Portugaltunas - Tunas de Portugal

Letras Sentidas
/5 ( votos)

Letras Sentidas

A Reportagem, Por Joana Peixoto

O VII Letras Sentidas, organizado pela TFFLUP - Tuna Feminina da Faculdade de Letras da Universidade do Porto, decorreu nos dias 6 e 7 de abril. O evento começou com a noite de serenatas, na Faculdade de Letras da UP, com atuações do Grupo de Fados Literatus da Faculdade de Letras da Universidade do Porto e das tunas a concurso: Atituna - Tuna Feminina da Faculdade de Psicologia e Ciências da Educação da Universidade do Porto, Egitúnica - Tuna Feminina do Instituto Politécnico da Guarda, Levadas da Broca - Tuna Feminina da Faculdade de Medicina Dentária da Universidade do Porto, e Pikatuna - Tuna Feminina da Escola Superior de Saúde de Santa Maria.

 
No dia seguinte, o Conservatório de Música do Porto teve sala cheia para mais uma edição do Letras Sentidas. A apresentação do espetáculo esteve a cargo dos Flyers Desportus - Grupo Académico de Ginástica Acrobática da Faculdade de Desporto da Universidade do Porto, que intercalaram as atuações das tunas com coreografias acrobáticas, conferindo uma apresentação singular e de grande interesse ao festival. Perto das 21h30, subiu a palco o CUCA - Cancioneiro Universitário do Campo Alegre. A tuna extra-concurso brindou o público portuense com ritmos alegres, que se mostrou entusiasmado com o academismo e animação que reinavam logo de início.

 
A primeira tuna a concurso a atuar no VII Letras Sentidas foram as Levadas da Broca, que iniciaram a sua prestação com o tema "As Sete Mulheres do Minho", de Zeca Afonso. Seguiram-se "Vaca de Fogo", dos Madredeus, o original "Fitas" e "Seja Agora", dos Deolinda. A atuação contou ainda com a estreia de "Baile de São Simão", d'Os Quatro e Meia. A Tuna Feminina da Faculdade de Medicina Dentária da Universidade do Porto concluiu assim a atuação, que contou com diversas coreografias de estandarte e algumas de pandeiretas.

 
A segunda atuação a concurso foi da Pikatuna, que se iniciou com ritmos brasileiros bastante animados. Apresentaram a célebre "Tico-tico no Fubá", como instrumental, seguida do hino da Pikatuna e da também famosa "Mãe Negra", numa interpretação de solista de grande nível e aplaudida com grande intensidade. A Tuna Feminina da Escola Superior de Saúde de Santa Maria terminou a sua atuação com a interpretação de "Mas Que Nada", tendo apresentado diversas coreografias bem conseguidas de estandarte e algumas de pandeiretas.

 
Após o intervalo, subiu a palco a Atituna, com o tema "Vampiros", de Zeca Afonso. A onda de adaptações portuguesas manteve-se, ao som de "É Tão Bom", de Sérgio Godinho, e a icónica "Dar de Beber à Dor", de Amália Rodrigues. Já com ritmos latinos, a Tuna Feminina da Faculdade de Psicologia e Ciências da Educação da Universidade do Porto apresentou a sua interpretação de "Recuerdos Bolivianos", seguida de "O Que Foi Que Aconteceu", de Ana Moura. Mantendo o registo de músicas animadas e ritmos combinados com as palmas do público, a Atituna terminou a sua atuação com "Criatura da Noite", dos Entre Aspas, completando assim uma boa prestação a nível de estandarte, com bons momentos de pandeiretas.
 

A última tuna a concurso no VII Letras Sentidas foi a Egitúnica, que iniciou a sua atuação com "Longe de Ti", música à capela sobre a cidade da Guarda. Prosseguiram com o tema instrumental, o original "Caloiro" e uma adaptação interessante de "Amar Pelos Dois", de Salvador Sobral, na voz da solista. A Tuna Feminina do Instituto Politécnico da Guarda terminou a sua prestação com "Vejam Bem", de Zeca Afonso, completando uma atuação de muito bom nível de pandeiretas, bem como de estandarte.

 
Terminadas as atuações a concurso, seguiu-se a tuna anfitriã, com temas originais, como "Trovador" e "Tun'Azul", e adaptações, como "Vaca de Fogo", dos Madredeus, e o instrumental "Esse Bunch Instrumentalis", medley de músicas dos Dead Combo. Finalmente, seguiu-se a entrega de prémios, distribuídos da seguinte forma:

 
Melhor Serenata: Egitúnica - Tuna Feminina do Instituto Politécnico da Guarda;
Melhor Solista: Pikatuna - Tuna Feminina da Escola Superior de Saúde de Santa Maria;
Melhor Instrumental: Pikatuna;
Melhor Estandarte: Atituna - Tuna Feminina da Faculdade de Psicologia e Ciências da Educação da Universidade do Porto;
Melhor Pandeireta: Egitúnica;
Melhor Original: Egitúnica;
Tuna mais Tuna: Atituna;
Melhor Tuna: Pikatuna.


Terminou assim a VII edição do Letras Sentidas, mantendo-se, desde o início do evento, um clima de grande animação e espírito académico. O Portugaltunas parabeniza a Tuna Feminina da Faculdade de Letras da Universidade do Porto pela organização e sucesso do festival.


Joana Peixoto

Parceiros