Portugaltunas - Tunas de Portugal

FESTA - Festival de Tunas do Atlântico
/5 ( votos)

FESTA - Festival de Tunas do Atlântico

A Ilha Da Madeira No Seu Melhor!

Foi no passado fim-de-semana que a pérola do Atlântico recebeu a 11ª edição do FESTA, organizado pela Estudantina Académica da Madeira.

 

Os convidados foram chegando ao longo da semana aproveitando o bom tempo da ilha, a poncha, as nikitas, o bolo do caco, e a grande animação que ocorreu pelas ruas do Funchal.

 

Na Sexta-feira, dia 14, as tunas desfilaram pelas ruas da cidade, num animado pasacalles, que culminou no concurso de serenatas, realizado à porta da Câmara Municipal do Funchal. O FESTA prosseguiu pela noite fora, com o jantar e as actuações das tunas convidadas e dos anfitriões, num belo espaço entre as ruas e tasquinhas de Câmara de Lobos, completamente cheias de um público muito divertido.

 

No sábado, a Sala de Conferências do Casino da Madeira encheu por completo para o espectáculo principal, iniciado pela Estudantina Académica da Madeira com o lançamento do seu segundo CD, intitulado “Alma”, homenageando, assim, Roberto Neves, tuno falecido em 2007 e co-autor da música com o mesmo nome. A última subida a palco deste “apaixonado pela vida” foi no Teatro Municipal Baltazar Dias, no Funchal, retratado nas imagens que abrilhantam a capa do CD. Após a interpretação do fado “Júlia Florista”, seguiu-se “Funchal de Verde Manto”, mais uma sentida homenagem ao povo madeirense, especial pela sua força, após a intempérie de 20 de Fevereiro de 2010.

 

A apresentação do espectáculo ficou a cargo de alguns tunos da EAM, alternada com alguns vídeos de entrevistas a Alberto João Jardim e Jorge Jesus, e também de Cê Esse i, provocando gargalhadas calorosas no público.

 

A Tuna D’Elas foi a primeira convidada no palco, com “Sol Nascente” de Teresa Salgueiro e o “Hino da Tuna D’Elas”, sempre numa animação constante, para a abertura do concurso de Tunas.

 

Vindos da Beira Baixa, os afilhados da EAM – Estudantina Académica de Castelo Branco, apresentaram uma actuação de originais bastante animada. Interpretaram “Variações Albicastrenses em Lá menor”, “A estranha história de Francesinha e Julieta” peça instrumental que conta história de duas amigas que se chatearam por causa de um gato, finalizaram com “Estudante”, “É por ti que eu canto” e o grito académico.

 

A segunda tuna a concurso foi a Tuna Universitária do Instituto Superior Técnico, que abriu o pano com uma homenagem ao Tuno Márcio, ausente por ter perdido a avó, em “Povo que lavas no Rio”. Ouvimos ainda “Dou-me ao mar”, o instrumental “Paredes meias com o Armandinho e o Nunes”, “Amélia dos Olhos Doces” e a “Marcha do Centenário”.

 

Da cidade do Arcebispos, a Estudantina de Braga oficializou a realização de mais uma inauguração, já tão habituais ao longo do FESTA. Pautou o seu repertório em temas como o original “Lenda do Mar”, “Nem às paredes confesso”, “Quase”, o Instrumental “Israelita”. Findaram á capella com um medley de músicas de António Variações e o conhecido “Atirei o pau ao Gato” em coro com o público.

 

A última tuna a concurso foi a Tuna de Medicina do Porto, que brindou logo o público em Galego, com “Romeiro ao Lonxe” seguindo na voz do solista em “Conquista”, o instrumental “Palladio” de Karl jenkins e “Em que terra”, uma adaptação do Musical Violino no Telhado. Acabaram em festa com a conhecida “Noites de Ronda”, num show de pandeiretas e estandartes.

 

O espectáculo continuou com a Enfertuna, afilhados da EAM, em dois temas: “Madalena” e o original “Noites de Luar”.

 

Os anfitriões subiram novamente ao palco com “Alma” e “Estudantina passa”. Os prémios do festival mereceram um agradecimento especial ao seu artesão, o tuno José Luís Fernandes, tendo sido os prémios de participação os tão típicos Carrinhos de Cana da ilha da Madeira.

 

O Júri do concurso foi composto pelos seguintes elementos: João Sousa, Marco Costa, Professora São Silva, Professor Francisco Loreto e Gonçalo Abreu.

 

Melhor Estandarte: Estudantina de Braga

Melhor Pandeireta: Tuna de Medicina do Porto

Melhor Solista: TUIST

Melhor Instrumental: TUIST

Melhor Serenata: Tuna de Medicina do Porto

Melhor Pasacalles: Estudantina Académica de Castelo Branco

Tuna Mais Tuna: Estudantina Académica de Castelo Branco

2ª Melhor Tuna: Tuna de medicina do Porto

Melhor Tuna: TUIST

 

O FESTA continuou na Discoteca do Casino – Copacabana, com grande divertimento.

Um agradecimento especial à Estudantina Académica da Madeira pelo seu caloroso acolhimento. Venha mais um FESTA no próximo ano!

 

Parceiros