Portugaltunas - Tunas de Portugal

Estudantino 2014
/5 ( votos)

Estudantino 2014

Reportagem

No rescaldo do Santo António, o casamento entre o bom ambiente vivido, as excelentes condições climatéricas e a qualidade musical apresentada não podia ter acontecido de melhor forma. Foi nesta união que se viveu o Estudantino 2014, nos passados dias 13, 14 e 15 de Junho, com organização da Estudantina Académica do Instuto Superior de Engenharia de Lisboa.


6.ª feira, feriado em Lisboa, a festa começou bem cedo no recinto do ISEL e debaixo de um calor intenso, com uma churrascada na companhia dos amigos e das tunas convidadas, sem esquecer o Mundial de Futebol para os mais aficcionados. Com o número de pessoas a aumentar à medida que ia caindo a noite, foi tempo de se realizarem as serenatas, na Residência Maria Beatriz, onde as tunas convidadas (com a excepção da TUIST) puderam encantar as donzelas presentes com os seus temas. A festa continuou noite dentro, sempre com muita música e animação, num ambiente de arraial, com cheirinho a Santos Populares.


Sábado, a tarde iniciou-se igualmente com um calor tórrido, com as tunas a concentrarem-se junto ao Auditório da Faculdade de Medicina Dentária, para os habituais testes de som. Durante os mesmos, os presentes puderam disfrutar na esplanada de uma churrascada que se prolongou pela tarde, em confraternização salutar. Rapidamente se aproximou a hora do jantar e, consequentemente, a do espectáculo.


Com um auditório ainda a meio gás, mas que rapidamente se encheu, os apresentadores (elementos da EAISEL que, uma vez mais, estiveram à altura do desafio) deram início ao espectáculo. As expectativas eram mais que muitas, face à elevada fasquia deixada no ano anterior, e rapidamente o público presente percebeu que iria desfrutar de prestações de nível igual ou até mesmo superior.


A primeira tuna da noite foi a TADeL - Tuna Académica Dentária de Lisboa, tuna afilhada dos anfitriões. Com cerca de 20 elementos, iniciaram o seu espectáculo com "A Vaca de Fogo", dos Madredeus, seguindo-se-lhe "Feiticeira". Interpretaram, depois, novamente um tema de Madredeus, "O Pastor", bem como o tema "Cantar de Emigração". Terminaram a sua prestação com "Cheira Bem, Cheira a Lisboa", não sem antes interpretarem um "cheirinho" do Hino da sua tuna madrinha. Uma tuna jovem mas de futuro promissor, deixaram um bom indicador que estão a trilhar o caminho certo.


De seguida, subiu a palco a primeira tuna a concurso da noite. Com cerca de 25 elementos em palco, a Estudantina Universitária de Lisboa apresentou o seu novo espectáculo na cidade que os acolhe, o Lés-a-Lés. Com o objectivo de percorrer a tradição musical do nosso país e de não a deixar cair no esquecimento, esta tuna brindou o público com canções típicas dos vários cantinhos Portugal, sem esquecer os instrumentos tradicionais de cada região e todo um cenário a condizer com a excelente música que se escutou durante cerca de 45 minutos. Um destaque para o seu conjunto de solistas, que nos mais diversos estilos musicais, abrilhantaram ainda mais a sua actuação.


Com cerca de 50 elementos em palco, a anTUNiA - Tuna de Ciências e Tecnologia da Universidade Nova de Lisboa trouxe da Margem Sul muitos apoiantes e uma vontade expressa de defender o título conquistado no ano anterior. Iniciaram a sua prestação com o animado "Sancho Pança", onde a coreografia de pandeiretas fez a delícia dos presentes. De seguida, interpretaram o instrumental, "Concerto para Dois Bandolins em Sol Maior", prosseguindo para dois temas de solista: "Meus Lindos Olhos" e "Doce Feitiço". A prestação da anTUNiA terminou com um tema bastante forte e aplaudido, "Senhora do Mar". Destaque para uma actuação muito sólida e completa, de muita qualidade, que valeu sobretudo pela sinergia do seu todo.


Antes do intervalo, houve ainda tempo para mais uma tuna a concurso. A TinTuna - Tuna Académica da Egas Moniz, que também trouxe os seus apoiantes do outro lado do Tejo, apresentou-se em palco com cerca de 35 elementos. Abriu o seu espectáculo com três temas de solista: "Guitarra Toca Baixinho", "Nini dos Meus 15 Anos" e "Cavalo à Solta", este último brilhantemente estreado neste festival. Interpretaram ainda um tema instrumental e finalizaram a sua actuação com o tema "Tágides". Uma nota de destaque para o facto de, sendo a sua presença habitual no Estudantino, todos os anos apresentarem algo de novo, com uma consistência vocal e instrumental cada vez mais ascendente e consolidada, mostrando assim trabalho e dinamismo raro nos dias que correm.


