" e os ritmos cubanos de "La Negra Tomasa" bailados pelo seu estandarte.
Encerraram com a típica "Casa Portuguesa" e "Raparigas Belas". Em destaque a sua grande capacidade de jogos vocais.

A finalizar as Tunas em competição foi dada à vez a Afonsina com uma entrada em palco bastante animada, dando início à sua actuação com “Lenda da Fonte”, em sequência o tema “Há dias em que mais vale”. Prosseguiu com o seu instrumental passando para o tema “Siga a Marinha/Chico Fininho” onde se destacaram as suas pandeiretas, finalizado com “Afonsina é o Nosso Hino”.

Já com a Tuna de Tecnologias da Saúde, a anfitriã, em palco, o Jurado deliberou o seguinte veredicto:

Melhor Pandeireta - TAFEP
Melhor Estandarte - Afonsina
Melhor Solista - TDUP
Melhor instrumental - Magna Tuna Cartola
Tuna Mais Tuna - Afonsina
Melhor Tuna - Magna Tuna Cartola

Pela negativa o constante reajustar do som que prejudicou de sobremaneira todas as Tunas, principalmente as que maior detalhe e complexidade de execução apresentaram.

Pela positiva: Sá da Bandeira com um público entusiasta e que não deixou uma cadeira vaga; as apresentações com sketchs cinematográficos foram simplesmente hilariantes, desde o Padrinho Pinto da Costa, ao José Face Oculta Star Wars.

Um agradecimento pela recepção e simpatia à Tuna TS

Parceiros