Portugaltunas - Tunas de Portugal

Encontro Solidário de Tunas
/5 ( votos)

Encontro Solidário de Tunas

O Rescaldo

Guimarães, Capital Europeia da Cultura, foi palco, no passado Sábado, de um fantástico encontro de tunas.

Numa rara simbiose entre tunas académicas (compostas por actuais estudantes) e tunas veteranas (de antigos estudantes) o Centro Histórico, património da humanidade, recebeu durante a tarde cinco tunas que animaram os locais e turistas que foram brindados com espontâneas interpretações musicais na zona da Oliveira e Praça de Santiago.

Já à noite, no Auditório da Universidade do Minho, numa sala bem composta, o público que aí se deslocou ficou deliciado com melodias intemporais do cancioneiro português, bem como com brilhantes interpretações de clássicos espanhóis e italianos, dando o seu tempo por bem empregue e ainda colaborado com o Banco Alimentar do Rotary Club de Guimarães que conseguiu angariar cerca de 400 kgs de comida, ultrapassando as expectativas dos organizadores deste encontro solidário de tunas.

Destaque ainda para as diversas entidades presentes no evento, tais como a Câmara Municipal de Guimarães, Associação Comercial e Industrial de Guimarães, Rotary Club de Guimarães, Universidade Portucalense, Colegiada de Nª Srª da Oliveira, Vitória Sport Clube, Hospital de Guimarães, entre outras.

A festa continuou noite dentro, nas ruas da Cidade Berço.

Tuna Académica Universidade Portucalense

 

Com a presença em palco de alguns antigos elementos da Tuna Académica, coube a esta as honras de abrir o espectáculo. Apresentou-se com cerca de 18 elementos, tendo optado por um repertório "clássico", incluindo o seu instrumental original "Noites Ibéricas" e o hino "Quando esta tuna passa".
- Nem às paredes confesso
- Noites Ibéricas
- Rosinha dos limões
- Quando esta tuna passa

 

Tuna Veterana do Porto

 

Uma das actuações mais esperadas da noite. Com muitos "históricos" da Universitária do Porto em palco, parece que os anos não passam por estes senhores. A felicidade pelo reencontro da Veterana do Porto, ainda para mais em ano de centenário do Orfeão Universitário do Porto, era visível nos rostos dos seus tunos e na empatia que conseguiram criar com o público. Músicas de sempre e para sempre. Nota para a interacção com o público no "La banda" e para a cereja no topo do bolo que foi a interpretação do Hino da Cidade de Guimarães, que fez com que o público ficasse rendido, perante tal homenagem à cidade, após as seis músicas que apresentaram em palco.
- Ondas do Douro
- Adeus
- Granada
- Madalena
- La banda
- Amores de estudante

Quarentuna de Coimbra

 

 

Fiel à sua doutrina, a Quarentuna de Coimbra apresentou-se com cerca de 15 elementos, representando a Lusa Atenas e a sua Canção. Entre Adriano, Artur Paredes e Luis Goes, a sua sonoridade característica levou a Guimarães um pouco da vivência coimbrã, destes quarentunos ainda com espírito e energia para dar e vender, conforme se pôde constatar dentro e fora do palco.
- Rapsódia de Adriano 
- Não Ames (Maria)
- Ré menor
- Cantiga para quem sonha.
- Vira de Coimbra.

 

Tuna Veterana da Universidade Portucalense

 

Os anfitriões do encontro, apresentaram-se com 12 tunos em palco. Iniciaram a sua actuação com uma música sul-americana, de Gardel, passaram pelo fado, por José Cid. Pelos audíveis aplausos, os momentos altos da sua apresentação foram o lindíssimo tema do file "A vida é bela" Buongiorno Principessa e a música de Pedro Abrunhosa "Eu não sei quem te perdeu", com o público a cantar "sozinho" o refrão. Os seus "velhos" pandeireta e estandarte mostraram que ainds estão aí para as curvas. O público voltou a cantar em uníssono, no Medley de José Cid, os intemporais "20 anos", "Cabana...", "Portuguesa bonita", "No dia em que o rei..." e "Um grande, grande amor".
- El dia que me quieras
- Rosa branca
- Eu não sei quem te perdeu
- Não venhas tarde
- Buongiorno principessa
- Medley José Cid

Afonsina

 

 

E foi a Afonsina - Tuna de Engenharia da Universidade do Minho, que teve a honra de encerrar a noite. Afinal de contas, estavam a jogar em casa. Cerca de 20 elementos em palco, interpretaram dois originais e o seu hino. Apresentaram-se muito seguros e com a sua irreverência e alegria contribuíram para que terminasse em beleza uma noite de tunas que acabou já muito perto da 1:30h.
- Lenda da fonte 
- Estudantina portuguesa
- Noturna 
- Oh tempo, volta p'ra trás
- Afonsina

 

Parceiros