Portugaltunas - Tunas de Portugal

/5 ( votos)

19 Tuna M´Isto

Tudo Sobre Este Certame!

Nos passados dias 29 e 30 de Maio decorreu o 19º TUNA M'ISTO, Festival de Tunas Mistas organizado pela escstunis, Tuna Académica da Escola Superior de Comunicação Social.

O Festival contou com a presença das seguintes Tunas a concurso:

·         Fortuna - Tuna Académica da Nova School of Business and Economics

·         TAISCTE - Tuna Académica do ISCTE-IUL

·         TMIST - Tuna Mista do Instituto Superior Técnico

·         Tuna Médica de Lisboa (TML)- Tuna de Medicina da Faculdade de Medicina da Universidade de Lisboa e da Faculdade de Ciências Médicas da Universidade de Nova de Lisboa

 

O Festival teve início na 6ª feira com a noite de serenatas que decorreu na Igreja de Benfica. A TML foi a primeira Tuna a apresentar-se com "Canção de Noivado" na voz da solista Ana Cristina "Crias" Nunes seguido de "Dulcineia" na voz da solista Renata "Docinho" Ribeiro. Seguiu-se a Fortuna que apresentou o tema de Amália Rodrigues "Rua do Capelão" na voz do solista Tomás "Estrelita" Gonçalves seguido de "Jura" de Rui Veloso interpretado pelo solista Rafael Pereira. A TMIST apresentou os originais "Noites de Arraiais" interpretado por Luís Castelo Branco e Mariana"Umpa Lumpa"  Vargas e "Na Proa do Tejo" na voz do solista Rui "Huckleberry Fin" Barata. A TAISCTE também apresentou dois originais: "Pelo teu Amor" e "Serenata a Lisboa" na voz dos solistas Alexandre Santana "Barretes" e Inês Mariano "Violeta". A anfitriã escstunis encerrou a noite com "Vocês sabem lá" a cappella, "Ilha" de Vitorino na voz de Emanuel "Pimba" Castelo e Rute "Marlene" Cotrim, terminando com o original "Sentença" interpretado por Diogo "Dodot" Moreira.

 

O Festival em si estava reservado para a noite de sábado. O palco desta 19ª edição do TUNA M'ISTO foi provavelmente uma das mudanças mais significativas na história deste Festival. Da tradicional Aula Magna, este ano o TUNA M'ISTO rumou diretamente para o Auditório Vítor Macieira da Escola Superior de Comunicação Social. O TUNA M'ISTO que é tradicionalmente um festival temático teve este ano como tema: "sabedoria popular".

 

A primeira Tuna a concurso da noite foi a Fortuna que iniciou o seu espetáculo com "Eu Sei" de Sara Tavares na voz da solista Patrícia Duarte, seguido do original "Amanhece o Cais" na voz do solista Tomás "Estrelita" Gonçalves e do Instrumental de Ennio Morricone "Ecstasy of Gold". A Fortuna apresentou ainda o original "Uma Bica" interpretado por Rafael Pereira e Catarina Santos Silva, terminando ao som do seu original mais emblemático "Ala P'ra Rusga".

 

De seguida, subiu a palco a TMIST que iniciou a sua atuação a cappella com um prelúdio "Canção da Vindima" encadeando com "Acordai" de Fernando Lopes Graça. Prosseguiram com "Vinho do Porto" de Carlos Paião. Seguiu-se um interlúdio ao som de "Sete Preces" dos Diabo na Cruz antes de apresentar "Criaturas da Noite" dos Entre Aspas. Apresentaram de seguida mais um interlúdio "Todos os Homens são Maricas quando estão com Gripe" de Vitorino antes de apresentar o instrumental "Foz do Tejo" do projeto musical Noidz. Terminaram com o original "Terra da Saudade" na voz do solista Carlos Costinha.

