Portugaltunas - Tunas de Portugal

Estudantino 2013 - Reportagem
/5 ( votos)

Estudantino 2013 - Reportagem

Comemoração Dos 20 Anos Da EAISEL Num Espectáculo Ao Mais Alto Nível

Em ano de comemoração dos 20 anos da Estudantina Académica do Instituto Superior Engenharia de Lisboa (EAISEL), a organização de mais um Estudantino - Festival Internacional de Tunas prometia ser um dos pontos altos do ano da sua actividade. Num ano cheio de cortes orçamentais e de dificuldades generalizadas, a EAISEL conseguiu um cartaz de luxo, maioritariamente com "prata da casa" e apostou forte, uma vez mais, na publicitação do seu evento - tudo isto deixava antever uma grande festa que, de facto, veio a acontecer nos dias 19 e 20 de Abril, tanto nos eventos do ISEL como na Aula Magna da Reitoria de Lisboa, este ano com uma novidade em forma de experiência: a transmissão online.

As tunas - e os amigos - começaram a chegar ao ISEL ao final da tarde de 6.ª feira, para uma churrascada-convívio. Com algum atraso relativamente à hora prevista, realizou-se o concurso de serenatas na Residência Maria Beatriz, dentro do recinto do ISEL. Com as donzelas na varanda, as tunas dedicaram-lhes os seus temas: a TinTuna interpretou "No Teu Poema" e "Noites de Luar", seguindo-se-lhe a anTUNiA com "Sentidos" e "Silêncio". De seguida, foi a vez da Luz&Tuna apresentar "Serenata ao Luar" e "Zorro", finalizando a Estudantina Universitária de Lisboa com "Olhos Negros" e "Balada dos Anzóis". A Tuna Académica de Lisboa, antecipadamente, avisou a organização que não poderia estar presente e a Tuna Universitaria del CMU Loyola (Granada) não compareceu a tempo.

Após as serenatas, as tunas foram encaminhadas para as instalações do ISEL onde, após a reunião de magisters, tiveram oportunidade de tocar alguns temas para o público presente e onde se seguiu a festa nocturna, sempre com muita animação.

Sábado, por volta das 14, as tunas reuniram-se nas imediações da Aula Magna da Reitoria de Lisboa. Encaminhadas para a FCUL - onde decorreu o convívio da tarde e a festa nocturna - aguardaram, em ambiente de festa e convívio, a sua vez para o teste de som, realizado durante a tarde. Após o jantar no ISEL, as tunas preparavam o seu espectáculo, enquanto a Aula Magna registava uma afluência de público bastante generosa.

Pouco depois da hora prevista, deu-se início ao aguardado espectáculo. Os apresentadores, elementos da EAISEL, não deixaram os créditos por mãos alheias, empolgando o público presente com temas bastante divertidos, permitindo às tunas - num palco sem pano - perfilarem-se para iniciarem as suas actuações.

A primeira tuna da noite, extra-concurso, foi a TFISEL - Tuna Feminina do ISEL. Com cerca de 25 elementos em palco, iniciaram a sua prestação com o instrumental "Desfolhada", prosseguindo para o tema "Rapazote", despedindo-se com o original "Lisboa", dando um bom toque feminino ao início de noite, apesar de se apresentarem com alguns instrumentos desafinados, que acabaram por prejudicar a sua prestação. A TFISEL aproveitou ainda a ocasião para entregar uma lembrança à EAISEL por ocasião do seu aniversário.

De seguida, iniciou-se o concurso com a TinTuna. Com cerca de 30 elementos em palco, começaram a sua prestação com "Cantigas de Maio", em execução totalmente vocal, prosseguindo com destaque para "Quatro Caminhos", com destaque para o seu estandarte. De seguida, foi a vez dos solistas interpretarem "Nini dos Meus Quinze Anos", "Balada das Sete Saias" e "Com Que Voz". Depois da entrega de um presente à EAISEL, a TinTuna finalizou com "Marcha do Pião das Nicas". Uma prestação sólida e arrojada, com destaque muito positivo para uma roupagem nova nesta que é uma tuna assídua no Estudantino.

