Portugaltunas - Tunas de Portugal

A
/5 ( votos)

A "Moral" de pau, como a colher....

"...e Como Dizia O Poeta "há Sempre Alguém Que Resiste, Há Sempre Alguém Que Diz Não"

Será por demais evidente que se vive numa época sem valores, onde, por absurdo, o importante parece não os ter e mais importante ainda, será sim e antes ter raiva de quem os tem. Não é de hoje, bem sabemos, pregar-se uma moral e praticar-se outra; os exemplos que temos de quem os deveria dar - transversal a toda a sociedade, note-se - são do mais negativo, logo, percebe-se o actual estado moralizante em que vivemos.


Uma espécie de amoralidade tomou conta destes tempos, já nem se percebendo muito bem o que distingue o correcto do errado, o normal e o absurdo, o competente do incompetente e por aí fora. Começa a ser difícil vislumbrar maniqueísmos morais rigorosamente claros quando expostos ao bom senso.


Contudo, e como dizia o poeta "há sempre alguém que resiste, há sempre alguém que diz não" ou numa versão mais Uderzo e Goscinny "algures na Gália há um povo que hoje e sempre resiste..." . Não tememos, neste pequeno mundinho que é o nosso, ser praticamente os únicos a resistir.



Não pactuamos com quem tudo tem feito para tentar destruir as tunas estudantis alegando um pretenso ascendente sobre elas em razão de uma palermice qualquer composta por outros tantos imbecis que se julgam "Senhores". Não pactuamos e denunciamos publicamente. Estivemos, estamos e estaremos ao lado das tunas estudantis, doa a quem doer.



A Tuna é mais antiga que qualquer pretenso organismo auto-denominado "da praxe". A Praxe é para e dos Estudantes, não de meia duzia de Torquemadas da treta que apenas pretendem tentar controlar e destruir as Tunas, criando cisões entre as mesmas, procurando "dividir para reinar" numa lógica inquisitoriamente Nazi que não toleraremos.



Estamos como sempre com as Tunas. Onde estiver um único imbecil a querer meter-se onde não pode e não deve, nós não estaremos lá. Saberemos como foi mas não estaremos lá. E denunciaremos. Sempre. Fica a promessa. Nem que estejamos sozinhos nesta "batalha". Aqui ainda se resiste.

 

Boa Queima e afins a todos e todas; ela é Vossa, não é deles...

 

Parceiros