Portugaltunas - Tunas de Portugal

Festunag 2011 - a reportagem...
/5 ( votos)

Festunag 2011 - a reportagem...

Uma Grande Festa Em Terras Do Rio Águeda..

Teve lugar na bela cidade de Águeda a edição de mais um Festunag no passado fim-de-semana.
Entre jantar e café a tunas foram chegando e alinhando para a serenata, que ocorreu no parque da Alta Vila, num cenário mágico de beleza natural, com uma mistura de luzes e som encantador.
Os "Sons da Eira" abriram o espectáculo, com uma sonoridade inovadora e muito bem trabalhada de músicas tradicionais portuguesas. A Estudantina de Braga foi a primeira tuna a ocupar o palco com o original "Olhar-te" e "Cartas de amor". Seguiu-se a TAIPAM com "Menina estás á janela", "Mente ao meu coração" . A Afonsina brindou-nos com "Nocturna", "Valsa do olhar", terminando com o seu animado hino "Afonsina". A Tusófona encantou o público com "Olhos Negros", "Serenata ao luar", "Ilusão" e "Lisboa Cidade amante".
No Sábado, após um animado acordar ao som da Gaita-de-foles, os intervenientes do festival foram almoçar continuando de seguida para o pasacalles muito animado, pelas ruas de Águeda. Seguiram para o Sound Check e para o jantar.
O Espectáculo começou por volta das 21:30h na bela sala do Cine-Teatro São Pedro, em pleno centro da cidade. As honras da casa foram feitas por um trio de piano, contrabaixo e concertina - João Gentil TRIUM. Foi sem dúvida um dos momentos mais bonitos deste festival, tendo em conta a qualidade e a beleza da execução dos vários temas.
O concurso de Tunas iniciou-se com a Estudantina de Braga que executou o original "Lenda do mar" numa versão bastante forte, o belo fado "Nem às paredes confesso", um tema instrumental - "Israelita", "Quase" numa magnífica interpretação do seu solista, e um Medley à capella de António Variações.
Seguiu-se a TAIPAM com o fado "Canoas do Tejo", a animada "Moliendo café", continuaram com cinco minutos à Vicente em "Águas do Dão" e "Assim mesmo é q é", a serenata "Mente ao meu coração" e a lendária "Senhor de Matosinhos".
A Afonsina foi a terceira tuna a subir a palco com o original "Lenda da Fonte", "Há dias em mais vale" dos Ala dos Namorados, instrumental, recordaram Sérgio Godinho em "É tão bom", e por fim "Siga a Marinha".
A Tusófona saudou o público com animação e a "Saudades de Portugal", continuando com "Vultos Negros", a bela serenata "Encontro às 10", "Histórias e memórias" e por fim "Mea Culpa".
Para terminar, subiram a palco, extra-concurso, As Meninas e Senhoras da Beira - Tuna Feminina de Viseu. Interpretaram à capella "Meu Alentejo", seguindo com o animado instrumental "Robin dos Bosques", os originais "Triste Fado" e "Viseu paixão".
Composição do Júri:
Jacinto Estina - Professor no conservatório de Águeda;
Engenheiro Reis - representante da junta de Freguesia;
Manuel Farias - etnólogo na área da música tradicional,
Joaquim Vidal - professor no conservatório de Águeda.

Prémios atribuídos:
Melhor pandeireta: Estudantina de Braga
Melhor estandarte: Afonsina
Melhor Solista: Estudantina de Braga
Melhor instrumental: Estudantina de Braga
Melhor Serenata: Tusófona
Tuna Mais Tuna: Afonsina
Melhor pasacalles: TAIPAM
Melhor Tuna: Estudantina de Braga

A festa seguiu animada na discoteca pela noite dentro, com muita dança à mistura.
A organização do festival está de parabéns pela precisão com que planearam tudo e estiveram sempre presentes com um sorriso. Venha mais um no próximo ano!

Parceiros