A Luz&Tuna foi a tuna que se seguiu. Com cerca de 40 elementos e quatro contrabaixos em palco (algo muito raro de ver, mas que fez, do ponto de vista sonoro, toda a diferença), iniciaram a sua actuação com "A Guerra é a Guerra", prosseguindo para o tema "Fado do Alentejo", onde o seu solista, tal como já tinha feito na noite anterior, encantou os presentes com o seu timbre e versatilidade vocal. O instrumental "Variações em Ré Menor", com uma brilhante execução dos seus bandolins, deu lugar ao apoteótico "Senhores da Guerra". "Canta Lisboa" foi o original que fechou a prestação desta tuna, com pandeiretas e estandartes a animar o público, que aplaudiu fortemente a sua prestação. À semelhança da TinTuna, também a Luz&Tuna é uma presença assídua no Estudantino, tendo levado esta ano algumas mudanças no seu repertório, o que é francamente positivo. Tratou-se de uma actuação completa e muito conseguida, sólida e com fluidez, com destaque para uma excelente interacção com o público.

A fechar a primeira parte, veio a anTUNiA. Com cerca de 45 elementos em palco, iniciaram a sua actuação com o conhecido "Sancho Pança", com destaque para os seus pandeiretas. Seguidamente, interpretaram o tema de solista "Meus Lindos Olhos", dando lugar ao instrumental "Concerto para Dois Bandolins". A balada "Doce Feitiço", também em voz de solista, abrilhantou ainda mais a prestação desta tuna, finalizando a mesma com "Senhora do Mar". Uma prestação também ela sólida e muito bem conseguida, completa e com bons apontamentos a todos os níveis.

A segunda parte iniciou-se com a prestação da Tuna Académica de Lisboa. Com cerca de 30 elementos em palco, começaram por apresentar um pequeno trecho de "A Canção de Lisboa", de Jorge Palma, seguindo-se "Lisboa que Amanhece" e "Perdido em Lisboa". De seguida, novo interlúdio, desta vez com "Tango Ribeirinho", que antecedeu o instrumental "Adiós Noniño". A actuação da TAL aproximava-se do seu final, tendo havido ainda tempo para um trecho de "Namorados da Cidade", que precedeu "Sol de Inverno" e "Marcha do Bairro Alto". A prestação da TAL primou por uma qualidade generalizada, tanto ao nível vocal/instrumental a que já nos habituou, bem como uma apresentação cuidada e com encadeamento muito bem conseguido. A qualidade dos seus estandartes, apesar de excelente, ficou, ainda assim, ensombrada por algumas quedas das bandeiras.

Seguiu-se a Estudantina Universitária de Lisboa. Com cerca de 25 elementos em palco, iniciaram a sua actuação com "Sete Colinas", com um toque muito suave da guitarra portuguesa, que deu lugar ao instrumental "Carrocel N.º 8", de Júlio Pereira. Seguiu-se "Tourada" e o muito marcante "Contradanças". Seguidamente, foi tempo de "Sinos da Sé", encerrando a EUL a sua prestação com a peça vocal "Amor a Portugal". Destaca-se sobretudo, nesta prestação, a qualidade dos arranjos vocais e dos seus solistas, que souberam cativar o público presente, oferecendo-lhes uma excelente actuação.