 

Após o intervalo subiu a palco a Tuna Médica de Lisboa que apresentou o tema tradicional "Entrudo" celebrizado por "Zeca" Afonso seguido do instrumental de Rossini "O Barbeiro de Sevilha". Prosseguiram com o original "Mulher do Cais" na voz da solista Ana Bronze terminando com "Canção de Lisboa e Fado do Estudante" com interpretações a solo de Ana Cristina "Crias" Nunes, José "Nocaute" Machado, Miguel "Dom Pixote" Duarte, Joana "Carlisabel" Gato e Gonçalo "Pintoleiro" Gerardo.

 

A última Tuna a concurso a pisar o palco do TUNA M'ISTO foi a TAISCTE que apresentou o tema mirandês "La Çarandilheira" na voz dos solistas Inês Mariano "Violeta" e Alexandre Santana "Barretes", seguido do tema "De Tudo e de Nada" dos Ala dos Namorados. Prosseguiram com o original "Ode Lusitana" e com o instrumental oriundo das ilhas gregas "Corfu". Terminaram a sua actuação com "Noites de Santo António" na voz da solista Vanessa Pereira "Xana.

 

Para encerrar a noite, subiu a palco a anfitriã escstunis com cerca de 50 elementos em palco, que apresentou "O Cacilheiro" de Carlos do Carmo na voz do solista Diogo "Dodot" Moreira seguido do original "Silêncio do Tom" e do instrumental "Príncipe do Egipto". Prosseguiram com o original "O teu Sorriso" interpretado por Diogo "Dodot" Moreira e Inês "Maçaroca" Lucas. Apresentaram ainda "Desfolhada" de Simone de Oliveira, o original "Vida Boémia", terminando com o seu hino "Olha a escstunis" já com os antigos em palco perfazendo um total de cerca de 80 elementos em palco.

 

Após a deliberação do júri composto por Audrey "Do Ré Mi" Lopes (Vicentuna), João "Arames" Correia (Tuna Económicas), André "Bombeiro" Vazão (escstunis) e Daniela Varela (vocalista dos Flor de Lis), procedeu-se à entrega dos prémios:

 

Melhor Serenata: Tuna Médica de Lisboa

Melhor Original: Fortuna

Melhor Adaptação: Tuna Médica de Lisboa

Melhor Instrumental: Fortuna

Melhor Solista: Tuna Médica de Lisboa

Melhor Arranjo Vocal: Fortuna

Melhor Estandarte: TAISCTE

Melhor Pandeireta: Tuna Médica de Lisboa

Tuna mais Tema: Fortuna

Tuna mais Público: Tuna Médica de Lisboa

Melhor Tuna: Tuna Médica de Lisboa

 

 

De realçar pela positiva a opção de mudança do palco do TUNA M'ISTO da Aula Magna para o Auditório Vítor Macieira na própria Escola Superior de Comunicação Social que permitiu que a assistência preenchesse quase na totalidade a lotação do auditório, proporcionando um excelente ambiente e interação entre o público a as tunas em palco. A própria acústica do auditório associado a condições técnicas de som e iluminação muito boas favoreceram claramente a qualidade do espetáculo.


Destaque ainda para a organização e preparação do espetáculo pela escstunis, nomeadamente para os dois elementos que desempenharam ao longo da noite os papéis de Virgulino e Gracinda e que conseguiram arrancar do público inúmeras gargalhadas. Durante o festival, no canto esquerdo do palco, alguns elementos da escstunis formaram um pequena banda, interpretando temas da música portuguesa com letras adaptadas na voz de Diogo "Dodot" Moreira e Ana Catarina Sousa. A emissão do festival em direto na escs fm e a transmissão em direto no youtube com o apoio do Núcleo Audiovisual (nAV) da própria Escola Superior de Comunicação Social foram mais dois aspetos positivos do festival.

Para aqueles que perderam este 19º TUNA M'ISTO poderão sempre rever o espetáculo em:

https://www.youtube.com/watch?v=r_a2Wyxtl38 

Para finalizar esta reportagem, falta apenas felicitar as tunas presentes pelo espetáculo proporcionado e à escstunis pela excelente organização deste 19º TUNA M'ISTO!

 

Vincent “25”

Parceiros