Portugaltunas - Tunas de Portugal

/5 ( votos)

"Não Importa Sol ou Sombra"

O Próximo ENT Será Fulcral E Essencial....

Nunca o final de uma Silly Season – e pelo menos nos últimos anos – tomou proporções tão interessantes quanto inusitadas. Regra geral a transição é feita de forma mais ou menos natural, aproveitando-se o facto do decorrer dito normal dos actos tuneris nacionais, ou seja, coisa banal.

 

Acontece que este ano em concreto, temos, e no final de época tonta, uma situação assaz nova, que se consubstancia a duas situações em concreto: Por um lado, o lançamento da 1º obra de pura investigação sobre o fenómeno e por outra – referido claramente a sua menor importância – um ataque sem precedentes á tuna em sentido geral, perpetrado, em forma tentada – porque daí não passará, queiram ou não – por aqueles que desde há uns anos a esta parte, á falta de interlocutores, querem usurpar a importância da tuna em seu favor. Todo este bálsamo de acontecimentos elevam esta transição de épocas para um patamar deveras interessante e inusitado. Já se sentia a falta de algo verdadeiramente desafiante, devo confessar.

 

A obra em causa demonstrará claramente que muito do até aqui tido como verdade será mentira; mais, provando porquê. O que nos eleva desde logo: Mais vale arrepiar caminho tarde que nunca. E com isso ganhamos todos, no sentido único de ser contada a única história a ser contada, a verdadeira. Doe a quem doer.

 

A somar a isso, o fait divers do ataque inusitado – mas mais que esperado – á Tuna enquanto instituição autónoma que sempre foi, muito antes até de haver uns Cavalheiros que se auto-consagraram – com ou sem matriculas nas suas faculdades, coisa interessante de se saber… - em XPTO de XPTO e blá blá blá. Os ataques á Tuna regra geral partem de quem nos inveja no que somos, fazemos e reproduzimos: aqui é mais do mesmo. Não há diferença alguma entre este “ataque” e um artigo publicado por um pseudo-erudito contra nós em qualquer pasquim semanal. Como tal, deverão levar pela mesma tabela da nossa parte, excepto com uma diferença: Trata-se no caso, de alguém que, supostamente, muito a nós, Tuna, deve. Enviaremos, pois, a factura por tal ousadia, a seu tempo e ocasião. Transeptus, desta vez não vais lá.

 

A consequência de tudo isto é obvia, até pelo tempo escolhido dos acontecimentos: O próximo ENT será fulcral e essencial, por duas ordens de razão: Uma investigação séria e credível sobre a Tuna, sobre nós, que será finalmente, dada á estampa; somando a isso o pormenor de um ataquezito á Chico-esperto que cairá naturalmente, com a factura a ser enviada ao remetente da querela.

 

Naturalmente, por força das circunstancias, o PortugalTunas estará a dar, nos tempos mais próximos, a natural relevância ao ENT que decorrerá em Bragança, canalizando os seus recursos para o antes, durante e depois do mesmo, como se depreende do que está a passar. Sem menosprezo por outros, este ano o ENT – que já assume a importância que naturalmente detém – afigura-se como a pedra de toque em função das premissas que presidem a este Portal: Formar e Informar. Não importa Sol ou Sombra.

 

Daqui se conclui que será Bragança e o seu ENT deste ano o foco de todas as nossas atenções, sem desprimor ou distracção face a outros corriqueiros acontecimentos. Lá estaremos e dele daremos conta antes, durante e depois do que lá se irá passar e suas consequências face ao momento que atravessamos, aliás, na lógica fundacional deste portal e de acordo com a sua Linha Editorial.

 

Parceiros