Após o intervalo, foi a Tuna de Medicina de Múrcia que iniciou a sua prestação, com 17 elementos em palco. A actuação, brindada com muito boa disposição e algum português à mistura, iniciou-se com "Capullito de Alhel" e "Faro de Lisboa", desta feita num tema de solista. De seguida, foi interpretado "Échame a mi la culpa" e o instrumental "Carmen de Bizet". A prestação desta simpática tuna terminou com "Costa Cálida", nome que dá origem ao certame que organizam anualmente, não sem antes agradecerem o convite e a estadia por Lisboa. Tratou-se de uma actuação também ela muito consistente e interessante, com um solista cujo timbre e postura levantaram uma boa parte da plateia.


Seguidamente, subiu a palco mais uma tuna de presença assídua no Estudantino - a Luz&Tuna, Tuna da Universidade Lusíada de Lisboa. Com cerca de 30 elementos, iniciaram a sua prestação com um tema imortalizado por Amália Rodrigues, "É de Lisboa"; de seguida, o tema "Fado do Alentejo" protagonizou um dos momentos altos da noite, numa sentida e arrepiante interpretação de solista. "Variações em Ré Menor", tema instrumental, deu lugar a um dos temas que mais marca esta tuna - "Senhores da Guerra" - terminando assim a actuação desta tuna com o animado e original "Canta Lisboa". Com a qualidade a que nos têm já habituado e com um repertório já bastante rodado e aperfeiçoado, a Luz&Tuna brindou, uma vez mais, o público aficcionado do Estudantino com uma brilhante actuação, que lhe valeria (no final da noite) o prémio de Melhor Tuna.


A última tuna da noite foi uma estreia neste festival. A TUIST - Tuna Universitária do Instituto Superior Técnico apresentou-se em palco com cerca de 30 elementos e iniciou a sua actuação com o tema "Vida de Estudante", prosseguindo a sua actuação com "Se um dia não houver luar" e o instrumental "Paredes Meias com Armandinho e Nunes". De seguida, foi a vez do tema de solista, Lágrima, bem conhecido do público presente, terminando esta tuna a sua prestação com um medley de temas populares de Lisboa e a sua Marcha do Centenário. Uma verdadeira lufada de ar fresco, com uma estreia a fechar o lote de tunas a concurso, numa qualidade a que já habituou o público que segue o seu trabalho.

Enquanto ao júri cabia a árdua tarefa de deliberar os resultados da noite, subiu a palco a tuna anfitriã. Com um mar de gente a perder de vista em palco, a Estudantina Académica do ISEL iniciou a sua actuação com uma pequena introdução musical dedicada ao Estudantino e o tema "Sonho". "Quando Lisboa Canta" e "Medo" foram os temas que se seguiram, entre dedicatórias e agradecimentos aos presentes e aos que tornaram possível a concretização do evento. Houve ainda tempo e espaço para a interpretação de temas como "Rua do Gato Preto", "Hombre Sincero" e "Vida de Estudante", para culminar na finalização da actuação com o seu Hino.


Após a actuação da tuna da casa, e já a noite ia (bastante) longa, o júri, constituído por:


Carlos Passos - Músico Profissional e Professor de Música (Presidente do Júri);
Armando Pereira - Membro da Tuna Universitária do Porto;
Hugo Barrento - Membro da Estudantina Académica do ISEL/Tuna do Distrito Universitário do Porto;
João Oliveira - Músico Profissional e Compositor;
José Barros - Músico profissional; antigo ensaiador da EAISEL.

Deliberou:

Melhor Pandeireta - anTUNiA
Melhor Estandarte - Luz&Tuna
Melhor Solista - Luz&Tuna
Melhor Instrumental - anTUNiA

3.ª Melhor Tuna - Tuna de Medicina de Múrcia
2.ª Melhor Tuna - anTUNiA
Melhor Tuna - Luz&Tuna

Foram ainda entregues os seguintes prémios:

Melhor Serenata - TinTuna (prémio atribuído por votação na Serenata)
Tuna mais Tuna - TUIST (prémio atribuído pela organização)
Tuna do Público - anTUNiA (prémio atribuído por votação online, durante a transmissão do festival) 

A festa prosseguiu noite dentro e durante uma boa parte da manhã, para os mais resistentes.

O PortugalTunas agradece, mais uma vez, as facilidades concedidas para a elaboração da reportagem e endereça os parabéns à EAISEL por mais um excelente Estudantino.

Parceiros