Para terminar o lote de tunas a concurso, apresentou-se a Tuna Universitaria del CMU Loyola (Granada). Com cerca de 25 elementos em palco, apresentaram cinco temas, dos quais se destacam um popurrí de pasodobles (com excertos de "Tuna Granadina", Así es mi Granada, "La Morena de Mi Copla" e ainda "Granada"), bem como uma interpretação diferente daquelas que nos são familiares de "Alfonsina y el Mar", com um trecho inicial apenas vocal. A prestação desta tuna terminou com "Hoy", outro tema bem conhecido do público presente e, também este, com uma sonoridade diferente. Uma prestação marcada, sobretudo, pela boa disposição, por solistas que conquistaram o público da Aula Magna e, ainda, por uma mostra daquilo que se faz no país vizinho.

Enquanto ao júri cabia a difícil tarefa de deliberar a entrega de prémios, o público aguardava impacientemente a apresentação da tuna da casa, salientando-se a presença da comunidade iseliana, cantando os parabéns aos 20 anos da Estudantina, com o "bolo humano" formado em palco. Desta feita, e com cerca de 70 elementos em palco, iniciaram a primeira parte da sua actuação com três temas de Madredeus: "Sonho" (com dedicatória especial e numa interpretação muito consistente e melhorada, com o seu solista a dar cartas), "Vem" e "Andorinha". Posseguiram para um tema de Amália, "Medo" e finalizaram esta primeira parte com "A Rua do Gato Preto". Seguidamente, e já com antigos elementos em palco (alguns dos quais fundadores), deram início à segunda metade da sua prestação, com temas como "Fado da Saudade" (com o seu solista original), "Fado do Estudante" e o "Hino", onde o palco se encheu de pandeiretas e de muito boa disposição. Pelo meio, recordações, lembranças e a doação de uma guitarra portuguesa por um dos antigos elementos à EAISEL. Uma actuação sólida e bem conseguida, com vários pormenores que demonstram um claro trabalho que a Estudantina tem vindo a desenvolver.

Porque a noite já ia longa, e após a entrega dos prémios de participação, o júri constituído por:

Carlos Passos - Músico Profissional e Professor de Música (Presidente do Júri)
João Oliveira - Músico Profissional e Compositor
João Cavadinhas - Fundador da Ronda dos 4 Caminhos
Ester Correia - Antigo elemento do Grupo de Música Popular Almanaque e Letrista
Mário Martins - Músico e Radialista

Deliberou:

Melhor Pandeireta - anTUNiA
Melhor Estandarte - anTUNiA
Melhor Solista - Tuna Universitaria del CMU Loyola (Granada)
Melhor Instrumental - EUL

3.ª Melhor Tuna - Tuna Universitaria del CMU Loyola (Granada)
2.ª Melhor Tuna (ex-aequo)- EUL / TAL
Melhor Tuna - anTUNiA

As donzelas, que assistiram à serenata na noite anterior, atribuíram o prémio de Melhor Serenata à Luz&Tuna; o público presente elegeu a anTUNiA como Tuna mais Público e a EAISEL atribuiu o prémio de Tuna mais Tuna à Luz&Tuna.

Salientam-se, como aspectos positivos no festival, a qualidade do som e a qualidade a nível de execução de todas as tunas presentes, sem excepção, que proporcionaram um espectáculo ao mais alto nível. É realmente pena que o público não tenha lotado a Aula Magna, dado o nível elevado de espectáculo a que se assistiu. A transmissão online, ainda que necessite de uns ajustes a nível de imagem, foi igualmente uma aposta ganha.

A festa continuou noite dentro nas instalações da FCUL.

A EAISEL disponibilizou, entretanto, os videos relativos ao seu Estudantino 2013:
Serenatas: http://www.youtube.com/playlist?list=PLDCLJJZ7h03mOXt-1cnZn9VhKvlo1HNt9
Espectáculo da Aula Magna: http://www.youtube.com/playlist?list=PLDCLJJZ7h03kaoGvBcFi9bjoPDIyBLn2I

O Portugaltunas agradece à EAISEL todas as facilidades concedidas na colaboração do portal neste Estudantino 2013, parabenizando-a pelos 20 anos e desejando muitos sucessos.

Parceiros